ELEITO POR SP, TIRIRICA GASTA R$ 70 MIL DA CÂMARA EM VOOS PARA O CEARÁ

Mas é só o Tiririca? E aquele outro deputado que mora no Rio de Janeiro e foi eleito por São Paulo? A notícia é do Congresso em Foco:

Em suas três eleições, o deputado Tiririca (PL-SP) recebeu quase 3 milhões de votos dos eleitores paulistas. A votação recorde, no entanto, não garante a proximidade entre o representante e os seus representados. Desde o início do ano, Tiririca só voou uma vez para São Paulo, de acordo com os registros oficiais da Câmara.

Nascido no Ceará, ele está cada vez mais perto de seus conterrâneos: foram 70 trechos voados entre Brasília e Fortaleza no mesmo período, ou seja, 35 viagens de ida e volta. Somente com esses deslocamentos aéreos a Câmara gastou R$ 70.760,57.

De acordo com as regras da Casa, a cota de passagens aéreas só deve ser utilizada para atividades relacionadas ao mandato e deslocamento do parlamentar para sua base eleitoral. Servidores só podem viajar se estiverem a serviço.

A Câmara expediu, ao todo, R$ 142,9 mil para o gabinete de Tiririca. Foram R$ 70,5 mil apenas para custear passagens de três servidores. Procurados, o deputado e sua assessoria declararam que não comentariam os motivos das viagens.

Primeiro palhaço profissional a se eleger para a Câmara, Tiririca foi o deputado mais votado entre os 513 em 2010, quando recebeu 1,3 milhão de votos – então a segunda maior votação da história da Casa.

Quatro anos depois, foi o segundo mais votado, novamente ultrapassando a barreira do 1 milhão de votos. Em 2018 recebeu 445 mil, ficando outra vez entre os mais votados.

4 comentários

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.,

    ELEITORES DO TIRIRICA E BOZONARO , SÃO DO MESMO NÍVEL CULTURAL. ANARFABETOS DE PAI E MAE. e eles tambem,ja votara m no aecio. não se esqueçam disso.,

  • resumindo

    declarar endereço à justiça eleitoral diferente daquele em que realmente reside é crime?

  • O palhaço e a farra das passagens. Quem é o palhaço?

    Certamente o eleitor do ex palhaço Tiririca sabia que não é de SP. Votou para protestar. Em suas 3 eleições, o deputado recebeu quase 3 milhões de votos dos eleitores paulistas. Para trabalhar por SP, teve que mandar os assessores para as cidades paulistas e ele foi para a sua casa, 35 vezes (ida/volta) no Ceará. Custou caro! Não apareceu aqui.
    O distanciamento da base eleitoral não significa que Tiririca não esteja trabalhando. Este ano, por exemplo, ele apresentou 17 propostas voltadas para as áreas da saúde, da educação, dos idosos e da comunidade circense.
    Desde 2012 ele foi autor ou coautor de 53 proposições. Sua assiduidade, que chegou a 100% nos dois primeiros mandatos, ainda é alta. Ele não gosta ou não sabe discursar. Falou apenas seis vezes em seus nove anos de mandato. Discursar não é contar piada.
    Ele disse ter vergonha de ser político e que estava abandonando a atividade parlamentar. Porem mudou de ideia. Não conseguiu arrumar emprego, na tv.
    Este caso não é único, em Brasilia. O Ministério Publico Federal vai querer a devolução do dinheiro publico.

  • Anonimo

    Primeiro palhaço profissional a se eleger para a Câmara e fazendo a gente de palhaço.

    Sim, não é só o Tiririca. Têm outros deputados e senadores no mesmo balaio.

    Sorte que a ideia de JK de transferir a capital para Brasília deu certo: afastar o povo dos políticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *