FRASE

“Que estuprem e matem as filhas dos ordinários ministros do Supremo Tribunal Federal”.

(De uma advogada gaúcha, incitando a violência sexual contra filhas de ministros do STF. De acordo com a retórica do ex-urubólogo Alexandre Garcia, esse tipo de frase se encaixa como liberdade de expressão).

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *