LE MONDE SOBRE IMPEACHMENT: OU É GOLPE OU É FARSA!

Editorial do jornal francês Le Monde, um dos mais influentes da Europa, edição de ontem:

le mondeSe esse não é um golpe de Estado, é no mínimo uma farsa. E as verdadeiras vítimas dessa tragicomédia política infelizmente são os brasileiros.”

Dilma Rousseff, a primeira presidente mulher do Brasil, está vivendo seus últimos dias no comando do Estado. Praticamente não há mais dúvidas sobre o resultado do julgamento de sua destituição, iniciado na quinta-feira (25) no Senado. A menos que aconteça uma reviravolta, a sucessora do adorado presidente Lula (2003-2010), que foi afastada do cargo em maio, será tirada definitivamente do poder no dia 30 ou 31 de agosto.

Dilma Rousseff cometeu erros políticos, econômicos e estratégicos. Mas sua expulsão, motivada por peripécias contábeis às quais ela recorreu bem como muitos outros presidentes, não ficará para a posteridade como um episódio glorioso da jovem democracia brasileira.

Para descrever o processo em andamento, seus partidários dizem que esse foi um “crime perfeito”. O impeachment, previsto pela Constituição brasileira, tem toda a roupagem da legitimidade. De fato, ninguém veio tirar Dilma Rousseff, reeleita em 2014, usando baionetas. A própria ex-guerrilheira usou de todos os recursos legais para se defender, em vão.

Impopular e desajeitada, Dilma Rousseff acredita estar sendo vítima de um “golpe de Estado” fomentado por seus adversários, pela mídia, e em especial pela rede Globo de televisão, que atende a uma elite econômica preocupada em preservar seus interesses supostamente ameaçados pela sede de igualitarismo de seu partido, o Partido dos Trabalhadores (PT).

Essa guerra de poder aconteceu tendo como pano de fundo uma revolta social. Após os “anos felizes” de prosperidade econômica, de avanços sociais e de recuo da pobreza durante os dois mandatos de Lula, em 2013 veio o tempo das reivindicações da população. O acesso ao consumo, a organização da Copa do Mundo e das Olimpíadas não conseguiam mais satisfazer o “povo”, que queria mais do que “pão e circo”. Ele queria escolas, hospitais e uma polícia confiável.

O escândalo de corrupção em grande escala ligado ao grupo petroleiro Petrobras foi a gota d’água para um país maltratado por uma crise econômica sem precedentes. Profundamente angustiados, parte dos brasileiros fizeram do juiz Sérgio Moro, encarregado da operação “Lava Jato”, seu herói, e da presidente sua inimiga número um.

A ironia quis que a corrupção fizesse milhões de brasileiros saírem para as ruas nos últimos meses, mas que não fosse ela a causa da queda de Dilma Rousseff. Pior: os próprios arquitetos de sua derrocada não são santos.

O homem que deu início ao processo de impeachment, Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, é acusado de corrupção e de lavagem de dinheiro. A presidente do Brasil está sendo julgada por um Senado que tem um terço de seus representantes, segundo o site Congresso em Foco, como alvos de processos criminais. Ela será substituída por seu vice-presidente, Michel Temer, embora este seja considerado inelegível durante oito anos por ter ultrapassado o limite permitido de doações de campanha.

O braço direito de Temer, Romero Jucá, ex-ministro do Planejamento do governo interino, foi desmascarado em maio por uma escuta telefônica feita em março na qual ele defendia explicitamente uma “mudança de governo” para barrar a operação “Lava Jato”.

Se esse não é um golpe de Estado, é no mínimo uma farsa. E as verdadeiras vítimas dessa tragicomédia política infelizmente são os brasileiros.

21 comentários

  • PT e a mentira do "golpe"

    Ate´ que enfim, o Cardozinho lembrou que estamos votando o impeachment de Dilma e aproveitou a noticia do jornal frances para defender o golpe.
    Na realidade a mentira (do PT) do “golpe” é a desculpa para a roubalheira que Dilma e Lula fizeram, na Petrobras. A população não acredita em “golpe”, só os petistas!
    Ao PT, Dilma, e Lula — é mais facil por culpa em Eduardo Cunha, Temer, Globo, Veja, Senado, juiz Moro, midia gopista, etc — do que discutir os fatos ocorridos. Eles procuram um culpado pelos seus erros quando os culpados são eles, mesmos.
    O PT deveria fazer uma regressão dos fatos da roubalheira e expulsar os companheiros que participaram no petroduto, para fazer uma limpeza geral no partido.
    Antes que ele acabe

  • A ladra e a corja de ladrões

    Dilma já caiu pois falta só fechar o caixão sendo que perdeu o apoio do Lula (que se preocupa com seus 6 processos) e do PT (que deve se refundar).
    A população não suporta mais em ouvir os petistas falarem em “golpe” e olha Temer com desconfiança e espera para ver os proximos acontecimentos pois Temer (eleito pelos petistas) é o que sobrou do governo Dilma.
    PT deveria sair do governo de forma digna mas a senadora Geisi Hoffman/PT “armou” uma baixaria, xingando os senadores logo eles que ajudaram o seu marido (ex ministro do PT) a sair da cadeia.
    Com as bençãos do Lula, o PT não merecia isso.
    Lamentavel!

  • Sérgio

    O GOLPE está se concretizando, daqui p frente só Deus sabe… Os santinhos (atual governo, Temer e sua quadrilha) salvarão o Brasil. Principalmente os mais ricos…QUE PENA DO BRASIL.

  • Abraham Lincoln

    Ah sei, o Le Monde… Aquele jornal francês de esquerda… É uma espécie de Carta Capital da França.

  • Ah sei, um direitista que era louco para estudar em Harvard, mas estudou em escola pública, voltou a relinchar, mostrando seus dentes contra a s classe mais inferiores.
    Mas o principal de tudo é que o mesmo é um Zé Ninguém que eu conheço bem.

    • Abraham Lincoln

      Bom, pelo início de seu comentário, presumo que seja direcionado a mim. Se você me conhece bem, sabe que sou mesmo um Zé Ninguém, eu nunca disse o contrário. Agora, me opor contra classes mais inferiores…? Quando? Classes inferiores? Inferiores a quem? A mim, um Zé Ninguém? Estranho, sei lá, é que às vezes custo a entender a genialidade alheia. Estudar em Harvard? Nossa, seria fantástico!!! Infelizmente, não nasci provido dessa inteligência toda. Eu seria muito feliz e, com certeza, bem mais que um Zé Ninguém se tivesse estudado lá. O único fator que me deixaria sentido, caso eu tivesse estudado lá (onde Lula e Dilma nunca lecionaram), seria o fato de que não teria tido o prazer de debater com a galera da esquerda, em um blog de esquerda, numa linda cidadezinha do interior, onde todos se conhecessem (e onde a ética do blog é um tanto seletiva no que tange à revelação das identidades), afinal, nutrido por todo aquele meu conhecimento, eu não poderia dedicar meu tempo (que seria escasso) a essa prática recreativa e tão reveladora.

  • Eu arrisco dizer q esse impachitman é uma farsa,aposto q já tem alguma cadeira nesse teatro esperando por ela ,nesse país nada é sério,tudo é faz de conta..

  • A QUADRILHA DO GOLPE COMANDADA POR TEMER TENDO COMO ESCUDO O PSDB…PMDB…DEM…
    Esses itens abaixo são parte de alguns políticos corruptos que roubaram da Petrobras, conforme Delação Premiada de Sergio Machado:
    – Machado diz que repassou propina a mais de 20 políticos;
    – a propina, segundo ele, era paga por meio de doações eleitorais oficiais;
    – alguns políticos também receberam dinheiro em espécie, diz ele;
    – Machado diz que Michel Temer pediu doação de R$ 1,5 milhão para Gabriel Chalita (o pedido de doação foi revelado pelo Jornal Nacional em maio, na época sem citar o valor);
    – o delator relatou que, na eleição de 1998, Aécio recebeu R$ 1 milhão ilegalmente;
    – Renan Calheiros, de acordo com o delator, recebia uma “mesada” de R$ 300 mil;
    – Jucá recebeu, ao todo, R$ 21 milhões em propinas, contou o delator;
    – Machado diz ter pago propina de R$ 1,55 milhão, entre 2008 e 2014, a Henrique Alves;
    – o ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão pediu R$ 500 mil por mês;
    Segundo o ex-dirigente da subsidiária da Petrobras, os pedidos de doações eram repassados por ele a empreiteiras contratadas pela estatal do petróleo. O PMDB, responsável pela indicação de Machado, teria arrecadado R$ 100 milhões, informou o delator.
    Entre os políticos que teriam pedido doações, afirmou Machado, estão o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), os senadores Jader Barbalho (PMDB-PA), Romero Jucá (PMDB-RR) e Edison Lobão (PMDB-MA), além do ex-presidente da República José Sarney (PMDB-)
    Então pergunto eu quem sera a ladra ( a mãe de quem escreveu e acredita nisso? ), a corja e os ladrões nos sabemos estão logo acima ( nome e partidos ).
    Delcídio diz também em delação que Aécio foi beneficiário de corrupção em Furnas.
    O senador Delcídio do Amaral , afirmou também que o atual senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi beneficiário de um “grande esquema de corrupção” na estatal Furnas.
    Esse esquema, segundo Delcício, era operacionalizado por Dimas Toledo, ex-diretor de engenharia de Furnas, e que teria “vínculo muito forte” com Aécio.
    “Questionado ao depoente quem teria recebido valores de Furnas, o depoente diz se que não sabe precisar, mas sabe que Dimas operacionalizava pagamentos e um dos beneficiários dos valores ilícitos sem dúvida foi Aécio Neves, assim como também o PP.
    E o Sr. PT e o golpe, por ser um coxinha golpista, que passou por uma lavagem celebral, acredita na mídia golpista . Vamos ver, qual será a realidade brasileira econômica e politica daqui uns seis meses, depois da direita cardiopata estiver no poder, nunca esquecendo já os 42% que o governo deu de aumentou para todos do poder mais corrupto do Brasil, o Judiciário

  • AOS GOLPISTAS DA DIREITA:—–O DESABAFO DE UM PROCURADOR FEDERAL SOBRE A LAVA JATO:—

    Procurador da Operação Lava Jato DESERTA e delata: o sentimento comum na força-tarefa hoje é de que eles foram usados para derrubar a presidente Dilma Rousseff e, agora que o impeachment está quase consolidado, estão sendo descartados. “Éramos lindos até o impeachment ser irreversível. Agora que já nos usaram, dizem chega”
    Sob anonimato, um procurador da Operação Lava Jato disse à jornalista Natuza Nery, responsável pelo Painel da Folha desta quarta (24), que o sentimento comum na força-tarefa hoje é de que eles foram usados para derrubar a presidente Dilma Rousseff e, agora que o impeachment está quase consolidado, estão sendo descartados. “Éramos lindos até o impeachment ser irreversível. Agora que já nos usaram, dizem chega”, disse o procurador.

    Conforme foi mostrado semanas atrás, a Lava Jato bateu recorde de aparecimento nas manchetes de jornais durante o mês de março de 2016, criando o clima favorável ao impeachment de Dilma Rousseff na Câmara. Mais de um terço das capas da Folha foram dedicadas à operação e a outras investigações contra Lula. O próprio Datafolha nunca usou as pedaladas fiscais para questionar à população se Dilma merecia o impeachment. A pergunta feita era se as “revelações” da Lava Jato deveriam render o seu afastamento.
    A fala do procurador ocorre após o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes reagir ao vazamento de suposta delação da OAS citando Dias Toffoli, membro da Corte, apenas para criar constrangimentos. Segundo a colunista, “o Estado-maior da Lava Jato é unânime: o avanço das investigações sobre setores do Judiciário pode acabar se transformando em um freio na operação.”
    Após o episódio, Gilmar deu uma série de entrevistas sinalizando que a Lava Jato está se comportando como um grupo de “heróis” sem limites e que deveria, ao invés disso, “calçar as sandálias da humildade”. O ministro também disparou contra uma das propostas defendida pelos membros da operação no Congresso, que trata da permissão de usar provas obtidas de maneira irregular, desde que de boa-fé. Chegou a dizer que isso é coisa de “cretino”.
    Com a reação do ministro do STF, o procurador-geral da República Rodrigo Janot veio à tona defender a Lava Jato do vazamento. Disse que a responsabilidade pelo factóide entregue à Veja era dos advogados da OAS, que estariam fazendo pressão para fechar a delação de Leo Pinheiro. Ele também afirmou que não existe nenhuma menção a Toffoli no depoimento. O PGR usou esse argumento para suspender as negociações.

    Histórico de abusos

    A suspensão e a pressão do Supremo para isso são atitudes inéditas na Lava Jato. Não é como se a operação já não tivesse se envolvido em episódios polêmicos que colocaram em xeque os limites de sua atuação.
    A título de exemplo, no caso do vazamento de um grampo presidencial, por exemplo, o máximo que ocorreu foi o juiz federal Sergio Moro pedir desculpas a Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF. Dilma Rousseff, que foi derrubada na Câmara dias após esse vazamento, aponta que esse tipo de vazamento “é crime em qualquer lugar do mundo”.
    Além disso, foram mais de 13 delações vazadas para a imprensa, sem nenhuma reação. O que levanta a pergunta: por que após dois anos e meio de Lava Jato, só agora Janot quer findar um acordo de cooperação por causa de um vazamento?
    Hoje, em um Artigo de Luis Nassif que a suspensão da delação da OAS é um“empate vitorioso” entre Gilmar e Janot, com um importante desdobramento sobre a classe política: deve livrar a cara de José Serra e Aécio Neves (PSDB) – além de alguns petistas – que, como já se sabia, eram citados por Léo Pinheiro na delação.
    Essa matéria da jornalista Natuza Nerg do Painel da folha pode ser encontrado no : O Globo, A Folha, O Estadão, UOL, GGN, Facebook e Google .
    O que poderia responder o:PT e a mentira do golpe e também a Ladra e a corja de ladrões? Resposta coerente e verdadeira com o assunto politico do momento e não, com falcatruas de uma direita golpistas, fascista,uma quadrilha liderada pelo Trairá e rato Temer o mesmo que esta comprando senadores, a votarem a favor do impeachment, nos mesmos moldes que fez FHC no dia da votação de sua reeleição.

  • RONALDO CAIADO O CORONEL E AMIGO DE DEMÓSTENES E EMPREGADO DE CACHOEIRA:-

    O senador Ronaldo Caiado (DEM) é associado ao bicheiro Carlinhos Cachoeira por supostamente ter recebido verba ilícita nas campanhas de 2002, 2006 e 2010. Cachoeira foi denunciado por tráfico de influência e negociava propinas para arrecadar fundos para disputas eleitorais. O bicheiro foi preso em 2012 por operação da Polícia Federal que desbaratou esquema de adulteração de máquinas caça-níquel. Caiado foi citado nesse contexto, recentemente, por Demóstenes Torres. Ele teria participado de negociação entre Cachoeira e um delegado aposentado que queria ampliar esquemas de jogo ilegal. Até familiar do democrata já foi alvo de denúncia. O pecuarista Antônio Ramos Caiado, tio de Caiado, está na lista suja do trabalho escravo.

  • Abraham Lincoln, de início gostaria de lhe dizer, que se a Carapuça serviu e o mesmo é um Zé Ninguém, coloca a Carapuça ), e não esqueça de tirar ao tomar suas refeições.
    Se a ética do blog é seletiva quanto à revelação das identidades, isso já é um problema que não é meu muito menos teu, mas sim do proprietário do mesmo.
    Zé Ninguém não sei se és, mas te conheço e, não vejo em sua pessoa ( será ), alguém nutrido de conhecimento, para mim és:-
    Um individuo que se caracteriza como tendo um comportamento desajuizado, adoidado e muito inquieto, sendo também classificado como uma gíria, típica principalmente de algumas regiões brasileiras, significando que tens também características pejorativas como a ignorância, a brutalidade, a estupidez e a grosseria, fazendo parte de seu comportamento.
    Ia me esquecendo inteligência eu sei, muito bem que não tens muita, quer parecer que tem mas lhe falta QI.

  • Corintiano

    Nossa, ele xinga sem saber quem é?
    Tá maluco

  • kkkkkkkkk—-Zé do PT—-Anonimo—-Corintiano——em primeiro lugar Gardenal deve tomara a senhora sua genitora e internar não adianta, pois não existe clinica psiquiatra para animais.
    Em segundo lugar de boca fechada deve ficar sua senhoria, pois se abri-la , sairá merda para todo lado.
    Em terceiro lugar delirio ( tem acento ) delírio mental ou maluco tens os dois ignorante, que não sabe acentuar as palavras e entra em delírio, chegando a maluquice quando não apareço em suas residências para dar-lhes um belo um trato.
    Em quarto lugar, os quatros representam uma palavra do substantivo feminino utilizado para nomear animais quadrúpedes ( que andam em quatro patas ) que podem ser utilizados para cavalgar. A palavra pode ser interpretada como sinônimo de ” individuo tolo” , ” ignorante ” ou ” estúpido. Literalmente significa um animal.
    Atualmente a palavra ganhou um contexto pejorativo para descrever pessoas ( será ) que possuem um comportamento não civilizado ou que são considerados ” desprovidos de esperteza “. Neste contexto a palavra, é entendido como um sinônimo ” desprovido de “bobo”, bocó”, “tolo” ou burro.
    E se xingo é porque não aguento tanto despreparo, tanta desqualificação, tanta incapacidade, tanta ignorância, tanto preconceito, tanto fanatismo em fim um despreparado.
    Bom Domingo.
    Não me atrapalhe, estou tomando uma School bem geladinha, com umas picanhas na churrasqueira.
    Vida de direita golpista é uma delícia. kkkkkkkkkkkkkkk ahahahahahahahahahah.

  • Desculpe-me é Skol, parece que estou pegando a burrice dos quatros imbecis.

  • Estupides um Otário coloca resposta no Blog 7 hs.
    Estupides um Bocó coloca resposta no Blog 9.23 hs
    Estupides um Imbecil coloca resposta no Blog 9.24 hs
    Estupides um crápula coloca a resposta no Blog 9.25 hs.
    Quatro sinônimos Antas e, o débil mental é um só.

  • Jales

    KKKKKKKK, minha esposa recebe de mim educação, amor e carinho, agora com sua esposa e genitora, elas gostam é na espora mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *