GOVERNADORES QUEREM CRIAR CONSÓRCIO PARA DISTRIBUIR VACINA, PREVENDO GUERRA DE BOLSONARO CONTRA VACINAÇÃO

Deu no Brasil 247:

Os governadores avaliam formar um consórcio de estados para garantir a distribuição da CoronaVac no país, caso o governo resista a fornecer o imunizante pelo SUS. A informação é do portal da revista Veja

A produção da CoronaVac no Brasil é uma parceria entre a fabricante chinesa e o governo de São Paulo. A fase de testes termina dia 15 e será a primeira vacina que a chegar ao Brasil.

Segundo a reportagem, os governadores desconfiam da lentidão de Bolsonaro para criar a parceria com o governo de São Paulo na distribuição da vacina.  Apenas na última quinta-feira (10), o ministro da Saúde Eduardo Pazuello entrou em contato com o governo paulista para dialogar a respeito de parcerias. 

Os governadores desconfiam que Jair Bolsonaro pretende criar uma disputa de narrativa sobre a distribuição da vacina chinesa e estudam estratégias para garantir a vacina para a população, como a formação do consórcio. 

.  “Se Bolsonaro acha que transformará a vacina em uma guerra política, está muito enganado. Se o governo não fornecer a vacina pelo SUS aos estados, nós o faremos. Não vamos deixar a população sem vacina por causa de questões políticas”, disse um governador que não teve sua identidade revelada à reportagem. 

2 comentários

  • A nova guerra da vacina. O segundo tempo!

    Esta briga de Bolsonaro e Dória é antiga. Visa as eleições para presidente. Um absurdo! Nas pesquisas, o Bolsonaro leva a vantagem sobre Dória que tem 1%.
    Doria comprou 46 milhões de doses de vacinas chinesas e deverá vacinar todos os paulistas, primeiro. Enquanto os Estados do Paraná e da Bahia se acertaram com a Rússia.
    Bolsonaro liberou R$ 2,5 bi para adquirir vacina da Universidade de Oxford que é chinesa kkkk. Garantirá a imunização de 10% da população até o final de 2021.
    O temor de Bolsonaro está nos seguidos anúncios de Doria de que a vacinação em massa contra o coronavírus vai começar por São Paulo. Para o presidente, se o governo paulista iniciar uma vacinação antes do governo federal, ele trará para si o papel de vencedor contra a pandemia. Para o presidente, pode ser o ponto de inflexão para tornar Doria o “antibolsonaro”.
    Esse é o medo de Bolsonaro.

  • rapizodia

    O que são 150 mil mortos não é mesmo!?

    A política na grande maioria das vezes é feita usando mortos como palanque, nada de novo então!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *