CÂMARA PEDE EXPLICAÇÕES SOBRE DOAÇÃO DE TERRENO A EMPRESA DE MÉDICO PRESO PELA PF

DSC01994-ed

Na sessão de ontem, a Câmara Municipal aprovou um requerimento endereçado ao prefeito Pedro Callado, onde solicita uma série de explicações sobre a doação do terreno acima, localizado no Distrito Industrial I.

O terreno, doado há muitos anos a uma empresa de materiais de construção, foi retomado pela Prefeitura durante a administração do premiado estadista Humberto Parini, através de ação judicial, sob a alegação de que a empresa não tinha cumprido com suas obrigações.

Posteriormente, já na administração da dupla Nice Mistilides/Aldo Nunes de Sá, o terreno foi doado à empresa Toledo e Oliveira Transportadora Ltda, que tem entre seus sócios o médico Emerson Algério Toledo, o mesmo que foi preso em janeiro pela Polícia Federal.

O terreno foi um dos principais assuntos das conversas entre o vereador André Macetão e o ex-supersecretário Aldo, gravadas por este último. As investigações do Ministério Público concluíram que Macetão queria a assinatura de Nice em um documento que facilitaria o recebimento de um pedido de indenização que a empresa de materiais de construção requereu na justiça. Ela alegava ter feito benfeitorias no terreno e queria ser ressarcida. 

Segundo a Câmara, a empresa de materiais de construção teria desistido, posteriormente, da ação de indenização. De qualquer forma, os vereadores querem saber, agora, qual foi o critério para doação do terreno à empresa do médico.

12 comentários

  • Macetão…sempre ele…será homenageado pelo povo jalesense. Os eleitores dos MACETÕES, elegeram os porcos e dão pérolas aos porcos….E você, Gilbertão….E você, Abrinha…E você, Rosalino…E você, Tiquinho da cadelinha branca…e você, Claudir….cadê a honra dessa câmara municipal?…por que não execram esses dois cânceres da política de Jales?…\há tanto rabo preso assim entre vocês?

  • Grandes negócios

    Nice: Revendedora de produtos do Braz
    Aldo: Vendedor de Carvão para churrasco.
    Grandes empreendedores que em breve estarão gerando mais de 100 empregos diretos e outros 350 indiretos.
    Esta previsão é para até o final de 2016.

  • francisco rocha

    Negócio tá feio pro dotô. E ainda segue preso.

  • Jalesense

    Efeito Macetão, que ainda continua Vereador….afff!!!
    Vamos agir Câmara.

  • Cade os vereadores?

    Diante dessa noticia, esta’ na cara que houve “xuxo”, na doaçao por parte da “ex” e seu colega.
    Sera’ que os vereadores nao perceberam isso ou ficam calados para outra “negociaçao”?
    Precisam de uma gravaçao numa ligaçao telefonica para apurar a denuncia?
    Esse e’ um mal da politica brasileira

  • Niniguem da' comida de graça

    A nossa ex prefeita, quando colocou o Aldo para cuidar dos terrenos do Parque Indstrial, sabia que daquele “mato ia sair muito coelho”.
    Alguns vereadores sabiam que la’ tinha “esquema” e se aproveitaram disso. Pois ninguem e’ bobo.
    Agora, ela esta’ colhendo os restos desse coelho morto e se esse medico abrir o bico? Agora esta’ em moda a delaçao premiada.
    Mas ele ja’ esta’ preso, mesmo.
    Vamos aguardar se vai virar pizza ou delaçao premiada

  • Cardosinho. Em que pé se encontra a situação do vereador Macetão perante seus colegas edis?. Todo mundo calou ali na câmara. Parece que há um cheiro de arrumação dos vereadores para aliviar pro rapaz. Queria saber o que foi feito e o que está sendo feito. Sou cidadão jalesense e tenho direito de saber se estão tomando as providências para sua cassação ou vou ter de comprar um número de rifa pra pizza.

    • Os vereadores e a Câmara estão fazendo o que tem que ser feito. Abriram um processo por quebra de decoro e estão dando ao vereador a oportunidade de se defender. Agora, eles não podem ficar falando por aí que vão cassar ou que não vão cassar o Macetão, pois, nesse caso, estariam prejulgando e poderiam ser afastados da votação.

  • De vitoria brasil

    Tudo farinha do mesmo saco!!o que que esses vereadores trouxeram para Jales, com a Nice so brigando so brigando

  • Anônimo

    É o que digo: Se essa cassação não sair é a prova de que os implacáveis legisladores amarelaram. E se os implacáveis legisladores amarelaram, é porque estão com o rabo preso, preso não, soldado com maçarico. E se estão com o rabo soldado, é certo que temem a língua do cabelo encaracolado. E se temem a língua do cabelo encaracolado, eles tem duas opções: Fazer cafuné nos cachinhos do grandão, ou, fazer cafuné nos cachinhos do grandão. E se isso acontecer, pergunto mais uma vez: São homens dessa qualidade que decide quem é competente ou não nessa cidade?

  • anonimo

    QUERIA SABER SE EXISTE UMA LEI PARA O POVO , TIRAR TODOS ESSES VEREADORES DE JALES, TODOS FORA …..

  • MARCO VÉIO

    ESSA MARACUTAIA ESTÁ SENDO INVESTIGADA, E O OUTRO TERRENO NA RUA DE CIMA QUE VIROU UMA ÁREA DE LAZER PARA SER ALUGADA POR R$ 350,00 A DIÁRIA COM PISCINA E TUDO…
    TERRENO ESTE QUE ERA PRA SER UM DEPOSITO DE UMA EMPRESA DE MATERIAS PARA CONSTRUÇÃO…..

    AGORA QUERO VER SE VAI ROLA ALGUMA COISA EM CIMA DISTO…

    QUEM QUISER VER, BASTA ENTRAR NA OLX QE ESTÁ ANUNCIADA PARA ALUGUEL…….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *