JUIZ ACEITA DENÚNCIA CONTRA SUSPEITOS DO ‘MENSALÃO DO DEM’

Diferentemente do que aconteceu com os envolvidos no  Mensalão do PT, que foram julgados diretamente na última instância – o STF – os processos contra os mensaleiros do DEM estão começando na primeira instância.

Ou seja, daqui a trinta ou quarenta anos, quando chegar ao STF, a maioria dos acusados já estará descansando o sono eterno.

A Operação Caixa de Pandora, para quem não se lembra, foi deflagrada pela Polícia Federal em novembro de 2009 e alcançou grande repercussão em função das graves acusações de um informante – Durval Barbosa – documentadas através de vídeos.

Vamos à notícia veiculada pelo Diário da Região:

O juiz Atalá Correia, da 7ª. Vara Criminal de Brasília, aceitou denúncia do Ministério Público do Distrito Federal contra 19 acusados de envolvimento com um esquema investigado pela Operação Caixa de Pandora. Como consequência da decisão de Correia, passarão a responder a processos criminais o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, o ex-vice-governador Paulo Octávio, entre outros acusados.

O esquema de corrupção ficou conhecido como Mensalão do DEM. “A denúncia não é inepta. A peça acusatória apresenta a exposição do fato criminoso, com todas as suas circunstâncias, em descrição compreensível, bem como a qualificação dos acusados e os esclarecimentos pelos quais se possa identificá-los. Estão presentes, ainda, a classificação dos crimes e o rol das testemunhas. Não há que se falar de ausência de justa causa para o início da ação penal diante de lastro probatório minimamente coligido na fase inquisitorial”, afirmou o juiz no despacho assinado no último dia 10.

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *