FOLHA CRITICA AUTORITARISMO DE BOLSONARO: “PRESIDENTE FANTASIADO DE IMPERADOR”

A Folha, juntamente com Estadão, Veja e Globo, deu uma enorme contribuição para o ambiente de negação da política que resultou na ascensão do autoritarismo, personificado em figuras como o Bozo, Guedes e Moro, além dos delegados, sargentos, majores e coronéis que se elegeram para o Legislativo. Agora, não adianta reclamar!

Deu no portal iG:  

Um dia após Jair Bolsonaro sugerir que a população boicote o jornal, a Folha de S.Paulo publica um editorial dirigindo palavras duras ao presidente, o classificando como uma pessoa que “combina leviandade e autoritarismo”.

— Eu não quero ler a “Folha” mais. E ponto final. E nenhum ministro meu. Recomendo a todos do Brasil que não comprem o jornal ” Folha de S.Paulo ” — afirmou Bolsonaro na última sexta-feira (29). Na quinta o presidente já havia deixado a publicação de fora de um edital federal.

Em seu editorial , o jornal afirma que encara a tarefa de lidar com Bolsonaro, a quem chama de “presidente fantasiado de imperador”, com um misto de lamento e otimismo.

“Lamento pelo amesquinhamento dos valores da República que esse ocupante circunstancial da Presidência patrocina. Otimismo pela convicção de que o futuro do Brasil é maior do que a figura que neste momento o governa”.

A publicação pede ainda que as instituições da República freiem o presidente para que a democracia do país continue a existir

3 comentários

  • Estão fora do governo.

    E irão criticar muito, visto que o Grupo Folha, esta fora de todas as licitações do governo.

  • Se antes, ladrão! Agora é autoritário

    Vivemos uma época que os governos pagavam gordas verbas publicitarias aos jornais , revistas e canais de tv. Para falarem bem do governo. Todos eram felizes com o dinheiro do contribuinte.
    Agora acabou o dinheiro, com o governo endividado. Surgiram as redes sociais onde todos brigam com divergência de opinião e falta de respeito. Novos tempos de divulgação dos atos do governo.
    Bolsonaro cortou a verba da Folha, Estadão, Veja, Rede Globo. Por isso, criou inimigos que se juntaram ao PT para criticar os cabeças do governo Bolso, Guedes e Moro.
    Justamente por causa de seu autoritarismo, votamos em Bolsonaro.
    Se ontem falavam que o presidente era um ladrão. Agora dizem que ele é autoritário. Será que melhoramos?
    Podem xingar! Mas vão ter que aguentar.

  • Falta de nomes.

    Lula quer usar a campanha de 2020 para fazer uma defesa dele mesmo.
    Segundo o Estadão, porém, os velhos quadros do PT não aceita se sacrificar.
    Em Curitiba, por exemplo, por falta de nomes, o PT deve apoiar Roberto Requião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *