CÂMARA DE JALES APROVA MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CÂMARA foto 12

A notícia é da assessoria de imprensa da Câmara Municipal:

Na última Sessão Ordinária, realizada na segunda-feira (13), os vereadores à Câmara Municipal apresentaram a Moção de Repúdio nº 4/2017 ao Governo Federal pela proposta da PEC 287/2016.

A PEC modifica profundamente as regras de aposentadoria vigentes, prejudicando os trabalhadores brasileiros, dentre elas, estabelece uma idade mínima para aposentadoria e amplia o número de anos para a concessão do benefício. Se aprovada, o requisito de tempo mínimo para aposentadoria passará de 15 para 25 anos de contribuição e 65 anos de idade.

A proposta também remodela a concessão de pensão por morte, em que o valor será equivalente a uma cota familiar de 50%, acrescida de 10% por dependente, até o limite de 100%, entre outras alterações. A PEC já foi encaminhada ao Congresso Nacional para votação.

A moção foi discutida e aprovada por unanimidade. Cópia do documento será enviada ao presidente Michel Temer, a todos os membros das bancadas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, representantes dos cidadãos do estado de São Paulo.

19 comentários

  • Alô, Tiago!

    UAU KKKKKKK, AGORA SIM A REFORMA SERÁ CANCELADA, NOSSOS NOBRES VEREADORES REPUDIARAM!

    QUANTO TEMPO, PAPEL E GASTOS PERDIDO, COMO SE ISSO VIRASSE ALGUMA COISA!

  • CAMARADA MARTINI

    Quero deixar bem claro Cardosinho que isso foi uma iniciativa do vereador Deley.

    Quantos critica ex presidente por ter seu apenas curso primeira e um especialização.

    Tenho a total certeza que Deley em sua simples e humildes expressão vai mostrar que

    verdadeiro diploma é escola da vida.

    Pelo pouco que tenho acompanhado ele vai ficar do lado de cá defendendo humildes e

    se afastando do lado de la aonde encontra uma elite fascista a serviço do capital financeiro.

    Continue assim Deley e vai defender aqueles humildes que necessita de seus esclarecimento.

    Infelizmente a elite quer fazer aquele trabalhador defendo os interesses deles.

    Seu futuro politico depende dessa classe sofrida e não do lado de lá movido a finanças.

  • Alô Thiago ! por que não se candidatou para fazer algo melhor.
    Quem critica tem que mostrar conhecimentos e apresenta algo melhor.
    Os nobres vereadores estão cumprindo seu papel
    E você o que já fez por Jales.?

  • Perturbado

    Kkkk Martini coloca um bafômetro no seu computador… Se beber não tente filosofar

  • Pepino

    A Câmara de Jales está demonstrando como serão os quatro anos de mandatos.
    Projetos bobos que não acrescenta nada para a cidade ou a população virão dos vereadores agora os projetos que trarão algum impacto para a sociedade o Prefeito envia a Câmara e os vereadores votarão conforme o prefeito mandar. Um certo vereador já até confidenciou isto em uma entrevista radiofônica
    Quanto ao que o Sr. Martini escreveu ai em cima, sabendo o como o Martini é, algum favor o Deley fez para o Sr. Martini, um emprego para alguem, uma cesta básica ou um caminhão de terra alguma coisa. O Martini e o maior socialista capitalista da história deste país, extremamente interesseiro e alienado.

  • Corolla

    Martini, essa elite fascista que você tanto fala, por acaso é a mesma com que você se reúne todo domingo cedo na padaria?

  • De olho nos votos dos vovos

    Sem dúvida nenhuma, essa moção de repudio não tem um valor pratico porem os vereadores demonstram que estão ao lado dos aposentados.
    Numa cidade que quase a metade da população é de aposentados portanto eles tem uma força eleitoral para eleger alguns vereadores.
    Seria mais prático se a câmara apresentasse formulas para o Brasil saísse deste rombo na previdência que cresceu ao longo destes anos e o PT não fez nada para resolver o problema, nos últimos 13 anos.
    Os aposentados não tem culpa nenhuma mas, no Brasil, o lado mais fraco paga a conta.

  • Quaqua

    Deveriam sair dessa situação cômoda da fotos, e irem atras e trazer recursos para nossa cidade….em especial para asfalto….
    Talvez se pegassem o salário deles, ao longo de 4 anos, daria um bom recapeamento na cidade….

  • joão josé natalin

    Poder público é problema e não solução do mesmo. Ao invés de repúdio os nobres deveriam lutar para que todos, digo todos, os brasileiros se aposentassem pelas mesmas regras. Para mim não importa muita as regras, mas que sejam válidas para todos: civis, militares, funcionários públicos de todos os níveis e poderes, funcionários das estatais, rurais, urbanos, homens, mulheres, etc…. Mas sempre assistimos este circo de horrores : cada um defendendo a parte do botim aos cofres públicos. Palhaço é aquele que paga os impostos, esperto é aquele que vive folgadamente com o dinheiro destes impostos.

  • Cowboy do asfalto

    Identifico algumas questões que devem ser discutidas nesse assunto relacionado à Reforma da Previdência.
    1. Desde 20 anos para cá (mais ou menos), as famílias são menores, com um ou dois filhos, o que reduzirá drasticamente a geração de recursos para o INSS, pois serão menos pessoas recolhendo ao instituto.
    2. A expectativa de vida dos brasileiros aumenta sensivelmente a cada ano, fazendo com que o instituto mantenha sob sua responsabilidade, mais pessoas recebendo os benefícios por mais tempo.
    3. O trabalho informal toma conta de nossa realidade, isso também há anos. A consequência disso: Menos pessoas recolhendo ao instituto, em razão de trabalharem por conta própria.
    4. Pessoas que se fazem valer da vitaliciedade das pensões e recebem os valores, as vezes elevadíssimos, de seus pais ou cônjuges, falecidos há anos (ou décadas).
    5. Trabalhadores do campo, que em imensa maioria nunca (ou pouco) recolheram aos cofres do INSS e gozam do direito de se aposentarem.
    6. Os rombos aos cofres do INSS, protagonizados pelos nossos governantes atuais e anteriores, que certamente, não serão repostos, e fizeram com que o instituto perdesse suas reservas financeiras.
    7. Hoje, o recolhimento não cobre, e de longe, as despesas com os aposentados e pensionistas. Então, se a conta não fecha, não há para onde correr e medidas precisam ser tomadas.
    8. As aposentadorias e pensões milionárias, com passam dos R$ 100 mil ao mês, necessitam ser realinhadas ao teto máximo, que é o salário dos ministros do supremo.
    9. As aposentadorias dos políticos, que após dois ou três mandatos, tem assegurado o direito ao recebimento integral dos seus vencimentos, aumentando a sangria aos cofres do INSS.
    10. Entender que a aposentadoria aos 65 anos é uma realidade mundial e não adianta reclamar. Quem quer se aposentar antes, que busque outros meios (previdência privada, imóveis, investimentos etc).

    • joão josé natalin

      perfeito seu comentário. Tudo o que você escreveu a realidade já cobra caro do contribuinte. Agora é lutar que acabemos com os privilégios das muitas categorias que sugam o trabalho do cidadão.

    • Jaleense

      – se as famílias são menores, com menos contribuições, também teremos menos gente se aposentando, tudo é uma questão de ponto de vista;
      – o trabalho informal diminuiu drasticamente nos últimos 12 anos graças às criação do MEI e da legislação das empregadas domésticas… hoje a informalidade é praticamente para desempregados, não contribuintes, que vivem de bicos;
      – quem não recolhe ao INSS não tem direito aos benefícios, nenhum: auxílio reclusão, auxílio gestante, auxílio no afastamento por doenças, seguro acidente do trabalho, pensão por morte, aposentadoria;
      – precisamos de um amplo debate e que os números sejam apresentados para se comprovar o ROMBO, que duvido que exista.

  • Luis Especiato

    A reforma da previdência deve ser rejeitada por todos e não apenas pela Câmara, pois ela retira direitos e praticamente anula a possibilidade de aposentar-se com salário integral quando exige contribuição de 49 anos para isso, retira dos pensionistas e digo daqueles que recebem salário mínimo, 50% de seus parcos salários, retira a possibilidade de aposentadoria do homem do campo. Torna-se o sistema mais duro do mundo. O que está por trás são os grandes conglomerados financeiros que querem vender sua previdência privada e retirar ainda mais dinheiro do trabalhador. A posição da Câmara está correta, e todos deveriam repudiar essa tal “reforma”. E lutar pelo direito de aposentar de todos os brasileiros.. Ainda o que precisa mexer não faz parte da proposta. Pensões milionárias de militares, alguns funcionários públicos privilegiados e outras distorções. Portanto essa proposta não tem a finalidade de corrigir distorções, apenas retira direitos e impossibilita a sua concessão aos mais pobres…

  • AOS CRÍTICOS DE THIAGO ABRA–os que criticam por inveja e incapacidade e os que criticam a mando da administração pois pelo que pude nota é o único que reza na cartilha do prefeito e não aceitas favores políticos:—por que os mesmos não tenham um pouquinho de hombridade e na próxima eleição se lancem a candidato e façam aquilo que acham certo ou correto, mas talvez seja o medo das urnas, a incapacidade politica, incapacidade intelectual, ou a falta de conhecimento do cargo e sua consequência etc…, Vamos lá deem a cara para bater.
    E veja bem não votei no mesmo, mas reconheço nele atitudes de homem e não de moleque inconsequente, como são os que o criticam. ., ao invés das critica fazem alguma coisa de boa pela cidade .

  • Anos 70

    Isso sem contar que nos anos 70, quando foi criado o INPS, hoje INSS, para cada 1 aposentado erm 10 os que trabalhavam e recolhiam ao INPS.
    Hoje é o contrário. Para cada 10 aposentados, 3 estão recolhendo.

    • joão josé natalin

      quando alguém ganha sem trabalhar alguém tem que trabalhar sem receber. No caso de aposentadoria é o mesmo: quando alguém recebe sem contribuir de acordo com a Tábua Atuarial e com todas as contribuições, alguém vai contribuir e não receber.

  • Prof: Zico

    Calma gente o Martini e o Deley são gente boa.( calma )

  • PT e a suas mentiras

    Depois que Dilma sofreu o impeachment, o PT inventou muitas mentiras sendo que a primeira foi dizer que foi “golpe” e chamou todos de “golpistas” como se o impeachment não fosse previsto pela constituição.
    Depois na aprovação do “teto para os gastos publicos”, os blog petistas disseram que essa medida ia tirar o dinheiro da saude e da educação. O que certamente, é mentira.
    Agora, com as reformas da previdencia, os petistas dizem 1-“querem que você morra sem se aposentar”. 2-“A reforma interessa apenas aos donos do dinheiro no País e ataca duramente os trabalhadores. Eles querem acabar com o direito à aposentadoria para milhões de brasileiros e brasileiras”. 3-muitos morrem antes de se aposentar”.4-“vão transformar o INSS numa funerária”.
    Depois que um juiz gaucho proibiu o governo de divulgar a situação do INSS, está dificil lutar contra os sindicatos, movimentos sociais e redes sociais petistas que contam mentiras para fazer campanha politica de Lula.
    Lula e Dilma, até que queriam fazer estas reformas na previdencia mas deixaram esse “abacaxi” para Temer descascar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *