ESTADÃO: BOLSONARO É INDECOROSO, GROSSEIRO, INCOMPETENTE, AUTORITÁRIO E IGNORANTE

Resumindo, o Bozo é um ogro. O dado curioso é que o Estadão e outros órgãos da grande imprensa contribuíram – com a demonização do PT e de Lula – para a eleição desse desequilibrado. De qualquer forma, para quem não carrega a culpa de ter votado no Bozo, a leitura do editorial do Estadão é um prazer quase orgásmico. Ei-lo:

Vai mal um país cujo presidente claramente não entende qual é seu papel, especialmente quando não consegue dominar os pensamentos que, talvez, lhe venham à mente.

Chega a ser comovente o esforço de comentaristas para encontrar nas destrambelhadas manifestações do presidente Jair Bolsonaro algum sentido estratégico, como se fizessem parte de um plano racional de comunicação. (pitaco do blogueiro: acho que o Estadão está falando do Alexandre Garcia)

Desde seu grotesco discurso de posse, atulhado de arroubos e bravatas ginasianas, já devia estar claro para todos que Bolsonaro nunca se viu na obrigação de medir suas palavras e gestos, adequando-os à sua condição de chefe de Estado. Ao contrário: a julgar pelo comportamento muitas vezes grosseiro e indecoroso de Bolsonaro, o presidente provavelmente se considera acima do cargo que ocupa, dispensado dos rituais e protocolos próprios de tão alta função. Até à disseminação de pornografia pelas redes sociais ele tem se dedicado, para estupefação nacional e internacional.

Se estratégia há, é a de deixar o País apreensivo a cada novo tuíte ou discurso presidencial, pois nunca se sabe o que virá. Bolsonaro parece imaginar que foi eleito para dizer o que lhe vem à cabeça, sem se importar com os estragos – e seus assessores que se esforcem para tentar reduzir os prejuízos decorrentes de seus excessos.

Mas há casos em que nem mesmo o mais habilidoso ministro é capaz de remendar. Como explicar, por exemplo, o discurso de ontem do presidente, durante cerimônia no Corpo de Fuzileiros Navais do Rio, quando ele disse, com todas as letras, que “democracia e liberdade só existem quando as Forças Armadas assim o querem”?

Será necessário um grande malabarismo retórico para não considerar esse discurso como explícita manifestação de um pensamento irremediavelmente autoritário, de quem acredita que a democracia é apenas um favor dos militares aos civis. (de novo, falando do Alexandre Garcia) Para o presidente da República – é o que se conclui –, a democracia e a liberdade seriam meramente circunstanciais, pois dependeriam não da força e da solidez das instituições democráticas e da honestidade de convicção dos homens que ele próprio chefia, e sim dos humores dos quartéis.

Vai mal um país cujo presidente claramente não entende qual é seu papel, especialmente quando não consegue dominar os pensamentos que, talvez, lhe venham à mente. (reparem na repetição) Como chefe de Estado, Bolsonaro tem a obrigação de saber que todas e cada uma de suas palavras nortearão o debate político nacional, seja no Congresso, seja nas ruas, e terão consequências também no delicado campo da economia.

O presidente deve ter consciência de que não é mais candidato, condição que lhe permitia incorporar o personagem histriônico e falastrão que seus fanáticos seguidores apelidaram de “mito”. Deve entender que sua retórica truculenta e polarizadora pode ter sido muito útil para viabilizar sua candidatura presidencial, mas é péssima para agregar apoio político para um governo que começa sem base visível no Congresso.

Antagonizar foliões do carnaval nas redes sociais, como fez Bolsonaro de forma imprópria e estouvada, divulgando um vídeo pornográfico a título de “expor a verdade”, provavelmente não agregará um único voto dos tantos necessários para aprovar no Congresso os projetos de real interesse do País. Nem mesmo alguns de seus mais sinceros apoiadores aprovaram a grosseria, razão pela qual os assessores presidenciais se viram na contingência de soltar uma nota oficial para tentar explicar o inexplicável, obviamente sem sucesso.

O bom senso sugere que não se deve esperar que Bolsonaro de repente compreenda seu papel e se transforme num estadista, capaz de, em poucas palavras, guiar as expectativas do País. Diante disso, a ala adulta do governo parece ter decidido trabalhar por conta própria, tentando reparar os danos da comunicação caótica e imprudente de Bolsonaro – desde os prejuízos econômicos causados pelo despropositado antagonismo público do presidente em relação à China e aos países árabes, até a dificuldade de arregimentar apoio a uma reforma da Previdência na qual Bolsonaro parece não acreditar.

Pelo que se viu até aqui, todo o esforço que alguns de seus auxiliares estão fazendo para que o presidente desastrado não quebre toda a louça será inútil. Bolsonaro está ficando cada vez mais rápido e certeiro. Em Davos, precisou de seis minutos para mostrar sua incompetência administrativa. Com os fuzileiros navais, não precisou de mais de quatro minutos para revelar sua face autoritária e sua ignorância cívica.

6 comentários

  • MARCIA TIGANI

    Se este texto rompesse a ” bolha” em que vivemos e atingisse a ” bolha” onde vivem os eleitores do Asno me daria prazer confronta- Los com o fato de terem, à época do governo Dilma, zombado da retórica da mesma, da maneira dela expressar- se e dos inúmeros apelidos pejorativos, misóginos a e agressivos que lhe deram, sendo o principal o de ANTA. Lembro-me me bem de médicos, ” coléguas” chamando-a de Anta e sei do meu círculo de relacionamentos interpessoais, quem votou no OBSCENO.O obsceno( vulgo asno, nazi e mais um sem número de alcunhas) é daquela LAIA de gente desclassificada, verdadeiro OGRO que representa bem seus truculentos e fascistas eleitores.Quando comparo Dilma em seus discursos e o ASNO, percebo entristecida o que é “NIVELAR POR BAIXO” o Brasil, não só do ponto de vista moral mas também MENTAL. Um psicopata com déficit de inteligência que representa vcs aí, da ” bolha” fascista.Foram anos de doutrinação pela rede Globo para vcs chegarem ao ponto de colocar-nos na situação em que estamos: um anormal ” comandando” o barco. Estamos afundando ..(Marcia Tigani)

  • Sérgio

    O Bolsonaroidióta é tudo isso é muito mais, basta rever seus 60 dias de governo. Pergunto: E a ECONOMIA brasileira está de vento em popa??? E o PIB melhorou??? O Brasil está afundando. Nestes poucos dias de governo do Bolsocolostomia, já não mais encontro com eleitores que votaram no coiso… já estão sumindo do mapa… bem antes que imaginei. O Brasil está sendo governado por um ASNO, é tem gente que ainda o apoiam.

  • jumento que votou em bozonaro

    ele é tudo isso dito pelo ESTADÃO, imaginem voces. e quem votou nele, podemos chamar de que mesmo?: no mínimo de analfabetos.

  • Rapizodia

    Neste texto o Presidente foi chamado de moleque, já que a área adulta do governo tem ficado com ônus da explicação das traquinagens destruidoras do Presidente, mas dúvido que ele lendo este texto tivesse este discernimento, confeço que compreensão de texto vai muito além de ler e escrever.

  • Ele é tudo isso! E daí?

    Bolsonaro é indecoroso, grosseiro, incompetente, autoritário e ignorante? Sim, acho que sim! Todos sabiam. O eleitor sabia disso mas ele não é corrupto. Até o momento!
    Votamos contra o Lula e o seu PT. Acertamos mas erramos na escolha do sucessor de Temer. Temer era educado, amável, competente (????) mas era corrupto. Não servia, logico?
    Escolhemos um militar, um mal educado que brigou com a Globo, no debate, logo de cara! Uma indelicadeza que o eleitor vibrou. Quando começou o amor do povo, por ele. kkkkkkk
    Tinhamos o Alckmin, Marina, Alvaro dias, o Meireles, todos muito educados e finos! Na época, parecia que não queríamos os políticos. Mas preferimos um candidato que não abriu a boca e foi deputado por 16 anos com muitas brigas e sem projeto ou lei. Não saiu disso!
    Como ele não vai casar com minha filha, espero os seus resultados, na economia. O resto é conversa mole!
    kkkkkk

    • SUKO DE LARANJA

      Resultados na economia com Guedes e sua proposta pra previdência que deu errado no Chile?
      Você só pode estar de brincadeira. Ou se embebedou com suco de laranja. Bom pra votar no Aécio e confiar no Temer. Os políticos a que você se referiu,, com todas a corrupção são muito melhores que esse aí. Porque você acha que nesses 16 anos ele nunca lutou contra corrupção? Só porque fazia parte do PP de Maluf & Cia. Funcionários laranjas , caixa 2, milicianos, um cara que votou a favor de todas as propostas do Temer.
      O que ele fazia antes de ser deputado.? Foi expulso do exercito por prática de Terrorismo. Vivi durante planos econômicos desde Sarney até hoje. A economia nunca foi tão boa como de 2002 até a Copa de 2014. Ah! Mas o importante era tirar o PT. Porque você acha que Marta Suplicy nunca foi investigada ? Ou era a única Santa dentro do PT. Ou a Lava Jato preferiu não investigar por que não fazia mais parte(saiu do PT). Neste caso você acha que tem razão. Pôs a camisa amarela da tão conceituada CBF e derrubou a presidente. A única coisa que resta a fazer é você trocar a camisa. Aquela amarelou demais. Agora você deve usar Laranja. Combina bem com coxinhas enrustidos, e alienados milicianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *