JOAQUIM BARBOSA COGITA APOIAR EX-PRESIDENTE LULA EM 2022

Deu no UOL:

Aposentado do STF (Supremo Tribunal Federal) em 2014, Joaquim Barbosa hoje está mais imerso no mundo político do que no jurídico. Em 2018, filiou-se ao PSB e cogitou sair candidato a presidência da República. Desistiu. Agora, articula nos bastidores seu apoio para a disputa de 2022 com uma prioridade em mente: tirar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) do poder.

A tônica das conversas de Barbosa tem sido a crítica ferrenha ao governo atual. Nas eleições, a intenção do ex-ministro é dar o peso de seu nome à esquerda para derrubar Bolsonaro nas urnas. Para atingir esse propósito, não descarta apoiar eventual candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mesmo duvidando que o petista saia candidato. Na avaliação de Barbosa, Lula pode não querer sair candidato em 2022.

O eventual apoio de Barbosa a Lula seria irônico. Afinal, em 2012, como relator do mensalão, o ministro votou pela condenação dos principais agentes políticos do governo do petista no maior escândalo de corrupção do país conhecido até então. Ainda assim, Barbosa e Lula guardam semelhanças na biografia: ambos têm origem humilde e ganharam notoriedade nacional.

Barbosa e Lula nunca foram amigos. O petista queria nomear o primeiro negro para o STF. Frei Betto apontou Barbosa como a pessoa perfeita para o cargo. Lula abraçou a ideia. Quando sentou-se à cadeira da Corte, o ministro mostrou independência ao votar pela condenação de petistas – inclusive do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.

12 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *