EX-PREFEITO DE URÂNIA, JOAQUIM PIRES, CONDENADO A DEVOLVER DINHEIRO

Deu na Folha Noroeste, edição deste sábado:

A juíza de direito Marina de Almeida Gama, da Vara Única de Urânia, condenou – em primeira instância – o ex-prefeito Joaquim Pires da Silva e mais três pessoas, pela prática de ato de improbidade administrativa. Eles foram condenados ao ressarcimento de valores recebidos indevidamente e ao pagamento de multa.

O Ministério Público calculou o valor da causa em R$ 367 mil.

Os outros três envolvidos são médicos e, segundo o Ministério Público, eles foram contratados pela Prefeitura e cedidos à Santa Casa de Urânia, ficando a cargo da municipalidade pagar pela prestação dos serviços, além de custear horas extras e gratificações indevidas. O MP afirmou, ainda, que os médicos exerciam atividades em outras cidades, prejudicando o atendimento no hospital de Urânia e auferindo volumosos rendimentos em detrimento dos cofres públicos. O ex-prefeito e os três médicos têm direito a recurso em segunda instância.

A notícia completa da Folha Noroeste pode ser lida aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *