CORONAVÍRUS DERROTA GENERAIS DE BOLSONARO

Deu no Brasil 247:

Em sua coluna na Folha de São Paulo, o jornalista Nelson de Sá informa sobre o destaque que a agência Reuters dá à pandemia da Covid-19 no Brasil, que “passou os EUA em mortos por dia” e “pode passar de 125 mil mortos em agosto, diz estudo dos EUA”. 

jornalista da Folha relata que a Reuters fez “longa investigação”, que mobilizou seis repórteres e saiu por New York Times e outros, mostrando como “Bolsonaro colocou generais para combater”, ressaltando que o Brasil “está perdendo a batalha”.

A Reuters rememora que quando o general Braga Netto assumiu a Casa Civil, esta promoveu uma “intervenção” e diluiu a ordem do Ministério da Saúde para cancelar cruzeiros e eventos.

De acordo com a agência, foi o primeiro de vários movimentos em que “o poder foi mudando da Saúde para a Casa Civil liderada por um general do Exército”. Saíram dois ministros da Saúde e “o interino agora é outro general do Exército”. Ambos e vários outros liderados por “um ex-capitão de extrema direita do Exército”.

A Reuters também cita que Solange Vieira, “aliada de Paulo Guedes” no governo, disse, diante das projeções feitas pela Saúde em março: “É bom que as mortes se concentrem entre os idosos. Melhorará nosso desempenho econômico, reduzirá nosso déficit previdenciário.”

Nelson de Sá também comenta em sua coluna a repercussão na imprensa estrangeira dos ataques de Bolsonaro à liberdade de expressão no Brasil. 

1 comentário

  • Bolsonaro e suas "pernas cortadas"

    Por capricho, Bolsonaro mandou embora dois médicos (ministros da saúde) que não lhe obedeciam. Fez bobagens! principalmente o Mandetta. Colocou um general que dizem ser provisório.
    Bolsonaro não tem autoridade nenhuma nesta crise, graças ao STF que passou o comando para os governadores e prefeitos. Nem academias, Bolsonaro conseguiu abrir.
    Portanto a responsabilidade do Bolsonaro é socorrer a população desempregada (auxilio emergencial), as empresas, o comercio, os estados e municípios. Essa parte do dinheiro que não funciona. A ajuda financeira demora a sair. O governo não tem dinheiro. Vai ter que vender os bancos, empresas, etc
    Muita gente acha que Bolsonaro erra ao priorizar a economia e banalizar medidas recomendadas pela OMS contra a Covid-19. O impacto econômico tende a ser maior do que o de saúde pública.
    Esse é um problema que o Bolsonaro vai ter que resolver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *