2 comentários

  • Thiago

    Rapaz, os maricas ficaram p da vida com essa fala do Bozo kkkkkkkkkkkkkk

  • Bolsonaro é bom artista! Quer desvia a atenção

    Bolsonaro lançou mão de um comentário homofóbico — como fez tantas vezes ao longo de sua carreira política. –para se queixar da crise do coronavírus, de como está sendo administrada e da atenção midiática que recebe. “Temos que deixar de ser um país de maricas”.
    Bolsonaro, conhecido negacionista da gravidade da doença, governa um dos países mais afetados do mundo, com 162.000 mortos e a caminho dos seis milhões de infectados. Ele comemorou a suspensão do teste clínico da vacina chinesa. Insultou homossexuais, pela primeira vez se referiu a Joe Biden desde as eleições nos EUA, mas não para cumprimentá-lo, e gabou-se do poder de dissuasão militar diante dos EUA
    Foi mais um dia marcado pelas palavras do presidente, que pisou no acelerador, possivelmente com os olhos voltados para o primeiro turno das eleições municipais.
    Bolsonaro é um artista que desvia a atenção dos problemas relevantes como o desemprego, a inflação ou a recém-formalizada acusação de corrupção contra o filho mais velho. Fica incomodado que o coronavírus ainda esteja no centro do debate político porque é um campo em que seu principal rival, João Doria, se movimenta bem.
    Nenhum dos dois é candidato às eleições para prefeitos e vereadores, mas cada um apoia um candidato em São Paulo, a cidade mais rica e populosa do Brasil, onde o homem do presidente, Celso Russomanno, está bem atrás do atual prefeito nas pesquisas, Bruno Covas, apoiado por Doria certamente vai ganhar.
    Enfim, as derrotas de Trump, de Russomano e de Crivella. Mais a vacina chinesa, Dória, a acusação de seu filho, o desemprego, a crise do coronavirus, e outros. Estão deixando o presidente de cabeça quente! Por isso, quer desviar a atenção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *