CLIMA ELEITORAL ESQUENTA EM SANTA FÉ DO SUL, COM DIVULGAÇÃO DE VÍDEO CALUNIOSO

A notícia é do portal do amigo Ilson Colombo, o Informa Mais:

A Polícia Civil de Santa Fé do Sul está investigando a veiculação de um vídeo que está circulando em WhatsApp com adjetivos caluniosos a dois candidatos da cidade e alguns de seus simpatizantes.

Os ataques têm como alvo os candidatos Faíco (PMDB) e Elena Rosa (PTN) e alguns de seus simpatizantes que são rotulados como coordenadores de suas campanhas. Os adjetivos utilizados são os piores possíveis.

A primeira reação contrária ao vídeo “calunioso”, foi da coordenação da coligação do candidato Ademir Maschio que não aparece no vídeo e nenhum de seus simpatizantes. Marcelo da Silva Vilela de Souza que é presidente do PP – Partido Progressista registrou Boletim de Ocorrência de preservação de direito, que declarou que a coligação “Prá Frente Santa Fé” e que ele recebeu o referido vídeo e que no entanto é contra este tipo de atitude política. Vilela declara no BO que espera que sejam tomadas as providências identificando o autor ou autores do vídeo. O boletim de ocorrência também foi protocolado na Justiça Eleitoral.

A coordenação da coligação “Muda Santa Fé” de Faíco (PMDB) que aparece no vídeo lamentou o triste episódio. O presidente Juninho Zocarato que é o presidente do partido de Faíco, já encarregou sua assessoria jurídica para tomar as providências e lembrou que na campanha de 2012 ele também se tornou vítima das mesmas calúnias na mesma modalidade, espalhando vídeos inverídicos a seu respeito. Para Zocarato, estes ataques não ajudam em nada e os eleitores são inteligentes o suficiente para escolherem o seu candidato. “Os eleitores já sabem em quem votar e estas estratégias não mudarão o pensamento dos santafessulenses”, disse Zocarato.

Para Paulo Toniol, assessor jurídico da coligação “Santa Fé de Coração” da candidata Elena Rosa, trata-se de uma atitude muito maldosa tentando desqualificar pessoas e atingindo famílias. A coligação também procurou a Delpol para registrar boletim de ocorrência e espera que seja identificado o autor do vídeo. “Esperamos uma disputa limpa com debates de ideias e somente assim o eleitor poderá fazer sua melhor escolha”, disse o advogado.

O coordenador da coligação “Prá Frente Santa Fé” de Ademir Maschio, Marcos Favaleça, também lembrou que sua família se tornou vítima de ataques dessa maneira em eleições anteriores e que seu candidato (Ademir) não pactua com essas agressões. “Temos pessoas que estão se propondo a fazer o bem para nossa cidade, todos os três são qualificados e são comprometidos em apresentar bons planos de governo e, esperamos que isso sim possa definir o vencedor do pleito eleitoral”, disse Favaleça.

8 comentários

  • cardosinho, explica ai pra gente; Qual o voto que nao vai para legenda , não ajuda a ninguem, o branco ou o nulo?

    • Voto na legenda é só na eleição para vereador. Por exemplo: ao invés de votar no Dito Bracinho, você vota no número 25 para vereador. O voto vai para o coligação. É um voto que ajuda, sobretudo, os mais votados de cada coligação.

  • JUMENTO

    Cardosinho eu acho que você não entendeu a pergunta, eu não entendi sua resposta, você é um cara inteligente responda com precisão …….. obrigado

  • paula tejano

    simples,, eu nao voterei em ningem em jales, nem para prefeito e nem pra vereador, se eu votar em branco ou nulo, algum candidato ou alguma legenda tera algum beneficio? porque uns dizem que votar en branco acaba ajudando um partido outros dizem que é o voto nulo. gostaria de saber para nao ajudar ninguem .

  • Em Jales não vale mais a pena votar em ninguém ,política aqui virou interesse próprio e cabide de emprego, a cidade estagnou ,daqui pra frente Jales será uma cidade de aposentados e funcionários públicos,como tantas q já existem por aí,q arrumar sua boquinha arrumou q n arrumou trata de dar no pé q aqui já era.

  • HACHID

    Cardosinho,
    nao terá oposição de vereadores na eleição de jales?
    tipo.. será tudo lindo e perfeito 4 anos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *