FORD ANUNCIA FECHAMENTO DE FÁBRICAS E FIM DA PRODUÇÃO NO BRASIL

Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia – que ficou sentado por dois anos sobre os pedidos de impeachment do Bozo – a saída da Ford “é uma demonstração da falta de credibilidade do governo brasileiro”.  

Deu no Brasil 247:

A montadora Ford anunciou nesta segunda-feira (11) que encerrará a produção de veículos no Brasil em 2021, o que levará mais brasileiros à fila de desemprego. Apenas o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas e sua sede regional, ambos em São Paulo, permanecerão funcionando.

As fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP) serão fechadas imediatamente. A planta da Troller, em Horizonte (CE), será desativada no último trimestre de 2021. A empresa alega que trabalhará em colaboração com os sindicatos para “minimizar os impactos do encerramento da produção”.

Os veículos da marca vendidos no Brasil de agora em diante serão importados da Argentina, Uruguai, e de outras regiões fora da América do Sul.

Assim que os estoques forem esgotados, não serão mais comercializados a EcoSport, Ka e Troller T4.

“A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável. Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global”, disse Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

10 comentários

  • A industria automobilística não quer investir na produção de carros elétricos, em alta escala

    O fim da operação industrial da Ford, no Brasil, reflete momento da indústria automobilística. A pressão das nações desenvolvidas por um transporte mais limpo tem obrigado as montadoras a fazer opções no seu extenso mapa de produção global de veículos.
    Os investimentos serão todos direcionados para as fábricas mais competitivas. Isso inclui tanto as que podem produzir carros elétricos em alta escala como as que continuarão a produzir veículos a combustão, na passagem, até a eletrificação.
    As empresas estão se juntando, fazendo alianças, para ganhar fôlego e prosseguir com esses investimentos. O caso mais recente é o do casamento entre Fiat Chrysler com PSA Peugeot Citröen. O Brasil acaba por tornar-se vítima desse processo. Não existem mais por aqui os incentivos fiscais, que outrora atraíam essa indústria. Além disso, a desvalorização do real pressiona os custos com componentes importados.
    A falta de diálogo com o atual governo também atrapalha os planos do setor. No início da pandemia, as montadoras pediram apoio federal para obter linhas de crédito.
    Há, ainda, outras pendências. É o caso dos créditos tributários a receber. Há seis meses, a direção da Audi no Brasil disse que não tinha mais como pedir à matriz autorização para investir num país onde o governo lhes deve dinheiro (créditos de IPI). Por isso, suspendeu a produção na fábrica que compartilha com a Volkswagen, no Paraná.
    Há pouco mais de um mês, a Mercedes-Benz anunciou o fim da produção de automóveis no Brasil. A empresa alemã explicou que a fábrica brasileira, em Iracemápolis (SP), não tem condições de produzir carros elétricos sem um novo programa de investimentos. Mas a instabilidade econômica e a alta do dólar desestimulam novos planos.

  • Policarpo Quaresma

    Não nos esqueçamos, com relação a essa triste notícia, de relacioná-la aos governos esquerdista-socialista-comunista-maconhista-abortista-satanistas:

    “a culpa é do petê” ou, se não colar, “pelo menos tiramos o petê” (#Fica-a-Dica).

    Enquanto isso o Posto Ipilantra, que estranhou a decisão da montadora diante da forte “recuperação industrial”, rejeitou a proposta de imposto sobre fortunas.

  • Sérgio

    Resumindo o comentário acima: nossa economia está uma merda. Se continuar assim, Jajá seremos uma Venezuela. Os MINIONS ficam uma fera, mas fazer o que, é a realidade.

  • Policarpo Quaresma

    O mito, sempre certeiro nas suas previsões – vai morrer menos de 800 pessoas no tocante a isso daí (gripezinha/coronavírus) – havia previsto também que se a esquerdalha ganhasse na Argentina, os hermanos fugiriam para o Brasil.

    Pois é, a produção da Ford continuará na Argentina ditatorial…

  • #PTNUNCAMAIS.

    “ALÉM DE ROUBAR E DEIXAR ROUBAR, LULA NOS CUSTA UMA FORTUNA”.

    REZA A LENDA QUE “SO NO BRASIL TEM JABUTICABA”.
    BESTEIRA. MAS ALGUMAS HISTÓRIAS QUE COMEÇAM COM “SÓ NO BRASIL” SÃO PRA LÁ DE VERDADEIRAS.
    QUEREM VER ?.
    SÓ NO BRASIL UM EX-PRESIDENTE CONDENADO A MAIS DE TRINTA ANOS DE PRISÃO, EM DUAS INSTÂNCIAS, POR DUAS VEZES, POR DIVERSOS CRIMES COMO LAVAGEM DE DINHEIRO E CORRUPÇÃO, CONSEGUE TOCAR A DÍVIDA EM LIBERDADE, FELIZ AO LADO DA SUA NOVA NAMORADA, GASTANDO O DINHEIRO QUE SURRUPIOU, E AINDA POR CIMA, ALÉM DE SALÁRIO (COMO EX-PRESIDENTE) E DESPESAS COM SEGURANÇA, CARROS, ASSESSORES ETC…. TORRAR QUASE 800 MIL REAIS, APENAS ENTRE JANEIRO E OUTUBRO DE 2020, COM MIMOS COMO DIÁRIAS DE HOTÉIS E PASSAGENS AÉREAS.
    SÓ NO BRASIL UMA EX-PRESIDENTE IMPEDIDA POR CRIME FISCAL, ALÉM DE OBSERVADORA PASSIVA DO MAIOR ASSALTO AOS COFRES PÚBLICOS DA HISTÓRIA DO PAÍS, FAZ JUS A GASTAR DO NOSSO SUADO CASCALHO, ATÉ HOJE, ALGO COMO 1.6 MILHÕES DE REAIS EM 2019, E 790 MIL REAIS EM 2020. SEM ESQUECER, CLARO, DA PROFUNDA RECESSÃO EM QUE NOS METEU E DOS 15 MILHÕES DE DESEMPREGADOS QUE PRODUZIU. MAS TUDO BEM ! A ESTOQUISTA DE VENTO RECEBEU POR ISSO, NOS ÚLTIMOS QUATRO ANOS, A BAGATELA DE 5.4 MILHÕES DE REAIS. MUITO JUSTO, NÉ ?.
    JÁ FERNANDO COLLOR DE MELLO, COMO OUTRO EXEMPLO DE “SO NO BRASIL”, QUE RENUNCIOU PARA ESCAPAR DE UM IMPEACHMENT, “MAMA ATÉ HOJE PERTO DE 1 MILHÃO DE REAIS POR ANO, APENAS COM AS “MORDOX” DE EX-PRESIDA. PÔ ! O CARA NÃO RENUNCIOU ? BEM, RENUNCIOU AO CARGO, HEHE. NÃO A NOSSA GRANA. ALÉM DISSO, O POBREZINHO AINDA ENFIA NO BOLSO SEI LÁ QUANTOS MILHARES (OU MILHÕES) COMO SENADOR DA REPÚBLICA. MAS COMO (NEM) O CÉU É O LIMITE, O CARA AINDA É INVESTIGADO NO STF POR CORRUPÇÃO, PODE ?, BEM, NO BRASIL.
    TUDO PODE.

    • Esse seu texto está me cheirando a gabinete do ódio. Ontem, a Folha de São Paulo publicou matéria sobre uma pesquisa feita por ela para medir o conhecimento político dos eleitores. A manchete da matéria diz tudo: “Bolsonaristas sabem menos sobre política, mas acham que sabem mais”. É o seu caso.

      • #PTNUNCAMAIS

        ENTÃO O SENHOR ESTARIA COMPARANDO O SEU BLOG COM A REVISTA ISTO É (ESSE TEXTO ESTA NA REVISTA ISTO É DO ÚLTIMO DIA 10), PRETENCIOSO O SENHOR HEIM…….., ALIÁS, TODO PETISTA SÓ LÊ NOTÍCIAS QUE LHE INTERESSAM, QUE É O SEU CASO.

  • Júnior

    Cardosinho manda esses gados fazerem comentário defendendo o deputado bolsonaro lá no ” terça livre”

  • Thiago

    Ainnnnn… a culpa é do Bozoooo malvado

  • sukodilaranja@gmail.com

    Não adianta discutir com o gado. Só enxerga o capim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *