IMPRENSA INTERNACIONAL REPERCUTE DIÁLOGOS QUE MOSTRAM ATUAÇÃO IMPARCIAL DE SÉRGIO MORO

E a Globo continua escondendo o assunto. Deu no site da revista Veja:

Jornais e sites internacionais repercutiram a capa da última edição de VEJA, “Justiça com as próprias mãos”. A reportagem traz diálogos inéditos analisados pela parceria VEJA e o site The Intercept Brasil mostrando irregularidades cometidas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro como juiz da Operação Lava Jato.

“Uma imagem da capa de VEJA mostra Moro – que de maneira controversa assumiu o trabalho (como ministro) no ano passado depois de ajudar a prender o principal rival de Bolsonaro na eleição, o ex-presidente de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva – usando seu dedo indicador para desequilibrar a balança da justiça para a direita”, disse o jornal britânico The Guardian. “Em seu editorial, VEJA afirmou que a reportagem revelou ‘de forma cabal como Sergio Moro exorbitava de suas funções de juiz’.”

O jornal argentino Clarín afirmou que a divulgação das novas mensagens comprometem ainda mais a imagem de Moro. “A revista VEJA publicou uma extensa reportagem de capa em que afirma terem sido analisadas 649.551 mensagens trocadas por Moro e promotores ao longo dos anos, especialmente entre 2015 e 2017”, disse o jornal. “As revelações corroeram fortemente a imagem de correção absoluta desfrutada pelo atual ministro. E poderiam até levar à anulação de algumas de suas sentenças.”

O jornal chileno La Nación afirmou que a publicação dos diálogos coloca ainda mais em dúvida a imparcialidade de Moro como juiz de casos da Lava Jato e aumentou a pressão sobre o ministro. “Após a publicação, #Morosuacasacaiu se tornou o assunto mais comentado no Twitter no Brasil. Imediatamente, os apoiadores do atual ministro responderam com a hashtag #Morosomostodos.”

1 comentário

  • Rapizodia

    O messiânico Sérgio Moro, deve estar satisfeito com o rumo que ajudou a dar ao país! Destruiu a reputação da justiça brasileira e ajudou o país a voltar ao obscurantismo, mas agora é ministro, cavaleiro templário da justiça e apoiador de pseudo ditador acompanhado de milicianos! Qualquer semelhança com alguma ditadura militar latina não é mera coincidência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *