3 comentários

  • Temer voltou!

    A liberação do porte de armas foi uma promessa de campanha de Bolsonaro. O povo aceitou e votou nele!
    Resolver a questão do emprego, da saúde, da educação e da moradia é uma grande mentira! Nenhum governo resolve nem o PT que ficou mais de 13 anos — governando. Com muito dinheiro!
    Depois da roubalheira do governo por 15 anos, o povo quis a volta dos militares. Votamos em Bolsonaro, um deputado militar que não fez nada por muitos anos. Sem capacidade alguma.
    Ele tirou grande parte dos políticos do governo para encher de militares, dos evangélicos, dos aliados do escritor da direita Olavo de Carvalho. Todos sem experiencia! Agora vemos muitas brigas entre eles. Gerando pequenas crises.
    Pelo menos, saiu do noticiário da mídia, os fatos de corrupção dentro do governo para falar em brigas.
    Porem, Temer voltou a cadeia. Será que fica?

    • Rapizodia

      Acho que a batata dele tá bem quente. Os relacionamentos políticos que outrora minimizavam ou protelavam condenação de político estão bem nulas agora e ele sabe disso ao ponto de exclamação ‘conseguiram acabar com minha vida’. Se tivesse a oportunidade de falar com ele eu diria: você destruiu a vida de milhares de brasileiros trabalhadores. Que pague pelo que fez, pois é o que se ganha com uma vida de corrupção e conspiração.

  • Rapizodia

    Essa questão do armamento sempre foi defendida pelo Presidente, quem votou concordou, pois na campanha ele foi veemente sobre isso. A maioria que votou nessa opção, fechou os olhos e foi, não se preocupou em aprofundar a discussão de temas quando não obrigou o então candidato a fazer debates e se esclarecer, agora é tarde, resta somente a pouca lucidez do Congresso para minimizar mais este estrago. Não sou totalmente contra o desarmamento, algumas áreas realmente tem que ser contempladas, por exemplo a rural, mas acredito que antes do armamento, deveríamos discutir a segurança jurídica para quem usar arma de fogo, por exemplo: sujeito invade sua casa e você o mata descarregando nele sua arma, como a justiça vai interpretar? Você usou de excesso, teremos que verificar se você foi acometido ou não de elevado estresse emocional, caso contrário você deveria ter dado apenas um disparo na perna para não haver dano fatal, obrigar aviso prévio antes do disparo, foi feito aviso ou não, ou ainda e acho que eu seguiria este princípio, sujeito invadiu, independentemente das consequências ao invasor, é legítima defesa, o procedimento não deve passar da investigação policial, salvo contradição. Vejam que cito apenas uma situação, mas são inúmeras a se discutir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *