CÂMARA NÃO CONSEGUE CASSAR LIMINAR QUE SUSPENDEU INVESTIGAÇÃO CONTRA NICE

Em decisão publicada ontem, 06, o desembargador Moacir Andrade Peres, da 7ª Câmara de Direito Público do TJ-SP, indeferiu o pedido de efeito suspensivo interposto pela Câmara Municipal contra a liminar concedida pela Justiça de Jales à prefeita Nice Mistilides.

A liminar, vocês se lembram, suspendeu os trabalhos da Comissão Processante instalada pelos vereadores para investigar supostas infrações político-administrativas cometidas pela prefeita, conforme denúncia do servidor aposentado Lauro Figueiredo, o Matogrosso. Eis o inteiro teor da decisão:

1. A fundamentação e documentação apresentadas não surgem relevantes a justificar o pedido de concessão de efeito suspensivo, até julgamento do recurso.

2. Indefere-se, pois, o pedido de efeito suspensivo ao agravo de instrumento.

3. Intime-se a agravada para responder.

4. Dê-se vista dos autos à douta Procuradoria Geral de Justiça.

5. Após, retornem os autos conclusos para julgamento.

São Paulo, 6 de maio de 2014.

Moacir Peres – Relator

Traduzindo: a liminar obtida pela prefeita não foi cassada e os trabalhos da Comissão Processante continuam suspensos até que o mérito do recurso da Câmara – um Agravo de Instrumento – seja julgado definitivamente.

17 comentários

  • Anônimo

    Adoraria ver a expressão de nosso vereador Gilberto Alexandre de morada quando soube disso! Para quem conhece um pouco da legislação não se surpreende nenhum pouco!

  • Muita conversa pouca açao

    Incompetentes, muita conversa e bla bla do nada vamo minha gente, este advogado e bom, num consegue cassar a ungida.

  • Anônimo

    Se não da conta cassar. Porque fazer barulho? fica mais feio ainda. Se tiverem que cassar façam logo. Se falta competência até pra isso, deixem a mulher tentar fazer alguma coisa.

    • Anônimo

      Também acho. Se são imcompetente ate pra cassar uma prefeita ruim igual essa, não adianta nem candidatar nas proximas eleições.

  • anônimo

    Ninguém precisa atrapalhar a Ungida, a maior ADVERSÁRIA DELA É ELA MESMA….TENHO DITO

  • eu a sabia que tudo ia dar em nada mesmo, é sempre assim.

  • Anônimo

    Kakakaka. Não está fácil para oposição ! Kakakaka

  • zé mendes

    Essa é pra vc gilbertão, matogrosso e beto kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • MORADOR

    E A FACIP 2013 EO RENATO PRETO E A CASA DA CRIANÇA E OS UNIFORMES… TODO MUNDO JA ESQUECEU ????????

    • Anônimo

      Com certeza esqueceram. Esses vereadores estão dormindo. Ou vendidos. Ninguém faz nada de fato. So fica nessa conversinha mole. Achando que eleitor é trouxa. Bora fazer alguma coisa vereadores. Q população ja está revoltada com a inércia de vocês.

  • somos contra os politicos

    O Gilbertao, o Beto Mariano, o Mato Grosso, um advogado desconhecido da OAB, Ze’ Luiz do Sindicato e mais um politido que deve estar atras dessa turma toda, tentaram derrubar a Nice e nao conseguiram.
    Vamos ate’ o fim do mandato da Nice assistindo essa guerra de advogados e os problemas da cidade continuam.
    Com os 22 processos do Parini, nao se viu ninguem o processando para derruba-lo.
    Por que sera?

  • Rodrigo

    Venham comigo nas próximas eleições municipais : VOTEM NULO !

  • P GROSSA

    Eh minha gente! depois desta ja estou achando que meu amigo Betto Mariano não vai conseguir atingir seus objetivos nunca! A turma é protegida por grandões!

  • Justiceiro

    Isso demonstra que nossa Câmara e os edis vereadores nao sabem de nada, nao estão preparados para exercer tal função. É uma lástima, falamos aqui com frequencia do Poder Executivo de suas peripécias na administração. Nao podemos esquecer que o povo é representado por esses vereadores que nao tem condições nenhuma de exercer o cargo e de nos representar!!. Acorda Jales

  • Anônimo

    Cardosinho! Será que procede? Dizem que o advogado da prefeita foi quem fez tudo e não podia assinar, pois era advogado do IMPS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *