JANOT DENUNCIOU DILMA EM 2017 E AGORA DIZ QUE ELA NÃO É CORRUPTA

Devagar, a verdade vai aparecendo. Há alguns dias, o vampirão Michel Temer confessou que o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff foi um golpe. Hoje, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o ex-senador tucano Aloysio Nunes disse que o ex-juiz Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato fizeram manipulações políticas para induzir ao impeachment.

“Não é possível, em um processo judicial, em um país civilizado, um juiz e os procuradores se comportarem da forma como se comportaram. Processo judicial exige um juiz independente, imparcial, que dê iguais oportunidades tanto à defesa quanto ao Estado provarem seus argumentos”, afirmou Aloysio.

Também hoje, na mesma entrevista em que confessou ter entrado armado no STF com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes, o ex-procurador-geral Rodrigo Janot reconheceu a honestidade de Dilma. A notícia é do Brasil 247:

O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou, na entrevista que concedeu à revista Veja, que não tem “nenhuma dúvida” de que a ex-presidente Dilma Rousseff não está envolvida em atos de corrupção. 

 “É impossível que o Lula não fosse um dos chefes de todo esse esquema. Não tenho dúvida de que ele é corrupto. Da mesma forma que não tenho nenhuma dúvida de que a Dilma não é corrupta”, disse Janot, na entrevista em que também revelou ter ido armado a uma sessão do Supremo Tribunal Federal com a intenção de assassinar o ministro Gilmar Mendes.

Apesar do reconhecimento da honestidade da ex-presidente Dilma, Rodrigo Janot apresentou, em setembro de 2017, uma denúncia contra o que ele chamou de “quadrilhão”, incluindo Lula e a ex-presidente Dilma Rousseff. 

Como lembra reportagem do Jornal GGN, a peça assinada por Janot e que foi aceita pela 10ª Vara Federal em Brasília em novembro do ano passado afirma que os dois ex-mandatários teriam tido participação em um esquema de coleta de propinas de R$ 1,48 bilhão, entre 2002 e 2016.

A denúncia sustentava que o esquema teria existido por vantagens supostamente ilícitas em contratos da Petrobras, do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) e do Ministério do Planejamento nos governos dos dois ex-presidentes.

Hoje, dois anos depois, Rodrigo Janot desmente a própria denúncia criada por ele em 2017: “Até agora não surgiu nenhuma prova que envolva a ex-presidente com corrupção”, disse, entre as suas declarações.

4 comentários

  • Indicação do poste

    A informação só não diz quem o indicou para a PGR na época, aliás vindo da costumeira lista tríplice.
    Será que foi o “poste” ?.

  • Janot : De "odiado pelos petistas" para "pistoleiro sem dar um tiro"

    Depois que Janot denunciou Lula, Dilma, Gleisi, Palocci, Edinho, Mantega, Paulo Bernardo e Vaccari. Afirmou que o partido formou organização criminosa para desviar dinheiro da Petrobras.
    Agora, Janot disse, todo mundo sabe menos os petistas que acreditam que Lula é inocente. Pasmem! Deltan e os procuradores da Lava Jato pediram para Lula ir para casa. Mas pode voltar a cadeia. Alegria de petista pode durar pouco. Lula poderá casar. Eu vou no casamento dele. kkkkkk
    Não sei o porque o ex PGR dá uma entrevista impactante como essa? Quer aparecer? Sabemos que está lançando seu livro pois quer fazer um sensacionalismo barato Mas depois de dizer que pensou em matar Gilmar Mendes.
    Deu muita conversa, em Brasilia. Devia ter matado! Menos um bandido, no STF.Aliás, ele disse que Palocci prometeu “delatar” 5 ministros do STF. Tem mais bandido no STF do que na cúpula do PCC
    Essa história não virar nada pois ninguém vai preso por pensar em matar

  • Aloysio Nunes e as propina dos tucanos!

    Aloysio Nunes foi acusado em delação premiada pelo ex-presidente da OAS Léo Pinheiro de ter solicitado propina de obras em São Paulo para campanhas do PSDB. Paulo Preto foi preso e suspeito de ser operador do PSDB. Aloysio diz que não tem relações com os negócios de Paulo Preto, mas afirma ser amigo dele. Aloysio afirmou ter intercedido a favor de um habeas corpus do engenheiro com assessores do STF. Gilmar Mendes soltou o Paulo Preto. kkkkkkkkk Agora Aloysio deverá pedir socorro a Gilmar
    Agora ele quer agradar o PT e os ministros petistas do STF principalmente Gilmar Mendes que manda neles pois Aloysio não é mais nada. Ele foi presidente da Investe SP (agência estatal de fomento) no início do governo Doria e deixou o cargo após sofrer busca e apreensão da Lava Jato.
    Léo Pinheiro entregou minha cabeça à Lava Jato para se livrar da prisão, disse Aloysio Nunes.
    Aloysio poderia ficar calado. Ele ofendeu a nossa inteligencia.

  • Temer e o desdizer do golpe

    Após utilizar a palavra “golpe” no programa Roda Viva, para se referir ao impeachment de Dilma, Temer disse que o processo foi legal e que utilizou a palavra porque “as pessoas diziam que era”.
    Posteriormente, em outro dia, Temer foi questionado por uma jornalista se ele considerava o processo de impeachment da ex-presidente um golpe, ele negou e disse que o processo de saída da presidente seguiu os termos constitucionais e eleitorais.
    Temer disse que quando ele disse que não era adepto do golpe foi porque as pessoas diziam que era golpe, mas na verdade o golpe não foi golpe.
    Até porque se o golpe fosse golpe como as pessoas falam. As pessoas que diziam que não foi golpe estariam praticando um golpe. Temer poderia ser tachado de golpista, que, aliás, foi mesmo, porque as pessoas assim diziam.
    Por alguma razão Temer foi forçado a desdizer o que disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *