GLENN DESMONTA FARSA E PROVA QUE SUA FONTE NÃO É O “HACKER DE ARARAQUARA”

Deu na Veja:

A fonte que entregou os diálogos da Operação Lava Jato ao jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, negou em conversa no dia 5 de junho que também tenha sido responsável pela invasão ao Telegram do Ministro da Justiça, Sergio Moro. O diálogo foi repassado a VEJA pelo próprio Greenwald.

Na mensagem, o jornalista pergunta à fonte se ela havia lido uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo sobre a invasão ao celular do ministro. O título da matéria dizia que o hacker usou aplicativos do aparelho e trocou mensagens por seis horas. “Posso garantir que não fomos nós”, responde a fonte, em mensagem transcrita de forma literal.

“Nunca trocamos mensagens, só puxamos. Se fizéssemos isso ia ficar muito na cara”, diz a fonte em outra mensagem, antes de criticar o método de ação empregado contra o ministro. “Nós não somos ‘hackers newbies’ [amadores], a notícia não condiz com nosso modo de operar, nós acessamos telegrama com a finalidade de extrair conversas e fazer justiça, trazendo a verdade para o povo.”

egundo Greenwald, o primeiro dos contatos com a fonte ocorreu no início de maio. Ou seja, um mês antes da denúncia feita pelo Ministério da Justiça. Ele conta que foi apresentado à fonte por um intermediário, e reitera que todos os contatos foram feitos virtualmente. Greenwald também afirmou desconhecer a identidade do hacker, que teria extraído todo material do Telegram de Dallagnol.

“A fonte me disse que não pagou por esses dados e não me pediu dinheiro algum em troca desse conteúdo”, disse o jornalista. O material divulgado pelo Intercept foi compartilhado com VEJA e a Folha de S.Paulo, que também publicaram reportagens sobre os desvios de conduta do ex-juiz Sergio Moro e de membros da força-tarefa da Lava Jato na condução das investigações.

11 comentários

  • rapizodia

    É sério que alguém acreditou na farsa da PF!? E o Moro estufa o peito feito pombo e liga pro ministro Dias Toffoli e canta: xá comigo excelência, suas mensagens não serão divulgadas, destruirei todas, xá comigo! Dá prá levar o sujeito a sério!?

  • Seus calhordas......

    ESSE TEXTO É UMA MENTIRA, UMA VERGONHA DE PTRALHAS……
    Foi TUDO a mando dos PTralhas, que em seus mandatos destruiram o país, ROUBARAM o que foi possível, seus FDP, para os IDIOTAS que ainda defendem esse bando de CORRUPTOS, irão queimar nas chamas do inferno, quem fez, e quem os defendem, seus vagabundos, seus sem pátria, sem amor ao próximo, seus calhordas……..

  • Eu sou contra esta polarização

    https://www.tercalivre.com.br/hacker-diz-que-manuela-davila-intermediou-contato-com-greenwald/

    “Hacker diz que Manuela d’Ávila intermediou contato com Greenwald”

    https://www.oantagonista.com/brasil/podcast-a-ponte-politica-do-hacker/

    “A ponte política do hacker”

    Quem esta dizendo a verdade?

  • Abraham Lincoln

    Ah… essa Veja. Exsurge a questão: Devemos ou não confiar na revista? Você precisa se decidir, Cardoso; vocês comentaristas, também. http://cardosinho.blog.br/politica/outras-capas-da-veja/

    • Preclaro Abraão, caso você não saiba, a Veja mudou de dono. Os antigos proprietários – a família Civita – deram o calote em mais de mil funcionários. Pode ser que entre estes mil funcionários tenhamos jornalistas que agora não estejam mais apenas fazendo o jogo dos patrões.

    • rapizodia

      Eu não confio em Veja, Folha ou em qualquer mídia, pelo menos não segamente! Há que se ter senso crítico e uma juntada de informações para concluir uma opinião! Na hora da leitura, você percebe se o relato o está conduzindo e não esclarecendo! Alguns são explicitamente enviesados, estes eu praticamente não lei ou quando leio tomo cuidado para não ser conduzido, tipo ‘o antagonista’ ou ‘carta capital’ só prá citar dois.

  • Sérgio

    Quando contra os fatos não há argumentos o miniminios chingam. Coitados, estão descobrindo que cairam em uma roubada e foram enganados e traídos pelo Bozão e os Bozinhos…kkk

  • Jornalista gay está com medo

    Depois que um dos presos sob suspeita de ter hackeado telefones celulares de mais de mil autoridades, o Vermelho, disse em depoimento à Polícia Federal que fez contato com o jornalista Glenn Greenwald, do The Intercept Brasil, por meio da ex-deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB), ex candidata do PT como vice de Haddad.
    O jornalista correu para dizer que a sua fonte não é ele. kkkkkk Ninguem acredita! Mas acho que não vai acontecer nada a esse pilantra jornalista que recebeu dinheiro do PT para divulgar as gravações. Muito menos a quadrilha do PT!
    Ele é um jornalista e protegido pelas leis por isso o escolheu.
    Alguns hackers vão continuar presos.

    • Rapizodia

      Se eu tivesse que jogar fichas em Moro ou no Jornalista, não teria dúvida alguma, seria no jornalista. Moro é uma vergonha a muito tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *