FLÁ BOTA O BLOCO NA RUA, ENQUANTO ESPERA DEFINIÇÃO DE KASSAB

Muita gente ainda não percebeu, mas a briga pela sucessão do prefeito Parini já começou e promete ser das mais renhidas. Sabe-se que José Devanir Rodrigues, o Garça, já tem o apoio do vice-presidente Michel Temer(PMDB) para uma eventual candidatura a prefeito de Jales. E Garça, pelo que se comenta, está muito a fim de ser candidato. Resta saber qual vai ser a posição do PMDB local, já que o partido faz parte da base de apoio ao prefeito Humberto Parini e este – embora tenha esquecido o PT durante seu governo – afirmou um dia desses, em uma reunião interna do seu partido, que a sigla petista vai ter, sim senhor, candidato próprio nas eleições de 2012. Uma tentativa, é claro, de afagar os companheiros, principalmente o pretenso candidato Luís Especiato

Outro que já botou o bloco na rua é o ex-vereador Flávio Prandi Franco, a quem flagrei um dia desses na esquina da Via Pães, na companhia do professor Paulo César Turazza e do ex-prefeito de Estrela D’Oeste, Pedro Itiro. Enquanto muita gente se distrai com suas brigas internas, Flá está andando atrás de fortalecer a sua bancada de candidatos a vereador, além de fazer muita política. Durante a semana, ele tem feito reuniões com possíveis aliados e, nos finais de semana, tem frequentado churrascos, rodas de sambas, festas de aniversários, jogos de futebol, casamentos e o que mais aparecer.

Flá terá, no entanto, dois problemas para administrar. O primeiro deles é a possível candidatura do seu amigo Garça. Ambos – ele e Garça – sempre disseram que não seriam adversários em corridas eleitorais, mas, se o quadro continuar do jeito que está pintando, a disputa vai ser inevitável. O segundo problema de Flá é a divisão do seu próprio partido, o DEM, que espera uma definição do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab

Em função de sua ligação com Rodrigo Garcia, antigo aliado de Kassab, é mais do que provável que Flá – e mais um bocado de gente – acompanhe o prefeito de São Paulo para onde ele for. No momento, Kassab está sendo cortejado pelo PSB e pelo PMDB, mas tudo indica que ele prefira fundar um novo partido para acomodar os seus aliados, conforme a notícia da Agência Estado, reproduzida pelo Blog do Murilo Pohl.  

Em Tempo: a aposentadoria do juiz Pedro Manoel Callado Moraes já anda mexendo com a libido de muita gente, principalmente dos tucanos locais, que exergam nele a possibilidade de ter um candidato com chances de chegar à Prefeitura de Jales. Já os outros candidatos a candidatos sonham com o doutor Callado como vice de suas respectivas candidaturas. É esperar prá ver no que vai dar, mas uma coisa é certa: se o governo Parini continuar no ritmo em que está, o nosso prefeito – ao contrário do Lula – pouco influirá na sua sucessão. Ou, pior ainda, influenciará negativamente na performance dos candidatos que ele “apoiar”. Mas isso é problema do Especiato.

15 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *