EM BOTUCATU, PROTESTO CONTRA DILMA REÚNE CINCO PESSOAS

cara_pintada

O G1 publicou, agora à noite, um levantamento sobre os protestos contra a presidenta Dilma Rousseff no estado de São Paulo. O levantamento inclui cidades da nossa região:

Bauru – Grupo de manifestantes se reuniu no início desta tarde na Praça Portugal. Organizadores dizem que 150 pessoas participaram do protesto.  A polícia não acompanhou a manifestação. O ato começou às 13h e terminou às 14h30.

Botucatu – Grupo de cinco pessoas também se manifestou contra o governo Dilma na tarde deste domingo em Botucatu. O protesto, organizado pelo grupo Vem pra rua Botucatu, ficou concentrado na frente do Largo da Catedral.

Fernandópolis – Uma carreata percorreu avenidas e ruas da cidade. A concentração aconteceu na Avenida dos Arnaldos às 10h. O ato percorreu ruas do centro e terminou na Avenida dos Expedicionários. A manifestação terminou por volta das 12h. Segundo os organizadores, 3 mil pessoas passaram pela praça para protestar, enquanto a Polícia Militar estipulou 600 pessoas no protesto.

Jaboticabal– A manifestação reuniu moradores na Praça Nove de Julho a partir das 9h e foi encerrada por volta das 10h. De acordo com os organizadores, em torno de 200 pessoas participaram. Segundo a PM, foram 10 manifestantes.

Jundiaí –  Manifestantes se reuniram com faixas e carros de som, cantando o Hino Nacional. Eles se concentram na praça desde as 14h30 e saíram em passeata por volta das 16h15. A Polícia calcula que 150 pessoas participaram da manifestação. Já a organização do evento fala em 300 pessoas.

Mogi das Cruzes – A concentração começou por volta das 9h na região central. Segundo a organização, o movimento reúniu cerca de 50 pessoas na praça às 10h40. A Polícia Militar não esteve no local.

Piracicaba – O ato teve início por volta das 9h30, com a concentração do grupo na Praça José Bonifácio. Houve um princípio de tumulto e a polícia conteve a discussão. De acordo com a organização, o protesto reuniu cerca de 1,5 mil pessoas que pediam o impeachment de Dilma, o fim da corrupção no Brasil e a cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB). A PM estimou 1 mil manifestantes.

Presidente Prudente – A manifestação reuniu aproximadamente 250 pessoas no Parque do Povo, no Jardim Caiçara, conforme estimado pela Polícia Militar. A organização, que esperava 1 mil representantes, aponta que o ápice do movimento contou com cerca de 300 pessoas. Não houve passeata.

Ribeirão Preto Manifestantes se reuniram nesta manhã entre as praças XV de Novembro e Carlos Gomes no Centro. De acordo com estimativa da Polícia Militar, 2,5 mil pessoas participaram do ato. Organizadores estimaram uma participação total de dez mil pessoas. Ato começou com uma concentração às 10h e terminou com uma passeata pelas ruas às 12h.

Rio Claro – Manifestantes se concentraram na Praça Dalva de Oliveira e caminharam pela Avenida Rio Claro, retornando em seguida ao ponto inicial. Segundo os organizadores, 30 pessoas participaram do ato. A PM não contabilizou.

Santa Fé do Sul – Manifestantes saíram da Praça Matriz e fizeram carreata pelas avenidas Navarro de Andrade e Conselheiro Prado, as principais da cidade. Segundo os organizadores, 80 pessoas participaram, enquanto para a Polícia Militar, o protesto reuniu 20 pessoas.

São Carlos – Moradores se reuniram no Centro da cidade pela manhã. Segundo os organizadores, 150 participaram do ato. A PM não contabilizou.

São José do Rio Preto – O protesto foi realizado em frente à Praça Rui Barbosa, no centro da cidade. A manifestação começou às 13h, e às 13h13 eles cantaram o Hino Nacional, em referência ao número do PT. Segundo os organizadores, 3 mil pessoas passaram pela praça para protestar, enquanto a Polícia Militar estipulou 600 pessoas no protesto.

São Paulo – Manifestantes se reuniram na Avenida Paulista em ato contra o governo Dilma Rousseff (PT). A Polícia Militar, que acompanhou o protesto, não informou quantas pessoas participaram do ato. A manifestação foi menor do que as três anteriores realizadas neste ano e acabou por volta das 18h30.

O Instituto Datafolha calculou que o ato reuniu 40,3 mil manifestantes na Avenida Paulista. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) disse que havia 30 mil pessoas no horário de maior concentração, às 16h15. A organização do Movimento Brasil Livre (MBL), um dos seis grupos que convocaram o ato, informou que 80 mil pessoas participaram do ato na Paulista.

22 comentários

  • ESTRANHO

    Eu pensei que em Jales iam também fazer manifestação pelo fim da corrupção. Achei que ia ver um protesto comandado pelo Dito Gasques, Cardosão, Junior Soler, Orlando Veneno….
    Mas só vi na praça Nadilson, Dinho, Dias, Douglas, Milton Santana e o camarada Martini.
    Pensei que ia estar Castanheira com aquele som fudido de ruim tocando marchinha militar.
    Na verdade o terceiro turno acabou e vamos para quarto turno e espero que se reúna pelo
    menos umas três ou quatro pessoas.

  • QUAL O SIGNIFICADO

    ALOYSIO NUNES QUEM FOI:… É UM GOLPISTA
    Quem foi Aloysio Nunes candidato a Vice Presidente de Aécio. Começou a militância política em 1963, quando entrou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco da Universidade de São Paulo. Logo depois do golpe militar de 1964, filiou-se ao Partido Comunista Brasileiro (PCB)[1] , que, por ter sua existência proibida, atuava na clandestinidade. Foi presidente do tradicional Centro Acadêmico XI de Agosto e formou-se bacharel em direito em 1968.
    Como o PCB se opunha à resistência armada contra a Ditadura Militar que se instalara desde 1964 no Brasil, Aloysio Nunes, assim como vários jovens da época que tinham ideais de esquerda, ingressou na Ação Libertadora Nacional (ALN), organização guerrilheira liderada por Carlos Marighella e Joaquim Câmara Ferreira, o Toledo .
    Assumiu na clandestinidade o pseudônimo Mateus. Durante muito tempo foi motorista e guarda-costas de Marighella. As ações da Aliança Libertadora Nacional incluíram assaltos para angariar fundos que sustentariam a resistência armada. Em agosto de 1968, participou do assalto ao trem pagador da antiga Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. Segundo relatos da imprensa da época, a ação ocorreu sem que houvesse o disparo de qualquer tiro. Aloysio Nunes foi o motorista do carro no qual os assaltantes fugiram do local com os malotes que continham NCr$ 108 milhões(US$ 21.600), dinheiro suficiente para o pagamento de todos os funcionários da Companhia Paulista de Estradas de Ferro . Em outubro do mesmo ano, participou do assalto ao carro-pagador da Massey-Ferguson interceptando o veículo na praça Benedito Calixto, no bairro paulistano de Pinheiros .
    Sofrendo um processo penal em que já havia um pedido de prisão preventiva e com a possibilidade de que descobrissem algo sobre suas ações armadas, foi enviado a Paris por Marighella utilizando um passaporte falso . Foi posteriormente identificado como guerrilheiro e condenado com base na extinta Lei de Segurança Nacional. Pretendia realizar um treinamento de guerrilha em Cuba, mas a gravidez de sua mulher o fez desistir. Tornou-se representante da Ação Libertadora Nacional no exterior e coordenou as ligações desta com movimentos de esquerda de todo o mundo . Filiou-se ao Partido Comunista Francês em 1971[1] e negociou com o presidente Boumédiène, da Argélia para que brasileiros recebessem treinamento militar de guerrilha naquele país.
    Pôde finalmente, em 1979, regressar ao Brasil devido à promulgação da Lei de Anistia, a qual beneficiou todos que cometeram crimes políticos de qualquer tipo, assim como aqueles que torturaram e mataram em nome da repressão, durante os anos anteriores da Ditadura Militar.
    Desfiliou-se do PCB, ainda na clandestinidade, e filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB)[3] , tendo sido eleito por este partido deputado estadual de 1983 a 1991 em seu estado natal. Foi líder do governo Franco Montoro na Assembleia Legislativa em seu 1° mandato, e líder do governo Quércia
    ALOYSIO NUNES DO PSDB PAULISTA, ENVOLVIDO NO TRENSALÃO E SABE-SE LÁ EM QUANTOS CRIMES MAIS, É PROTEGIDO PELA MÍDIA GOLPISTA E CALOTEIRA.
    TRAMA UM GOLPE DE ESTADO CONTRA A PRESIDENTA DILMA E A NOSSA DEMOCRACIA.

  • Enxergando

    O povo já até perdeu a esperança de tanto ver a corrupção avançar. Mas em 2016 com o aumento do desemprego, inflação e falta de dinheiro as coisas serão diferentes.
    Vivemos num Brasil onde o trabalhador aquele trabalhador agricultura, o pedreiro, o caminhoneiro as pessoas de bem são desvalorizadas porque a corrupção esta institucionalizada. Um presidente que recebeu mais de 30 milhões para palestras a empreiteiras. Uma presidente que foi chefe da liquidação da Petrobrás desde quando era do conselho. Esperar o quê?
    O povo (eu, meus filhos, meus netos, meus bisnetos pagarão esta conta). O pior é que ainda existem pessoas que acham que esta certo.

  • eu

    domingo sem futebol, coxinha nao tem o que fazer , sai a protestar. coxinhas unidos jamais serão vencidos.

  • CAMARADA MARTINI

    GOSTARIA AQUI DE CHAMAR ATENÇÃO DO ESTRANHO QUE NÃO ESTÁVAMOS

    FAZENDO MANIFESTAÇÃO E SIM APENAS EM UM BATE PAPO DE TODOS OS DOMINGOS.

    • Café do Pinto móle

      Aliás vocês fazem oque la no café do pinto mole? na rua seis!! nunca vi tanto vagabundo reunido em um lugar só.. meu Deus..

      • Abraham Lincoln

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Impeachment

    A isso deve ter acontecido porque existem muitos Brasileiros com uma aposentadoria gorda e não pensam no próximo, apenas no seu próprio umbigo, e acha q o pais não precisa de uma reforma urgente, né cardoso!?

  • PIxuleko e Bandilma voltaram

    Depois de seu ex presidente Lula ter saido com 80% de aprovaçao, o PT agora comemora a baixa da adesao das manifestaçoes contra Dilma. Triste mudança?
    Lula tenta obter apoio dos movimentos sociais CUT, MST, etc para que tambem saiam nas ruas para dar uma chance a Dilma, na crise. Sera’ que consegue?
    A Dilma nao tem como se defender do impeachment pois esta’ sempre no STF, com recursos para que se defina regras favoraveis a ela porem quer que este processo termine logo aproveitando a baixa pressao vindo das ruas.
    A oposiçao quer que o processo seja definido so’ em março (depois do natal e ano novo) quando a crise tera’ piorado com mais denuncias de corrupçao e o povo saira’ nas ruas.
    Sera’ que Renan Calheiros e o Cunha vao fazer os seus puxa sacos e politicos trabalharem nas ferias?

  • Anonimo

    Pixuleko e Bandilma Voltaram você é um coitado.

  • Thiago

    Sinceramente, nunca votei no PT mas sou contra o impeachment pelo simples fato de que, ladrão por ladrão, fiquem os que estão.

    O problema do Brasil não se resolve mais nas urnas, o sistema político brasileiro está completamente corrompido, a única alternativa, infelizmente, seria o retrocesso da intervenção militar, não vejo outra saída.

    Outra alternativa seria devolver o pais ao índios que uma tonelada de espelhos e um pedido formal de desculpas.

  • anonimo

    Meia duzia de coxinhas.

  • Anônimo

    da pra ver a cara de animação do nosso amigo tomando uma cerveja!!!

  • LULALA

    eu não sei de nada

  • "impitima"

    Hahahahahahaha coxinhas decepcionados!

  • Brasileiro

    Pra que perder um dia de domingo se é certo que a Dilma vai sair.

  • Macaco Véio

    Os coxinhas quebraram a cara. Estão babando de ódio e frustração. O protesto deles foi a favor do Cunha ladrão e contra a Dilma. Se ferraram! Ninguem aderiu.

  • Macaco Véio

    Cardosinho em Fernandópolis na “carreata” os destaques foram as caminhonetes hillux e carrões de luxo. Os coxinhas foram para as ruas apoiar o deputado Cunha e detonar a Dilma. Lamentável.

  • Eleitor

    A presidenta Dilma vai continuar governando o Brasil e o Lula volta em 2018. Chuuuuupa coxinha!

  • FREQUENTADOR

    Café do Pinto Mole lá não tinha nenhum vagabundo, pois seu pai e sua família não estavam lá.

  • Vixi

    Café do Pinto Mole foi a melhor kkkkk Nem vou mais comer pão de queijo lá kkk

  • Junior Pelezi

    Caros amigos, nos dias de hoje, acreditar e fazer parte do PT nao é somente um posicionamento político, é sim ser desprovido de inteligencia e censo comun.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *