DESMORALIZADO, BOLSONARO APAGA NOTÍCIA MENTIROSA QUE PUBLICOU EM SUAS REDES SOCIAIS

Para um mentiroso contumaz feito Bolsonaro, todo dia é dia de mentir, mas vê-lo sendo atropelado pela verdade em pleno “dia da mentira”, não tem preço. A notícia é da Fórum:

No 1º de abril, considerado dia da mentira, Bolsonaro publicou – e depois apagou – vídeo fake nas redes sociais para criar terror e culpar governadores por “fome, desemprego e caos” em meio à pandemia de coronavírus.

Após ser desmentido por reportagem da rádio CBN, emissora de rádio do sistema Globo, Jair Bolsonaro apagou do Twitter e do Facebook o vídeo em que um apoiador diz estar na Ceasa de Belo Horizonte, em Minas Gerais, apontando risco de desabastecimento e culpando governadores.

O vídeo foi publicado por Bolsonaro às 7h35 desta quarta-feira (1º). Pouco mais de uma hora depois, o repórter Bruno Bohnenberger, da CBN, foi ao local e constatou que as atividades estão normais e não existe risco de falta de produtos.

Segundo ele, a direção da Ceasa ressaltou ainda que não há risco de desabastecimento na cidade, nem no estado, pelo contrário: há, inclusive, produtos em excesso por causa da baixa procura em meio à pandemia do novo coronavírus. Alguns comerciantes relatam melhora nas vendas.

Tempos depois, a equipe que cuida das redes sociais do presidente, comandada pelo filho, Carlos Bolsonaro, apagou o vídeo.

2 comentários

  • O Presidente é fake

    O país, no momento que ele mais precisa, sente falta de um líder. O que se vê são as diversas áreas do país, adotando soluções independentes. Cada um olhando para si de forma reacional. Sem visão de futuro. O presidente parece um menino mimado que acredita ser o Brasil, o seu “quarto de brinquedo” e faz cara feia quando alguém “brinca” com um de seus brinquedos.
    Falta alguém para reunir os administradores das diversas atividades para traçar um plano de ação de formasse o Brasil atravesse a crise com um mínimo de perdas e esteja pronto para decolar assim que a crise passar.
    Político brasileiro é o tipo de ser humano mais asqueroso que existe, e logo abaixo vêm os jornalistas, ambos por maioria. Se uma morte serve à causa, que venha não uma, mas duas, dez, mil, um milhão. Quanto mais, melhor. E não importa se é por coronavírus ou por miséria e fome.
    Se der para atribuir ao inimigo, está valendo. Até queda de avião e afogamento serve, se der para dizer que é culpa do fulano. A piada que termina com “espera até ver o tipo de político que Eu vou pôr lá” não é a piada. É a mais triste realidade.

  • Coronavirus e o circo

    A briga entre presidente e os governadores, com a mídia no meio, não é saudável para o Brasil, em um momento de crise. Ter conflitos políticos. Agora é hora da união, de esquecer os problemas políticos e as ideologias políticas Tem politico aparecendo mais do que os médicos.
    Se juntar para um objetivo só: restabelecer a saúde da população no enfrentamento do coronavírus. Quando acabar isso aí a gente pensa em eleição para prefeito e para governador e para presidente. É uma briga por causa de ideologia política.
    Tem um grupo que trabalha pela saúde. Tem outro que trabalha pela economia. Tem outro que olha os dois. E tem outro que quer ver o circo pegar fogo. Certamente a mídia quer ver o circo pegar fogo para sair de baixo e noticiar.
    Não é o momento de ter conflito político por ideologia política. A briga política não vai melhorar a vida da população. Precisamos de harmonia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *