4 comentários

  • PT não desiste!

    As mensagens — compradas pelo PT e divulgadas por um site de aluguel — tinham como endereço certo, anular as decisões do então juiz Moro para soltar Lula e os demais presos da Lava Jato sob o argumento da falta de imparcialidade do magistrado. No entanto, o Judiciário dizia ter pouca margem de manobra. Ou melhor, não deu certo!
    A investigação da Polícia Federal sobre o grupo preso de 4 hackers suspeitos liderados por Walter Delgatti, que reconheceu ter copiado conversas de procuradores da Lava Jato, deu origem a uma disputa jurídica que deverá se estender nos tribunais: qual o destino a ser dado às mensagens e quem poderá ter acesso a elas?
    Moro antecipou que pretende destruir as conversas, sob o argumento de que são imprestáveis. Embora não caiba a Moro essa decisão, e sim ao juiz do caso, a pretensão já foi atacada pela OAB que peticionou para que o juiz se abstenha de destruir as provas. Agora eles estão brigando para resolver o que fazer com as provas
    PT perdeu aguerra! Mas quer processar o ministro Moro por ele querer destruir as provas kkkkkk
    Vai que cola?

    • Rapizodia

      O que você faria se em processo teu você viesse a saber que o juiz juntou com promotor prá te ferrar!? O que você faria se logo depois do ferro, você tivesse prova disso!?

    • Thiago

      PT não desiste!

      Pois é… parece aquela criança mimada que não pode ser contrariada, dizem que segurar o choro faz mal ao psicológico, deixe que chorem

  • Inocência e do estado de mato grosso e nao de goias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *