1 comentário

  • PC Farias retorna! É bom ficar quietinho.

    Investigado pelo MP do Rio, Queiroz é suspeito de praticar a chamada rachadinha —com servidores comissionados devolvendo parte dos salários. Muito comum na politica, principalmente na politica carioca. O ex-policial trabalhou no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de 2007 a 2018.
    A investigação, que também tem Flávio como alvo, foi suspensa pelo presidente petista do STF, Dias Toffoli, após pedido da defesa do senador. Bolsonaro fez um acordo com ele!
    O ministro determinou a paralisação de todas as investigações no país que tenham utilizado dados detalhados de órgãos de controle —como Coaf, Receita Federal e Banco Central— sem autorização judicial.
    Queiroz é amigo de Bolsonaro desde 1985, é a “pedra do sapato” de Bolsonaro alem de seu ministro do Turismo, envolvido em candidaturas falsas (laranjas) para pegar o dinheiro do fundo partidário.
    Queiroz é o PC Farias de Bolsonaro, que foi eliminado quando já não mais servia a organização de Collor porque sabia demais, pelo visto Queiroz ainda está dando as cartas, e está sendo protegido pela familicia no poder.
    Mas até quando?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *