JORNAL PARANAENSE DE DIREITA DIZ QUE SÉRGIO MORO DESTRUIU EMPREGOS E DEIXOU ESCOMBROS NO PAÍS

Reforçando: a conclusão não é de nenhum “blog sujo”. Deu no blog do Esmael:

Até a vetusta Gazeta do Povo, blog de extrema-direita, reconhece que o juiz Sérgio Moro e sua lava jato destruíram milhares de empregos e deixaram escombros em todo o país. O ex-jornalão curitibano conta a desgraceira que a operação do magistrado causou na indústria naval brasileira. Somente no município de Rio Grande, no Sudeste do Rio Grande do Sul, o “combate à corrupção” custou ao menos 24 mil empregos de pais de famílias.

A operação do juiz Sérgio Moro deixou uma destruição no município e hoje restam apenas 1,5 mil metalúrgicos trabalhando no estaleiro quase fantasma.

A Gazeta do Povo — que não é nenhum blog de esquerda, frise-se — teve um lampejo ao abrigar o bom jornalismo para denunciar que a lava jato gerou escombros e que plataformas de petróleo novinhas em folha foram vendidas como se fossem sucata.

“Escombros da Lava Jato: plataformas de petróleo novinhas são vendidas como sucata”, diz a manchete de um texto preciso de Lucio Vaz ao relatar a agonia do Estaleiro Rio Grande, vítima do ataque da operação de Sérgio Moro à indústria naval brasileira.

A reportagem de Vaz informa que as 152 mil toneladas de aço das plataformas P-71 e P-72 foram vendidas por R$ 70 milhões para a siderúrgica Gerdau.

“É uma lástima, um crime de lesa-pátria. Compraram o aço a preço de ouro e estão vendendo a preço de lixo”, afirmou o presidente do sindicato, Benito Gonçalves.

A empresa que estava responsável pela construção das plataformas era a Ecovix, braço naval da Engevix, que entrou em recuperação judicial após ser alvo da operação lava jato. Em virtude disso, a empresa não conseguiu entregar os cascos praticamente prontos que foram transformados em sucata.

Lucio Vaz explica que dois integrantes da cúpula da Engevix, Gerson Almada e Antunes Sobrinho, foram condenados pela Justiça Federal em primeira instância por envolvimento no escândalo do petrolão, que apurou o pagamento de propina a políticos a partir do superfaturamento de obras contratadas pela Petrobras.

Note o caro leitor que, além dos empregos perdidos, houve um prejuízo bilionário maior do que a lava jato diz ter recuperado em quase 4 anos de operação.

Enfim, a Gazeta do Povo reconhece que Sérgio Moro é responsável pelos milhares de desempregados e por destruir a economia do país.

3 comentários

  • BOTAPAFUD

    O COLLOR VEM AI

  • Queremos as quadrilhas de Lula e de Temer na cadeia

    Certamente alguns idiotas pensam quem causou a quebradeira com desemprego foi a justiça e não, o empresário e dono da empresa que roubou o povo brasileiro com a corrupção e pagamento de propinas.
    Os políticos do PT, PMDB, e PP assaltaram a Petrobras, Caixa, Federal, Nucleobrás, Correios, etc alem disso receberam propinas da JBS, OAS, Odebrecht, etc como venderam as obras para as empreiteiras.
    Os políticos do PSDB receberam propinas dos empreiteiros para “pegarem” as obras de SP.
    Queremos as quadrilhas de Lula e de Temer na cadeia
    Agora, fica facil para eles culparem Moro e a justiça.
    Que piada!

  • Se comprou a preço de Ouro é pq foi super faturado, seus imbecis fazia tempo q ñ acessava este blog Socialista, mas vejo a mentalidade desses mortadela q não muda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *