DE ALEXANDRE FROTA PARA EDUARDO BOLSONARO: “VERGONHOSA É A RACHADINHA DO SEU IRMÃO E DO QUEIROZ”

Deu no portal Metrópolis:

O deputado Alexandre Frota, ex-PSL e agora no PSDB-SP, saiu em defesa de João Doria e rebateu os comentários do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ironizando a sua indicação como embaixador, afirmando que “papai deu de presente uma embaixada nos Estados Unidos”.

O motivo foi um comentário do filho de Bolsonaro sobre João Doria, governador de São Paulo, afirmando que “é um político que muda a favor do vento”. “Infelizmente, o Doria tem se apresentado para a sociedade como político que é a favor do vento. Pega carona com PT, com Bolsonaro. É lamentável, vergonhoso. Precisamos um lado. Isso divide voto, mas demostra muito do caráter da pessoa”, disse Eduardo.

Frota não gostou. “Já te vi querendo fechar o STF com Jipe, com soldado. Depois o vento soprou para outra direção e você se calou diante da decisão do Gilmar Mendes para salvar o teu irmão. Vergonhosa é a rachadinha que o seu irmão [o senador Flávio Bolsonaro] e o Queiroz [Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio] fizeram”, disse Frota.

O deputado enfatizou que mudar de opinião é comum no mundo político e lembrou que “seu pai, Bolsonaro, pensou em substituir os ministros do STF, lembra? Agora, ele é Toffoli desde criancinha. Depois da eleição, todos mudaram de opinião. Teu pai mudou nove vezes de partido já votou com PT, PSC e agora com PSL“.

O ex-ator insinuou má-fé do presidente Bolsonaro ao mexer no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), na Receita Federal e na Polícia Federal. “Isso sim é lamentável”, destacou.

2 comentários

  • Eleitor do Frota

    Frota Forever! Meu voto não foi em vão! Chupa PETE! Chupa Rachadinha! Chupa seus retardados que votaram no mito é ainda defendem ele!

  • De ex pornô a deputado

    Ninguém imaginava que o ex-ator global, ex-Casa dos Artistas, ex-pornô Alexandre Frota surpreendesse pela atuação no Congresso e na articulação política, em sua atual encarnação como deputado.
    Frota foi importante interlocutor de Paulo Guedes na tramitação da reforma da previdência na casa.
    No começo do governo, considerava-se homem de confiança de Bolsonaro. Esteve em sua casa no dia da posse, e vinha sendo cogitado para se transformar no homem forte da política cultural.
    De adorador de Bolsonaro, porém, em poucos meses Frota se transformou em persona non grata, culminando com a ruidosa saída do PSL, há quase 2 mêses, rumo ao PSDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *