3 comentários

  • Projeto de lei discute fake news. Fofocar ou não? Eis a questão!

    Desde a eleição de Dilma, políticos estão se utilizando das fofocas politicas para se elegerem. Esse rol de políticos inclui o Bolsonaro, que conseguiu ser eleito e se mantém no poder se utilizando da propagação de fake news. Ele perdeu o apoio da mídia por isso utiliza-se das fakes.
    Bolsonaro cortou a verba da Globo, Estadão, Folha, Veja, e outros. Que sempre viveram de gordas propagandas publicas. Petrobras, Banco do Brasil, Caixa, e outras sempre financiaram programas de tvs. Sempre mamaram no governo. Acabou o dinheiro!
    Tem um projeto, nas mãos do Bolso para assinar. O Congresso já mostrou em diversas ocasiões que, mesmo que o presidente venha a vetar, ele derruba, e a lei termina sendo implementada de acordo com a versão que o Congresso deseja. O que se espera nesse momento é um diálogo entre as diferentes forças políticas, ou seja, que essa questão seja tratada de forma suprapartidária,

    • rapizodia

      Essa questão das verbas publicitárias do Estado não tem nada haver com cortes econômicos como algo relacionado à boa administração, é tão somente relacionada ao posicionamento ideológico ou alinhamento parceiro. Qualquer dos veículos de mídia boicotada tivessem alinhados ao governo continuariam a receber seu quinhão e tudo seriam flores, mas há quem ache que tudo se resume a boas práticas de governança administrativa e não é não, o que há é uma balburdia demente desenfreada por parte do governo e seria quase suicídio aderir, pois a história não perdoa e no caso específico da Globo que sabe bem o preço disso, pois já cometeu esse erro ao se alinhar à ditadura, quem não se lembra do programa ‘Amaral Neto, o repórter’.
      As verbas publicitárias do Estado são as mesmas e apenas estão sendo reposicionados, ou seja, seguem para setores alinhados e que simplesmente ignoram todo as mazelas e negligências governamentais em troca de sua parte na bolo e se lixam para sua independência, pois do contrário não sobreviveriam já que seus programas e conteúdos são de baixa qualidade, vejam o exemplo do SBT, está em seus últimos suspiros, sem seu Ícone octogenário simplemente desaparecerá e não demora, foi assim com a rede Manchete após a morte de Adolpho Bloch.

      • POR ENQUANTO É SÓ UM AVISO.

        SÓ PARA ENTENDER…..
        REDE GLOBO DESDE ONTEM, DURANTE APRESENTAÇÃO DO JN, ESTA FORA DO AR (CANAL ABERTO), SERÁ QUE SERIA UM AVISO AÕS “IRMÃOS” MARINHHO ?.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *