CANDIDATOS INDEFERIDOS TIVERAM POUCOS VOTOS

Em Jales, como já se disse, tivemos seis candidatos a vereador com o registro indeferido pela Justiça Eleitoral. Por força de recursos interpostos no Tribunal Superior Eleitoral(TSE), eles puderam continuar concorrendo, mas os votos que tiveram não aparecem na relação oficial, divulgada na internet.

No entanto, através de uma visita ao Cartório Eleitoral, foi possível saber que a votação dos seis candidatos não foi lá grande coisa. Juntos, eles tiveram 849 votos, mas apenas os 471 votos dados ao vereador José Roberto Fávaro poderiam alterar alguma coisa na formação da Câmara.

Caso Jota Erre consiga reverter o indeferimento de sua candidatura no TSE – o que não vai ser fácil – os 471 votos dele se somariam aos outros 2.559 votos obtidos pelos candidatos da coligação PSDB-PSL e levariam Du Venturini ao trono. Nesse caso, Sérgio Nishimoto perderia sua vaga, mas, por pouco, a vítima não seria Tiago Abra.

A coligação de Tiago (PSB-PV-PCdoB) teve apenas 12 votos a mais que a coligação de Nishimoto (PDT-PTB-PSDC-PRP). 3.659 contra 3.647.  Abaixo, a votação dos candidatos indeferidos:

Mauro Hélio Lopes (PT), o Maurinho Enfermeiro  –  228 votos
Josiel Britos da Silva (PSL), o Jojô  –  28 votos
Altamira Maria Guimarães (PSC)  –  20 votos
Mara Regina de Souza (PSDC)  –  23 votos
José Roberto Fávaro (PSDB), o Jota Erre –  471 votos
Élcio de Souza Oliveira (PSD), o Élcio do Futsal  –  79 votos.

Post Scriptum: Só há uma possibilidade de Nishimoto não ser o degolado, caso Jota Erre consiga o deferimento de sua candidatura. Isso aconteceria se a candidata Mara Regina de Souza, a Mara Fontes, também conseguisse o deferimento. Com os 23 votos dela, a coligação de Nishimoto ultrapassaria a coligação de Tiago Abra, que ficaria na berlinda.

2 comentários

  • anonimo

    depois de acabar a votação, querem validar todos os impugnados, sejam direitos façam coisas certas, votem nas eleições, cumprem as leis, assim voces teram direitos para os votos recebidos sejam validados,

  • josue ferreira da cruz

    sr. cardosinho sempre valorizei o direito de expressão e tambem as opiniões por mais contraditorias que possam ser pois acredito que isto faz parte da verdadeira democracia infelizmente para tristeza minha vejo agora comentarios que não trarão nenhum benefecio frutifero para jales os dois candidatos tem seus valores politicos,morais, espirituais,a disputa tem que ser pelo voto por propostas viaveis que trarão melhorias nos diversos setores publicos de nossa querida jales familia dividida gera confusão corpo dividido se torna fraco e pouco frutifero vamos deixar as diferenças as pecuinhas de lado esta na hora de unirmos e trabalharmos para mudar-mos a historia de jales vamos orar ou rezar como queiram para que haja paz e prosperidade nesta cidade Deus abençoe a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *