CARNE FRACA ARRANHOU IMAGEM DO BRASIL E PREJUÍZOS PODEM SER “ESTRATOSFÉRICOS”, DIZ MINISTRO

A notícia é da Agência Reuters:

images-cms-image-000538563As suspeitas em torno da qualidade da carne brasileira, geradas pela operação Carne Fraca da Polícia Federal, arranharam a imagem do Brasil no exterior e podem resultar em um prejuízo de valores “estratosféricos”, afirmou nesta quarta-feira o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi.

Em audiência conjunta das comissões de Agricultura e de Assuntos Econômicos do Senado, Maggi disse que os importadores de carne brasileira que mais preocupam o governo brasileiro são China e Hong Kong, que ainda não se posicionaram claramente sobre embargos.

“Estamos falando de números estratosféricos, não sabemos o tamanho da pancada que vem por aí”, disse o ministro.

Para exemplificar, Maggi citou números da média diária de embarque de carnes, de cerca de 63 milhões de dólares.

“No dia de ontem tivemos 74 mil dólares”, afirmou o ministro.

Para o ministro, o Brasil pode ter uma oscilação de mercado de aproximadamente 10 por cento, cerca de 1,5 bilhão de dólares em termos anuais.

“É uma estimativa. Nós temos 15 bilhões de dólares por ano de exportacão nesse mercado, se tiver uma perda de mercado de 10 por cento, seria aproximadamente um número desse. É claro que vamos trabalhar para que não aconteça”, disse.

22 comentários

  • Elias

    O que arranhou a imagem do Brasil lá fora é a corrupção do país, é o jeitinho brasileiro de levar vantagem em tudo, agora estão preocupados com imagem? (lucro), faz a coisa certa que imagem nenhuma se queima sozinha. Agora infelizmente devido a malandragem desse povo ladrão e corrupto mais uma vez quem vai pagar o pato e a conta são os trabalhadores, estes sim vão sentir no bolso, tanto os que serão demitidos por causa dessa podridão quanto ao resto da população que de um jeito ou outro serão utilizados para cobrir mais este rombo

  • O sincero

    Se o lula não tivesse mandado o BNDS soltar dinheiro para a friboi e as demais, nada disso teria acontecido,
    Alias… Noticias que o BNDS financiou corrupção até países do exterior e os chefões desses países afirmaram que sem o lula, não seria possível conseguir fazer isso…
    Parabéns ao PT que alem de financiar a podridão dos frigoríficos também esta exportando corrupção para o mundo!

  • LUKE

    E por falar em carne – frigoríficos, alguma novidade sobre o frigorífico do lado fazer Facip? Cada um conta uma história…

  • O toma lá dá cá da carne!

    Com certeza, o setor da carne sempre viveu agarrado no governo que sempre socorreu os frigorificos com gordos emprestimos e os grandes empresas da carne sempre deram dinheiro para campanha via caixa 1 e 2 dos politicos.
    O TCU apurou que na era Lula/PT(2002-2013), o BNDES emprestou R$ 12 bilhões ao JBS (a juros subsidiados e abaixo da inflação). que deve ser o maior devedor do governo.
    Com Juros que o povão nem sonha que existam, o emprestimo gerou um prejuizo de R$ 614 milhões para comprar 3 frigorificos nos EUA ( para dar empregos aos americanos) mais um banco.
    Agora, a PF descobriu que Dilma deu “anistia” para o Friboi de R$ 30 milhões para essa dívida com o BNDES certamente para retribuir a doação da campanha eleitoral.
    No Governo Lula, BNDES trocou R$ 3,4 bilhões emprestados por ações da JBS . Com isso, o governo se tornou sócio da empresa (agora, quebra!) por isso, diziam que Lulinha era sócio da Friboi ( nada, comprovado). Neste caso, Lulinha vai quebrar!
    A empresa é a maior financiadora de campanhas publicas a presidente e a deputados (30% dos deputados).
    Como se vê é o velho esquema : o dinheiro vem de emprestimos do BNDES e volta para os politicos via propina e campanha ( caixa 1 e 2) portanto eles podem vender carne podre pois pagam por isso, ao governo
    Nós, contribuintes pagamos por isso

  • Parte da carne podre da politica, vem aí!

    Até agora, a policia federal mostrou só a parte podre da carne mas prendeu os fiscais e o chefe da fiscalização (ou do esquema) que agora deverão delatar a parte podre dos politicos.
    Os frigorificos pagavam ao esquema para manutenção da fiscais corruptos — que faziam parte do esquema — em sua empresa.
    Como isso envolvia muito dinheiro, o esquema mandava dinheiro aos politicos de o Paraná, Goias e Minas.Assim todos ganhavam dinheiro!
    Portanto, vem chumbo grosso por ai, com os politicos do PMDB pelo que se sabe
    Por enquanto

  • COXINHAS BATEDORES DE PANELAS— As irregularidades apontadas na Operação Carne Fraca da PF, fizeram as exportações despencar escada abaixo .
    Da média diária de US$ 63 milhões, os embarques caíram para US$ 7 milhões, segundo informações do Ministro da Agricultura em uma reunião no Senado, ” nos nem imaginamos o tamanho da pancada que vamos levar”;
    Isso é mais uma do governo Temer e eu estou rindo a toa com as caras de choro da Bancada Ruralista, na Câmara e no Senado. Viva o Friboi que não é do Lulinha mas era administrado pelo Ministro Meirelles.

  • SINCERIDADE######## vamos ver quem o BNDES favoreceu no governo de FHC:— BNDES favoreceu Globo no governo FHC.
    Relatório mostra que grupo Globo recebeu 2,5 vezes mais recursos públicos do que todas as demais empresas concorrentes em um mesmo período, o que coincide com a reeleição e o segundo mandato de FHC

    Mirian Dutra ex- amante de FHC: relações privadas, implicações públicas, que precisam ser investigadas.
    Em entrevista ao Diário do Centro do Mundo, Mirian Dutra, ex-jornalista da TV Globo com quem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) teve um relacionamento extra-conjugal, disse que em 1997 estava cansada de ficar na “geladeira” na sucursal da empresa em Portugal. Quis ir para a sucursal de Londres, mas a rejeitaram. Disse ao então diretor de jornalismo da TV Globo, Evandro Carlos de Andrade, que a escalassem para trabalhar no Brasil ou pediria demissão. Segundo ela, Evandro disse a subordinados: “Ninguém mexe com essa mulher. Ela mostrou que tem caráter”.
    Porém, os planos de Mirian de voltar ao Brasil chegaram aos ouvidos de Luís Eduardo Magalhães, na época presidente da Câmara dos Deputados, eleito pelo extinto PFL, de quem ela diz ter sido amiga desde antes de conhecer FHC. O deputado a convidou para um almoço, levou o pai, ex-senador Antônio Carlos Magalhães (também PFL-BA), que lhe disse não ser hora de voltar, pois FHC disputaria a reeleição e ela deveria ter paciência. “Foi quando entendi que eu deveria viver numa espécie de clandestinidade”, disse Mirian.
    Então decidiu comprar um apartamento em Barcelona e ir para lá, como contratada da Globo. A empresa topou mas, mesmo pagando a ela um salário de € 4 mil (cerca de R$ 18 mil), jamais a acionou, nem aprovou ou exibiu qualquer pauta sua em muitos anos.
    – Me manter longe do Brasil era um grande negócio para a Globo. Minha imagem na TV era propaganda subliminar contra Fernando Henrique e isso prejudicaria o projeto da reeleição.

    – Mas o que a empresa ganhou com isso?

    – BNDES.

    – Como assim?

    – Financiamentos a juros baixos, e não foram poucos.

    De fato, o TCU abriu processo de tomada de contas para investigar favorecimento à Net Serviços (operadora de TV a cabo criada pelo Grupo Globo e vendida depois para o grupo mexicano de Carlos Slim). O relatório TC 005.877/2002-9 analisou o período de 1997 até o início de 2002 e concluiu que o BNDES repassou 2,5 vezes mais dinheiro para o Grupo Globo do que o repassado para outras empresas do mesmo ramo que pleitearam empréstimos junto ao banco público.
    Ou seja, a cada R$ 3,50 liberados pelo BNDES, R$ 2,50 foram para a Globo, restando portanto apenas R$ 1 para todas as concorrentes do mesmo ramo.
    FHC pode e Lula não pode?

  • SINCERIDADE—— LULA NÃO PODE EMPRESTAR DINHEIRO ATRAVÉS DO BNDES A OUTROS PAÍSES E EMPRESA E O FHC PODE?

    o governo de FHC manteve parcerias e intercâmbios com Cuba de Fidel Castro na época, e empréstimos à “Venezuela chavista”, no governo FHC o BNDES emprestou US$ 107,5 milhões para a construtora Odebrecht abrir uma linha do metrô de Caracas, sob o governo de Hugo Chávez.
    Qual a explicação seus golpistas.

  • SINCERIDADE —o conteúdo dessa reportagem foi retirado da Carta Capital, O Globo, G1,, Estadão, Folha de São Paulo nos anos de 2013 a 2016, mostrando mais ou menos colmo funciona e por que o BNDES nos governos de Lula, Dilma e FHC.::::——-

    Obra do metrô em Caracas, feita pela Odebrecht.
    Por que o Brasil está certo ao investir em Cuba.
    Temor de crise na China ignora a força da urbanização e da economia.
    Os investimentos asiáticos avançam no mundo.
    O financiamento público de obras de empresas brasileiras no exterior, criticado por alguns com o argumento de que deveria ser canalizado para a infraestrutura do País, é crucial para a geração de empregos e de receita em dólares necessária à redução do déficit da balança comercial de serviços, em rápida expansão. A conclusão baseia-se nas avaliações de especialistas e empresários ouvidos por Carta Capital, Estadão e Folha de São Paulo. Eles defendem não somente a manutenção dos financiamentos do BNDES a essas obras, como a sua ampliação, por causa do impacto positivo na economia brasileira e ao acirramento da concorrência no exterior.
    O déficit na balança comercial de serviços atingiu 47 bilhões de dólares em 2013, mas o grupo de serviços de engenharia obteve um superávit de 3,5 bilhões de dólares. Como o financiamento é concedido ao país que receberá os bens e serviços, o BNDES recebe em dólares dos governos locais e paga em reais às empresas brasileiras contratadas.
    Com 2% das exportações mundiais de serviços de engenharia, o Brasil tem 18% de participação no mercado na América Latina e Caribe, atrás apenas da Espanha (30%). Os Estados Unidos detêm 14%, e a China, 12%. Na África, as empresas brasileiras têm 4% do mercado e a China, 45%. Há dificuldade para crescer. Os principais concorrentes oferecem melhores condições para suas empresas se posicionarem nesse mercado, o que significa, basicamente, mais e melhores financiamentos.
    Segundo estudo da LCA Consultores, cada 100 milhões de dólares investidos pelas construtoras brasileiras no exterior gera ou mantém 19 mil empregos no País. Os negócios movimentam uma cadeia de mais de 2 mil empresas nacionais, das quais 76% são micro e pequenos estabelecimentos.
    A parceria abre novos canais no comércio exterior. Do universo de 250 fornecedoras pesquisado pela LCA, perto de 33% tornaram-se exportadoras a partir da atuação com as construtoras. “A dinâmica do setor nos permite afirmar que a tão buscada cultura de exportação pode ser alcançada por meio de serviços de engenharia”, diz José Augusto de Castro, presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil.
    “Como a nossa base exportadora é muito concentrada, a internacionalização de pequenas e médias empresas fornecedoras das construtoras tem um efeito pulverizador muito positivo”, diz Luciene Machado, superintendente da área de comércio exterior do BNDES. A exemplo da maioria das agências de fomento de outros países presentes no setor, o banco brasileiro deveria financiar a totalidade do projeto, e não apenas a parte nacional, de 80% do investimento, em média, afirma a economista. “Nossos competidores têm essa vantagem, mas é um debate difícil em um momento em que o próprio apoio às exportações é contestado aqui.” O total de crédito disponibilizado pelo BNDES em 2012 foi de 5,5 bilhões de dólares, ante 35 bilhões pela China e 40 bilhões pela Espanha.
    Um exemplo do potencial do setor é o das exportações para a Guiné Equatorial, que passaram de 11 milhões de dólares em 2006, quando a construtora mineira ARG iniciou a construção de duas rodovias no país africano, para 63 milhões em 2013. Na esteira da obra de infraestrutura financiada pelo BNDES foram exportados tratores, matérias-primas para asfalto, pneus para ônibus e caminhões, carnes, arroz, relógios, chocolates e camisas masculinas. Os industrializados representam 67% dos embarques para a Guiné Equatorial, acima dos 51% da pauta de exportações do País.
    Os investimentos brasileiros em infraestrutura financiados pelo BNDES estão distribuídos em mais de dez países, Angola, Argentina e Venezuela incluídos.
    Tem muita ignorância de coxinhas golpista em escrever textos baseados em repostagens e ignorante que a acha que Lula e Dilma não pode mas FHC pode.

  • Jararaca

    A arroba do boi despencou e a vaca foi pro brejo. Os pecuaristas já estão arrependidos de terem apoiado o Temer e com saudade dos bons tempos do Lula.

  • Zé Lote

    Bem feito para os pecuaristas. Quem mandou eles apoiarem o Temer.

  • COXINHA ARREPENDIDO

    Calma gente! Com esse bando de incompetente que que está no governo Temer a coisa vai piorar muito mais.

  • Abraham Lincoln

    Preciso dizer logo de início que também achei muito imprudente a forma como se deu a divulgação dos dados colhidos pela Polícia Federal durante a investigação. Obviamente as interpretações das conversas interceptadas foi falha e causou alarde desnecessário.
    Agora, o que não se deve fazer é condenar as operações da Polícia Federal ou mesmo a própria polícia pela falha cometida na divulgação dos dados. A investigação tinha a finalidade de desmantelar uma quadrilha de funcionários públicos corruptos e, neste intento, foi eficaz.
    Ora, criticar a polícia porque ela investiga crimes, sob o argumento de que os resultados das investigações podem comprometer a economia de determinado setor é uma prática absurda, normalmente perfilada pela esquerda. Há quem diga: “Nossa, a polícia federal ferrou com o setor da construção civil!” Não. Quem ferrou com a construção civil foram as grandes empreiteiras que ao longo dos anos adotaram uma prática corrupta na busca receitas viciadas. Penso eu que é melhor o tratamento quimioterápico, ainda que com seus deletérios efeitos colaterais, que as mazelas e injustiças causadas pelo câncer da corrupção e da manutenção do poder pela exploração dessa forma de governabilidade miserável.

  • Uma coisa que não foi questionada pelo governo, mas que tem grande vantagem: porque os órgãos sanitários dos países importadores não detectaram e embargaram a carne brasileira antes? (segundo a Policia Federal, havia um ano e meio de acompanhamento e investigação) Porque eles não tem? Por que não analisam o que compram? Ou querem se aproveitar da situação e fazer leilão com os produtos que estão “em trânsito” nos oceanos?
    Ninguém tem esse volume de carne para atender o mercado consumidor internacional, de uma hora para outra!

  • ELE

    A apuração Carne Fraca, apesar de ter alguns ex-alunos do D.A, não querer condenar as operações da PF e principalmente a própria policia anda, junto com Moro e o PMF, colocando no fundo do poço a economia brasileira, que já esta chegando a casa de 14 milhões de desempregados, principalmente pelas paradeiras nas empresas brasileira e agora a PF em nome do Moro$$$$$$$$$, inventa a Operação Carne Fraca, tendo como único intuito de fazer com que a população e a mídia brasileira tirem o foco, das mudanças da Previdência e da Terceirização dos trabalhadores, que são os dois pontos mais principais da direita fascista, o que os mesmos não pensaram foi que o tiro foi dado no pé do próprio governo , da economia , dos grandes fazendeiros e da bancada ruralista na Câmara e no Senado ( isso eu gostei ) só não gostei do aumento do desemprego que isso causou, mas por outro lado o preço da carne deverá baixar, dando a oportunidade para os mais necessitados terem carne na mesa.
    Tudo isso porque o delegado da PF Grillo deu o passo maior do que as pernas como sempre a fim de se aparecer na mídia, pois a operação não era e nunca foi por causa da qualidade da carne, pois a mesma não por ser brasileira é considerada uma das melhores do mundo. . A Operação tinha sim o intuito de prender fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento em um esquema da liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos., Quem ainda defende a PF são os Paneleiros da Direita e lembrando sempre a esses que as delações da Odebrecht, agora sim estão fazendo surgir os golpista na sua maioria do PSDB, DEM e PMDB, os verdadeiros corruptos, que estão até querendo colocar em votação com as benção de Gilmar Mendes que caixa 2 não é crime.
    Não se critica a policia porque a mesma investiga o crime, critica a mesma por ela ser um joguete, junto com o Juiz Moro e o MPF do governo de direita brasileira isso sim é uma pratica absurda e suja, coisa que normalmente a esquerda não faz por ideologia e pensando sempre, nas classes sociais, em todos os níveis A Fenapef emitiu um posicionamento, sobre os agentes federais dessa operação, criticando o delegado Palhaço Maurício Moscardi Grillo, por ter adotado uma prática, muitas vezes, com caráter somente midiático, que vem sendo adotada apenas pelos delegados federais.
    Inclusive o juiz responsável pela operação Carne Fraca, diz que nunca houve nenhuma investigação tendo como foco a qualidade dos produtos vendidos no Brasil e pelo Brasil, pois não a duvida sobre os produtos brasileiros
    Veja o tamanho da Burrada da PF e dos que a defendem:– o magistrado disse que, até o momento, não há nenhum indício de que produtos comercializados pelas empresas investigadas possam fazer mal a saúde.
    Lógico depois da burra feita inventam as desculpas mais calamitosas, o estrago já foi feito e tem ex- alunos que defendem o estrago..
    O tratamento quimioterápico deveria ser feito na direita brasileira, PF Juiz Moro , MPF e de quem acredita nestas besteiras.

  • BIGODE GROSSO

    A verdade é uma só,

    Bezerro a R$ 1.500,00
    Picanha a R$ 49,90

    Nunca foi realidade!

    Quero voltar a compras picanha por R$ 29,90.

    Próximo operação da polícia deveria ser na cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *