JUSTIÇA FEDERAL CONDENA EX-DEPUTADO VADÃO GOMES A RESTITUIR R$ 523 MIL POR ESCÂNDALO DENACOOP

O “Escândalo Denacoop”, que teve o ex-deputado Vadão Gomes e o “contador” Jonas Martins Arruda como personagens centrais, gerou vários processos em nossa região. A história toda começou em 1994 e o esquema teria desviado mais de R$ 10 milhões do Ministério da Agricultura. Em dezembro de 1996, a revista IstoÉ publicou a matéria “Cooperativa da Corrupção”, com quatro páginas sobre o assunto, onde Jales apareceu com razoável destaque.

Curiosamente, todas as revistas IstoÉ daquela semana “sumiram” das bancas de jornais da região de São José do Rio Preto, compradas por alguém com muito dinheiro. Por um acaso, este aprendiz de blogueiro era assinante da revista. Providenciei, então, uma centena de cópias da matéria que o saudoso comunista Antonio Alves Canuto incumbiu-se de distribuir pela cidade. Um advogado de Jales,  provavelmente acionado por alguns poderosos locais, ainda chegou a interpelar o seo Canuto, mas não conseguiu impedir a distribuição das cópias da matéria da IstoÉ.

Anos depois, fui chamado a prestar depoimento na Polícia Federal, pois, como tesoureiro do Banco do Brasil, paguei alguns cheques de uma cooperativa de Jales, também envolvida no caso. Felizmente, fui chamado apenas como testemunha. Faço essa pequena introdução, para dizer que, quase 15 anos depois do escândalo, começam a surgir algumas condenações. Pelo menos, é o que indica a notícia do site Ethos on Line, abaixo reproduzida:

O ex-deputado federal Etivaldo Vadão Gomes e o então presidente da Associação dos Produtores Rurais de Meridiano, Antônio Silva, foram condenados pela Justiça Federal de Jales a devolver aos cofres públicos R$ 523.439,97, em valores atualizados, por participarem de um esquema de desvio de verbas públicas que ficou conhecido como “Escândalo no Denacoop”, em meados dos anos 90. O desvio foi denunciado pelo Ministério Público Federal através de ações civis públicas.

Na mesma ação também foi condenado Jonas Martins de Arruda, assessor do ex-deputado e mentor do projeto que permitiu o desvio de verbas. Além de ser solidariamente responsável, junto com os outros réus, a devolver o valor desviado, ele foi multado em três vezes o valor que recebeu a título de honorários por elaborar o projeto.

De acordo com o procurador da República Thiago Lacerda Nobre, o “escândalo do Denacoop” levou o Ministério Público Federal a investigar 42 convênios celebrados entre o Departamento Nacional de Cooperativismo e Associativismo Rural (Denacoop), órgão ligado ao Ministério da Agricultura, e entidades e sindicatos da região noroeste do estado de São Paulo. As investigações revelaram a existência de uma quadrilha especializada no desvio de recursos públicos. Entre 1994 e 1996 foram liberados para a região aproximadamente R$ 3 milhões em verbas federais. 

A matéria completa do Ethos on Line pode ser lida aqui.

14 comentários

  • Camarada Martini

    Pare Cardosinho?

    Canuto nunca foi comunista, e sim um aproveitador

    para bens próprio, malandro e sempre gostando

    do poder.

  • Camarada Martini

    Tá morto pra você, aquilo deve estar vagando

    la pela Câmara, prefeitura, só deve estar

    seu corpo no cemitério.

  • Jalesense Politizado

    Quando nosso povo preferiu eleger esse cara de Estrela D Oeste, populista,que surfava na onda de Festa de Peão, menosprezando um deputado daqui, honrado, com Ficha Limpa, que colocava Jales no centro da política a nivel de Brasil (coisa que aqui nunca mais teremos)só daria nisso mesmo: DECEPÇÂO! Por coincidencia, Jales passou a caranguejar ou seja, perdemos tudo aqui: 02 cinemas, time de basquete de ponta, o CAJ, Cursos importantes como Medicina, Direito e Odonto para nossos vizinhos como exemplo. Analisando a noticia acima, vejo que essa crise de indecência na politica de beneficio próprio praticada por esse Ex Deutado, que nem seus companheiros e seguidores ele prestigiou, (deu cano até nos seus fornecedores com uma moratória fajuta), qual a desculpa de seus cupinchas agora?. Pena que o povo sempre paga por seguir esses imbecis!!

    • Jalesense

      Meu Amigo, Jalesense Politizado, penso eu que vc não é tão politizado assim pois acho está falando de uma pessoa que tb deixou a desejar, poderia sim ter feito muito por nossa cidade mais tb nos enganou, pesando bem acho que uma das coisas que fez (a derubada da cerca) esta nos custando caro até hoje e vai por ai a fora para não ser muito longo e cansativo vou para por aqui mas no meu acervo tem mais é só vc procurar. Ah! tb acho que este que está agora sendo processado teria que estar sendo preso pelas kaka que já fez tá.

  • jalesense de coração

    pena que o Paulo Mariani e o Juliano Matos não se elegeram. Era a chance de enterrar de vez pessoas como o Vadão, Semeghini e outros demagogos que não estão nem aí por Jales e só querem o nosso voto. Pelo voto distrital, por um deputado jalesense urgente meu povo!

  • Amedrontado

    Tá louco eleger Juliano Matos, um desequilibrado

    e com processos na cabeça.

  • jalesense de coração

    kkk amedontrado é um brincalhão. kkkk

  • anônimo

    esse amedontrado tem o rabo preso até não querer mais. sei quem é ele e é bom ele querer que as coisas fiquem como estão, por que a sujeira dele vai sair de baixo do tapete

  • anônimo

    já tem pedido de quebra de sigilo de IP tramitando junto aos hosts do blog. cuidado com os comentários!

  • Anônimo

    CAMARADA MARTINI, SE IR AO CEMITÉRIO ,OLHE SEU TÚMULO ;E VERÁ QUE ERA APENAS UM IDOSO, E COMO A MAIORIA DOS IDOSOS TINHA SUAS MANIAS, LEMBRE QUE CAMINHAMOS PARA O MESMO LUGAR E QUE ALGUM DIA NÓS TODOS IREMOS SE ENCONTRAR LÁ DO OUTRO LADO.

  • Em Defesa da Amada Jales!!!

    Realmente pra que falar dos mortos. Os vivos que estão incomodando!

  • Anônimo

    REALMENTE CERTO, E O DURO É QUE FALTA 15 MESES PARA VER O QUE PODE MUDAR , PARA MELHOR OU ……

  • anonimo

    limpeza geral na camara! todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *