DEPOIS DA JOVEM PAN, A BAND TAMBÉM AFASTA MARCO ANTONIO VILLA

O professor Villa passou anos metendo o pau no PT, sem ser incomodado. Agora, em apenas dez meses de Bolsonaro, ele já foi afastado de dois programas radiofônicos, provavelmente por conta de seus comentários críticos ao governo. Deu no Brasil 247:

Cerca de quatro meses depois de ter sido afastado – com férias compulsórias – da Jovem Pan, Marco Antonio Villa, crítico ferrenho do bolsonarismo, deixou de apresentar o “Jornal Primeira Hora”, na Rádio Bandeirantes. Segundo um comunicado da empresa, foi uma decisão de “comum acordo”.

O governo de Jair Bolsonaro tem pressionado meios de comunicação a aderir ao governismo em troca de publicidade.

Nesta quinta-feira 31, Villa fez um comentário duro contra Bolsonaro e seus filhos, que segundo ele cometeram “crimes” e têm “ligação com a marginalidade”, de forma incomparável a outros governos. “Nunca na história do Brasil um presidente da República teve ligações desse tipo”, declarou. 

Leia o comunicado da Bandeirantes, postado pelo deputado Alexandre Frota (PSDB-SP):

2 comentários

  • A língua afiada calou-se, mais uma vez

    Certamente o jornalista sai Rádio Bandeirantes pelos mesmos motivos que saiu da jovem pan.
    Quando a Rádio Bandeirante contratou certamente sabia das críticas do jornalista em relação ao governo.
    Quando o jornalista critica. A responsabilidade é da empresa. Ela não quer ter confronto com o governo. Portanto nenhum empresa de notícias tem independencia. Pois depende do governo.
    No momento o grupo Bandeirantes mantém uma relação boa com Bolsonaro que tem a polpudas verbas publicitárias nas mãos.
    Entre o presidente e o jornalista certamente o grupo Bandeirantes preferiu o Bolsonaro

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.,

    TOMA OTÁRIO, abraça a direita,. agora aguenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *