LE MONDE: CAOS POLÍTICO E FALTA DE CREDIBILIDADE DE TEMER PODEM TRAZER DILMA DE VOLTA

A notícia é do Brasil 247:

Cimages_cms-image-000501657om uma matéria intitulada “A implosão do sistema brasileiro”, o jornal francês Le Monde diz que “a terra treme no Brasil” e aponta que a falta de credibilidade do presidente interino Michel Temer e a crise política pela qual o país atravessa poderão fazer com a que presidente afastada Dilma Rousseff, que vinha sendo considerada “politicamente morta”, retome o seu mandato.

Segundo a matéria, a expectativa era de que com o afastamento de Dilma, no dia 12 de maio, Michel Temer implantasse medidas rápidas para tirar o país da crise econômica e política, o que não aconteceu. Para a correspondente Claire Gatinois, o governo interino “ainda enfrenta uma sociedade revoltada. A governabilidade continua frágil. E, sobretudo, a falta de credibilidade continua a envolver uma elite política implicada na operação Lava Jato”.

O jornal destaca ainda que Temer, “antigo” parceiro de Dilma, prometeu criar um governo de “união nacional” e o que se viu de fato foi a queda de dois ministros do seu governo em menos de um mês. O veículo lembra que outros membros do ministério do governo Temer são investigados pela Operação Lava Jato. Um deles – Henrique Alves, do Turismo – foi mantido no cargo essa semana apesar da divulgação de gravações envolvendo seu nome.

A jornalista observa que a população acabou descobrindo que a corrupção não afeta somente o PT e que “todo o sistema político está gangrenado”. “Mais de um terço dos parlamentares estão sendo investigados. Até mesmo a probidade do Supremo Tribunal Federal é questionada”, diz o texto.

13 comentários

  • Ruim com Temer. Pior com Dilma

    O jornalista petista esqueceu de dizer que já no governo Dilma tínhamos ministros envolvidos na operação Lava Jato sendo Edinho, Aloiso Mercadante, Jaques Vagner, Lobão, Gleisi Hoffman e ate’ Lula (que não assumiu) pois Dilma não os tirou porque jurava que eles eram honestos.
    Renan Calheiros, o presidente do senado, outro envolvido, tem 10 processos “engavetados” e ninguém tirou do cargo.
    Temer, pelo menos, tirou 2 ministros pois ainda faltam mais 2 sendo por isso, criou essa “crise politica e de credibilidade” (citada pelo jornalista).
    Fora, dizer que Dilma e Lula estão envolvidos até o pescoço na operação com delações de varios politicos de que eles sabiam e receberam propinas.
    Estamos endividados com R$ 170 bilhêes, graças a eles e vocês querem voltar! É brincadeira

  • Carlos

    DILMA NUNCA MAIS! NUNCA!!!

  • Pedro Paulo Costa

    Algumas pessoas, se acham suficientemente esperto ao colocar suas besteiras neste blog e não percebem que, são sempre as mesmas burradas, as mesmas frases ou as mesmas sandices.
    Cito aqui algumas realizações sociais do governo Lula e Dilma:-minha casa minha vida, Bolsa Família, Brasil fora do Mapa da fome, Prouni, Pronatec, Partilha do Petróleo, Lei do acesso a informação, mais médicos,,saúde para a família, farmácia popular, ciências sem fronteira, liberdade na internet, criação de 22 universidades, principalmente no norte e nordeste, Brasil sem fome, pagou o FMI,15 milhões de empregos novos,PAC, criou o Reuni, ferrovia norte e sul, Transposição do rio são francisco etc…. sem se preocupar com quem quer que seja estava ou não na operação Lava Jato, deixando sempre livre a PF, fazer sua obrigação.
    Temer mesmo sabendo, colocou 7 ministros que estão sendo processados por diversos crimes inclusive a Lava Jato:—Rome Jucá,Geddel Vieira Lima, Henrique Alves,Mendonça Filho, Raul Jungmann, Bruno Araujo e Ricardo Barros,. alguns citados na lista da Odebrechet, corrupção ativa, desvio de dinheiro, compra de votos e alguns na tentativa de parar a Lava Jato.
    PMDB—Temer, citado como beneficiário nos escanda-los de corrupção que são alvo da força tarefa de de ter recebido 5 milhões da OAS.
    Ai aparece Sergio Machado delatando e mostrando em fitas gravadas,. que os chefes da quadrilha do PMDB, estavam querendo acabar com a Lava Jato, pois estavam chegando neles e no PSDB, surgee então os nomes:–
    Renan-politico mais processado por corrupção.
    Cunha-com contas na Suíça, Lava Jato, recebimento de propinas e mentir na CPI.
    Jucá-delatado através de gravação, querendo acabar com a Lava Jato e de ter recebido propinas da Odebrecht.
    Sergio Cabral- processado pela PF como beneficiário da corrupção da Petrobras.
    Jader Barbalho-corrupção na sudam e Odebrecht.
    Aécio- corrupção em Furnas, Lava Jato,,Petrobras, mensalão tucano, sivan e pasta rosa.
    Aloysio Nunes processado por ter recebido 1 milhão da Lava Jato para a campanha.
    FHC- delator Cerveró disse que seu governo recebeu 100 milhões de dólares de propinas com negócios na Argentina e tentativa de parar a Lava jato
    Temer e PSDB-estão acabando com as politicas públicas sociais de Lula e Dilma.
    Temer com uma divida de 96 bilhões, de aumento ao Judiciário de 41%, aumentando esta divida, com mais 587 Bilhões.
    Temer criou na calada da noite 140 mil empregos para os poderes executivo, legislativo e judiciário.
    Aos desentendidos a cúpula do PMDB e PSDB e, formada por políticos de matizes e origem diversas. Porém seus membros têm ao menos um fator comun: todos foram ou são investigados em casos de mau uso de dinheiro público, corrupção, dentre outros crimes, que não se limitam apenas aos fatos investigados pela Lava Jato..
    Só estou sentindo falta das panelas, que continuam em silêncio e das passeata. Não se sabe se por cumplicidade ou vergonha na cara.

    • aminesia petista

      PEDRO PAULO
      Voce esqueceu de falar do Petrolão, Mensalão, assassinato do Celso Daniel, compra do triplex e reforma do sitio de Lula mais as delações de Delcidio do Amaral, Ceveró, Odebrechet, ……….
      Lembra ai?

  • Pedro Paulo Costa

    aminesia petista otário não esqueci não tem o Petrolão do PT e o Petrolão do PSDB, sobre Daniel os dois assassinos já estão na cadeia, se achas que foi a Dilma ou Lula Prove seu desqualificado. As delações de Delcidio seu seu ameba, Cerveró e Odebrecht já citei acima e não tem Dilma nem Lula, seu asno tem sobre PT?
    Fale mais asneira coxinha fascista e golpista.

    • Não tem nivel

      O grande problema do petista e’ esse pois quando fala sobre os feitos — com R$ 1 trilhão de impostos arrecadados — do governo Dilma/Lula, ele está feliz.
      Mas quando fala da roubalheira, assassinatos, propinas, desvios de dinheiro para campanha, e outros. Ele fica nervoso, mal educado, ignorante e xinga de golpista, facista, otario, asno, pois acha que todos são coxinhas

  • Pedro Paulo Costa

    Não Tem Nível, és uma babaca, não tens argumentos, escreve o que vê na Folha no Estadão e na Veja. Ameba coloque o nome dos que você acha que foram assassinados,e quem assassinou .Otário Qual a roubalheira, quem roubou? quem desviou dinheiro? para quais campanhas? Fala golpista dá nome aos bois seu trouxa.

  • Pedro Paulo Costa

    Não Tem Nível*****tenho sim e muito, mas muito mais que você ( nível ), sobre principalmente aspectos políticos, sou sim com você mal educado, pois não gosto de burrice, de quem não tem argumentos, escreve sempre as mesmas coisas e o pior de tudo sem nexos e verdades, vindas de um celebro vazio, com inveja, ódio, coxinha, fascista e golpista.
    O PSDB é o partido mais sujo do Brasil, ao se referir a lei Ficha Limpa,dos 317politicos que foram impedidos de se candidatar-se para as eleições de 2014, o PSDB tinha 56 candidatos***PMDB 49 candidatos e PT lr candidatos.Mas ultimamente perdeu o primeiro lugar ao partidos dos maiores quadrilheiros do Brasil (PMDB)
    , principalmente após o delação através de gravação de Sérgio Machado, onde citou Jucá, Renan, Sarney, Cunha, Temer, Fabiano Silveira, Gilmar Mendes, acusados na Lava Jato e principalmente na tentativa de acabar com o mesmo, pois estavam chegando perto da quadrilha.
    Delcidio delatou***José C. Bumlai, Marcos Valério, André Esteves ( BTG Pactual ), Temer, Aécio Neves, Erenice Guerra, Cunha, Edson Lobão, Palocci, O Globo.
    Agora vou lhe mostrar algumas corrupções de Aécio:***Petrobras, Desvios de verbas da saúde de MG. 7 bilhões, Relações com Youssef, Favorecimento nos veículos da família Neves ( Rádios ),Nepotismo, Mensalão Tucano, 4,4 milhões, ,Aecioporto de Claudio ( para contrabandos ) 14 bilhões, Mãfia do Cachoeira 12 milhões, Cartel dos Metrôs de SP e DF 425 milhões, Privataria Tucana 124 milhões, Reeleição de FHC, 200 mil cada deputados, Gasto no Hospital Master Dey em MG. para se desintoxicar, com dinheiro público.
    Fernando Henrique Cardoso;***Escândolo Secan, A farra do Proer, CXaixa dois de Campanha para a reeleição, Propinas para a Privatização, Grampos Telefônicos, Corrupção da TRT Paulista, Corrupção do DNER, Desvalorização do Real, Corrupção do Banco Mark, Reforma Tributária, Corrupção da Sudan e Sudene, Afundou em seu governo a Plataforma P-36, na Bacia de Campos com um prejuízo de 100 milhões e 11 mortes, Mudanças na CLT, Obras Irregulares e sub-faturadas,, Explosão da Divida Pública , Racionamento de energia.,Desemprego em Alta, etc….
    Deu para entender coxinha, qual nossa diferença, eu dou o nome aos Bois Corruptos de seu partido, inclusive as vezes a corrupção em Valores e você faz o que?Nada. Então falta-lhe o que ? Talvez QI ?

  • Anonimo Voltei

    Não tem Nive *****lAlém do presidente da República interino, Michel Temer (PMDB), ao menos sete ministros do novo governo tiveram seus nomes citados nas investigações da Operação Lava Jato. O peemedebista – que assume o cargo até o julgamento de Dilma Rousseff pelo Senado, o que pode demorar até 180 dias – é citado como beneficiário nos escândalos de corrupção que são alvo da força-tarefa.

    Veja, abaixo, o que pesa contra o ex- ministro Romero Jucá (PMDB-RR) – Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
    O senador Romero Jucá, nomeado no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, está na lista de investigados que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) no início de 2015.
    Jucá foi citado por delatores como beneficiário de um esquema de desvio na estatal. Em depoimento à Polícia Federal em fevereiro deste ano, o senador admitiu que pediu a Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia, doações para a campanha de seu filho, Rodrigo Jucá (PMDB), que foi candidato a vice-governador de Roraima.
    Em depoimento de delação premiada, Pessoa afirmou ter dado R$ 1,5 milhão ao PMDB de Roraima, em 2014. O empreiteiro disse, ainda, que entendeu que o pagamento estava relacionado à contratação da UTC, pela Eletronuclear, para obras da usina nuclear de Angra 3. Romero Jucá nega e atribui a doação ao “trabalho que desempenha como senador”.
    Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) – Secretaria de Governo
    Mensagens apreendidas pela Operação Lava Jato sugerem que o ex-ministro de Lula, ex-vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal e ex-deputado federal Geddel Vieira Lima usou sua influência para atuar em favor dos interesses da construtora OAS.
    Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) – Turismo
    Ministro do Turismo do governo Dilma, Alves volta à pasta menos de dois meses depois de deixar o cargo. O peemedebista é suspeito de receber propina do dono da OAS, Léo Pinheiro, em troca de favores no Legislativo.
    A investigação é baseada em mensagens apreendidas no celular de Pinheiro. Em algumas delas, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cobra Pinheiro por doações à campanha de Alves ao governo do Rio Grande do Norte. Para Janot, os pagamentos são, na verdade, propina.
    Mendonça Filho, Raul Jungmann, Bruno Araújo e Ricardo Barros
    Os deputados Mendonça Filho (DEM-PE), Raul Jungmann (PPS-PE), Bruno Araújo (PSDB-PE) e Ricardo Barros (PP-PR)/ministérios da Educação, Defesa, Cidades e Saúde, respectivamente, são citados na famigerada lista da Odebrecht apreendida pela Polícia Federal na sede da construtora, em março, durante a 23ª fase da Lava Jato.
    A lista foi tornada pública e depois colocada sob sigilo, mas os investigadores ainda não sabem se os nomes que constam nela receberam doações legais, ilegais envolvendo recebimento de propina ou dinheiro de caixa dois.
    Só da Bandido é uma verdadeira quadrilha, além disso querem acabar com a Lava Jato, fascista, golpista, onde estão as passeatas e a bateção de panelas.

    • Não tem nivel

      Ao petista ANONIMO
      Fala aí dobre os processos que correm na justiça federal dos ex ministros da Dilma : Lula, Edinho, Jaques Vagner, Mercadante, Lobão, Gleise Hoffman e seu marido, Palocci, e outros.
      Esse governo Temer e’ a continuidade de Dilma (que ainda não saiu) e você votou em Temer

  • Não tem nível, não tem mesmo, como não tem caráter, personalidade, índole, compreensão, compostura, estudo,, dignidade, estrutura psicológica, mental etc…..Por isso esqueça-me seu boiola, não perderei mais meu precioso tempo com sua ignorância latejante.

  • Carlos Osório

    E AGORA ELE CAÍ SE TUDO CORRER [email protected]@@DEPOIS [email protected]@@DEPOIS RENAN

    Partidos da antiga oposição à presidente afastada, Dilma Rousseff, PSDB, DEM e PPS começaram a negociar uma união com os antigos adversários PT, PCdoB e Rede por um objetivo comum: afastar, por definitivo, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara e realizar novas eleições na Casa. A articulação prevê ainda a discussão de um nome para disputar a sucessão do peemedebista contra o candidato apoiado por Cunha e que sairá do Centrão, grupo de 13 partidos comandado por PP, PR, PSD e PTB.
    O diálogo entre os dois grupos foi aberto nesta quarta-feira (8). Como revelou a “Coluna do Estadão”, foram discutidas alternativas para provocar a realização de novas eleições internas. No encontro, a antiga oposição cobrou apoio dos petistas ao projeto que declara vago o cargo de presidente da Câmara.
    De autoria do deputado Roberto Freire (PPS-SP), se aprovado, forçaria a realização de nova eleição, acabando com a presidência interina do deputado Waldir Maranhão (PP-MA). O maranhense assumiu o comando da Casa no início de maio, após o Supremo Tribunal Federal afastar Cunha.
    Para aprovar o projeto, precisam de assinaturas de líderes que representem 257 deputados. Até agora, contudo, apenas PSDB, DEM, PPS e PSB apoiam a proposta. Juntos, os quatro partidos têm 119 parlamentares. A nova oposição – PT, PCdoB, PDT e o deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) – soma 90 parlamentares.
    O PT, por ora, se recusa a assinar o pedido. “Tenho muita dúvida da real intenção deles”, afirmou o líder do partido, Afonso Florence (BA). Ele disse desconfiar de que a antiga oposição quer aprovar o projeto em um acordo para tirar Cunha da presidência da Câmara, mas o preservando do processo de cassação que tramita no Conselho de Ética da Casa.
    A avaliação no PT e nos outros partidos adversários de Temer é que, por enquanto, pode ser mais favorável lidar com o presidente interino da Câmara. Embora seja aliado de Cunha e do Centrão, Maranhão votou contra o impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff, e é próximo de deputados do PT, PCdoB e PDT, além de ser aliado do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).
    A antiga oposição não aceita Maranhão. “O que está em questão é a normalidade da Casa. Não dá para Waldir Maranhão presidir”, afirmou o líder do PSDB, Antonio Imbassahy (BA). O tucano nega acordo para salvar Cunha. “A cassação de Cunha é consequência e, caso venha para o plenário, será inevitável”, disse.
    Embora tenham tido divergências na primeira conversa, os dois grupos vão continuar as articulações. Nova reunião está marcada para a próxima semana. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

  • Anonimo Voltei

    A NOVA BURRICE E INGENUIDADE DE UM GOLPISTA NA PRESIDÊNCIA

    A posição nos Correios contradiz decisão comunicada pelo traidor Temer, que fala uma coisa , depois vem Cunha e desfaz tudo.
    Três dias após anunciar a suspensão de todas as nomeações políticas para estatais, bancos públicos, e fundos de pensão, logo em seguida a mando de quem realmente esta governando ( Cunha ), aconteceu a nomeação de Guilherme Campos Júnior para a presidência do ETC.
    Campos é ex- deputado e presidente interino do PSD, partido do ministro de Comunicação. Kassab.
    O Ministro Geddel Vieira Lima, tentou justificar o injustificável, alegando que ” as empresas públicas não podem ficar acéfalas “. Mas a verdade é que Temer que não, manda nada, foi obrigado a fazer essa nomeação, para obter apoio do PSD.,
    Pelo texto do projeto de lei que foi aprovado no Senado e agora na Câmara, as vagas de presidente e diretor de estatal ou banco, só poderiam ser ocupadas por quem deixou de ser dirigente partidário há pelo menos 3 anos ( o que não é o caso de Campos ). Temer não manda nada, isso ficou mais uma vez provado. Esse trecho, do projeto, poderá ser alterado por pressão dos partidos da base aliada. O projeto diz também que os cargos só poderão ser ocupados por quem tiver experiência de dez anos no setor público, ( o que não é o caso de Campos ), isso mostra os desmando dos coxinhas fascistas comandado por Cunha e a Fiesp.
    No ETC, Geddel lembrou que publicação do nome dele, atrasou porque existiam algumas pendências, o que seria o mesmo caso ( mentira ), é burrice e desmando mesmo de um governo golpista.
    Ontem mesmo Campos tomou posse no cargo, sem alarde. A nomeação de Campos não foi o único anúncio feito por Temer ( Burro ), que contraria suas próprias decisões. Isso só pode ser o excesso de VIAGRA .
    No dia seguinte à sua posse, foi anunciado o corte de 4 mil cargos .No entanto foi aprovada a criação de 14 mil postos.
    Outro gesto do Incompetente Temer que foi na contra mão do seu discurso foi apoiar no Congresso o projeto de aumento médio de 41% pata os três Poderes.
    Eta governo descompassado, irresponsável, cheio de maus caráter. kkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *