MAIOR REVISTA ALEMÃ TAMBÉM DENUNCIA GOLPE NO BRASIL

images_cms-image-000487839

Deu no Brasil 247:

A Spiegel, maior revista alemã, publicou um artigo sobre o cenário político brasileiro em que aponta um “golpe frio” contra o governo da presidente Dilma Rousseff, articulado por parte da oposição, da Justiça e com apoio da TV Globo. O texto afirma também que o “ambicioso” juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, tem como “evidente objetivo central” colocar o ex-presidente Lula “atrás das grades”.

“Pela primeira vez, desde o fim da ditadura militar em meados dos anos 80, o maior país da América Latina se vê diante de uma iminente profunda crise institucional que pode destruir todos os progressos conquistados nos últimos 30 anos. Parte da oposição e da Justiça age, juntamente com a maior empresa de telecomunicações TV Globo, para estimular uma verdadeira caça às bruxas que tem como alvo o ex-presidente Lula”, diz trecho.

Abaixo, mais um trecho do artigo traduzido pelo doutor em História, Pedro Muños:

Sérgio Moro, ambicioso juiz de Curitiba, Sul do Brasil, persegue um evidente objetivo central: colocar o ex-presidente atrás da grades. Moro dirige as investigações do escândalo de corrupção sobre a empresa semi-estatal petrolífera Petrobras, no qual centenas de empresários, lobistas e políticos estão implicados, entre eles vários membros do alto escalão do partido de Lula, o Partido dos Trabalhadores.

Como num furacão, o juiz Moro varreu a elite política e econômica. Ele revelou desvios da ordem de bilhões de Reais. Mais de cem suspeitos estão na cadeia e, a maior parte, sem estarem ainda condenados. Muitos brasileiros celebram, por isso, o juiz como um verdadeiro herói nacional.

FRACOS INDÍCIOS

Porém, nos últimos meses os sucessos de Moro lhe subiram a cabeça. O juiz faz política, que não é a sua função. A quebra de sigilo das escutas telefônicas entre Lula e a presidente Rousseff, poucas horas depois da nomeação de Lula como Ministro, perseguiu fins políticos e fez com que o juiz fosse questionado, para pelo menos dar explicações.

Até o momento, Moro não foi bem sucedido na elaboração de sua acusação contra Lula, embora dezenas de promotores e policiais federais em Curitiba já há meses realizam uma devassa nas finanças e relações pessoais do ex-presidente. Os indícios são ainda frágeis.

Lula não tem milhões em contas na Suíça, como o poderoso presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, que foi acusado por corrupção e lavagem de dinheiro e chamado de criminoso por um juiz da Suprema Corte. Mas, isso não o fez deixar a presidência e não o impediu de ter o controle sobre a comissão responsável pelo Impeachment da presidente.

Nessa referida comissão, possui lugar o ex-governador de São Paulo, Paulo Maluf, que foi condenado na França por corrupção, mas que não será entregue pelas autoridades brasileiras, pois é deputado federal.

Essas são as figuras responsáveis por dar a palavra sobre a deposição da presidente, que não teve até agora nenhuma culpa revelada, minando a legitimidade de todo o processo.

À reboque de Lula, adverte-se um golpe frio sobre a democracia brasileira. Há grandes motivos para se preocupar.

20 comentários

  • Precisamos de mais desta gente

    Graças a Deus temos um juiz porreta e um canal de TV que não tem medo dos poderosos que acham que compram todos.
    A revista esqueceu de dizer que os fatos divulgados pela globo e julgados pelo Moro não foram fabricados por eles

  • Pertubado

    CARDOSO O PT JÁ ERA … LOGO LOGO O SENHOR VAI DAR ESSA MARAVILHOSA NOTICIA EM SEU QUERIDO BLOG…. LULA ESTA PRESO E A DILMA NÃO É MAIS NOSSA PRESIDAAANTA.. LOGO LOGO

  • Thiago

    Igual ao Golpe do Collor… lamentável.

  • ALTSSS

    HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAAHAHHAHAHA

  • Manter-se no poder é necessário pois a verdadeira caixa de pandora se abrirá, com o despejo dessa canalhada e a devolução da chave do cofre. V A Z I O

  • lanpião

    cardosinho na sua opinião que rouba tem que ir para a cadeia ou virar ministro me responda kkkkkkkkkkkkkk

  • Alemanha – Hitler – revista alemã – Lula – Dilma – PT: tá explicado!

  • Rolando Caio da Rocha

    É uma revista dos empadas de lá…

  • anonimo

    Cardosinho tem alguma publicaçao do ex ministro Joaquim Barbosa sobre o que esta ocorrendo na justiça?

    • Tem duas. Numa ele desmente um áudio que os coxinhas estão veiculando na internet, no qual o JB estaria apoiando o Sérgio Moro. JB diz que o áudio é falso. A outra publicação é esta:

      JOAQUIM BARBOSA DIZ QUE NÃO VÊ CONDIÇÕES PARA IMPEACHMENT DE DILMA

      O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa disse, em entrevista ao jornalista Roberto D’Avila, exibida nesta quarta-feira na GloboNews, que não vê, hoje, condições para o impeachment da presidente Dilma Rousseff. A entrevista de Barbosa foi gravada antes de o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, aceitar o pedido de abertura de processo de impeachment contra Dilma.

      “Impeachment é um mecanismo regular do sistema presidencialista, mas é traumático. Pode trazer consequências que não temos condições de avaliar hoje”, afirmou.

      Para Joaquim Barbosa, parte das instituições brasileiras não está funcionando. “E a que menos funciona, a meu ver, é a mais importante delas, a Presidência da República. Acho que há uma crise na Presidência da República. No nosso sistema político a Presidência é o centro de gravidade. O presidente é o catalisador de todas as ações, ele se comunica diretamente com a nação, esse é o seu papel mais importante. Isso não ocorre no Brasil.”

      O ex-presidente do STF ressaltou que “o Brasil precisa de lideranças políticas lúcidas, com uma visão muito clara de sociedade e do que precisa ser feito para mudar o país, para completar essa formação inacabada do Estado”. Segundo Barbosa, falta alguém para dizer a verdade para o brasileiro.

      “Não vejo, tanto na ala governamental quanto na oposição, a liderança lúdica que dê a direção correta”, disse.

      Barbosa afirmou que as instituições de controle do Estado, como o Judiciário e o Ministério Público, continuam funcionando e que não se surpreendeu com o escândalo da Lava-Jato: “Para mim, isso é uma sequência natural (do mensalão).”

      Em relação ao julgamento do mensalão, Barbosa disse que as pressões não o abalaram, mas o que chamou a atenção dele foi a questão racial.

      “Fazia o que qualquer juiz sério naquela posição teria que fazer. Era um mero executor de decisões coletivas. Estou convicto de que por trás daqueles ataques insensatos, violentos estava a velha questão racial”, ressaltou.

      Barbosa disse que não pensa em entrar para a política: “Acho que não tenho vocação para política. Nunca gostei, nem mesmo na época de estudante. Acho que sou uma pessoa livre demais para dar esse passo.”

  • Anônimo

    É verdade que a OAB apoiou o impeachment mas agora estão revendo sua posição? Enxergaram que até um leigo estava achando no mínimo estranho uma ordem apoiar um impeachment conduzido por um réu no STF.

    • Existem notícias dando conta de que muitos advogados estão protestando contra a posição adotada pela direção da OAB. É vergonhoso apoiar um impeachment contra uma presidenta que não cometeu nenhum crime. Mais vergonhoso ainda é apoiar um impeachment comandado por um sujeito acusado de corrupção e, comprovadamente, com contas na Suíça. Talvez fosse o caso de a cúpula da OAB dar uma espiadela na manifesto do Conselho Federal de Psicologia e repensar o apoio ao golpe. Eis, para quem ainda não leu, o Manifesto dos Psicólogos:

      O Conselho Federal de Psicologia vem manifestar-se sobre os últimos acontecimentos nacionais, de modo a deixar claro para a sociedade e a categoria profissional o seu posicionamento em relação às violações e aos desrespeitos às instituições democráticas consolidadas, historicamente, pelo esforço de luta da população brasileira.

      Neste momento, vimos a público nos manifestar sobre a importância da defesa do Estado Democrático de Direito, considerando que, sem a participação de todas as pessoas, de modo igualitário e equânime em seus âmbitos de inserção social, não é possível promover dignidade de vida e justiça social. Deixamos claro que o Conselho Federal de Psicologia defende uma sociedade humanizada, fundada em valores éticos que preservam a justiça, a democracia e os direitos essenciais de uma vida digna para todas as pessoas.

      Assim, destacamos alguns importantes elementos para análise consciente do que estamos vivendo hoje, deixando claro nosso posicionamento:

      1. Somos veementemente contrários a uma justiça seletiva, parcial e partidarizada, que mantém a desigualdade e a exploração dos mais pobres, captura direitos civis básicos, criminaliza e promove julgamentos públicos em casos em que processos jurídicos tenham sequer sido abertos.

      2. Repudiamos as tentativas de ruptura com o Estado Democrático de Direito e os movimentos em direção a um Estado Policial, com sérias ameaças e violações a democracia.

      3. Condenamos o papel manipulador da mídia que, servindo a interesses econômicos, provoca convulsões sociais e fazem aflorar sentimentos de rivalidade, ódio e descontrole nas manifestações sociais e participação popular.

      4. Somos contrários a toda forma de corrupção, própria de um sistema que se funda na exploração daqueles que produzem as riquezas e não podem delas desfrutar. No entanto, a corrupção não será combatida sem um processo judicial ético e transparente, que respeite todas as instituições democráticas e, principalmente, que promova a consciência política do povo brasileiro sem que seja golpeado ou enganado em suas principais demandas.

      5. Reivindicamos que todas as propostas de combate à corrupção tenham um caráter republicano e não sensacionalista, e que, de fato, puna todos aqueles que incorreram em ilegalidades, não selecionando quem será punido ou não, a partir de interesses políticos que disputam projetos distintos de sociedade.

      6. Por fim, e não menos importante, queremos nos posicionar de modo solidário e defensor do direito de mulheres, negros, indígenas, jovens, população de rua e comunidade LGBT, que sofrem violência, entendendo que uma sociedade construída em bases humanitária, igualitária e justa é uma sociedade que assume, incondicionalmente, a consolidação dos Direitos Humanos em todas as instâncias e contextos sociais.

      Reafirmamos nossa confiança nas instâncias republicanas e nossa luta sempre em favor do fortalecimento da democracia.

  • Julio

    … Ah o Maluf, aquele a quem o Lula e o PT se uniu pra ganhar a prefeitura de São Paulo, asssim como o Collor, o Sarney, o PMDB e o PP em momentos oportunos.
    Eu imagino o quanto deve ser difícil ver se transformar em bandido um ídolo de 38 anos, a história da “militância” do PT é de fato muito bonita, mais a hora de abrir o olho é agora.
    Em uma gravação o Lula se referiu a vocês militantes como “PEÕES”.
    Não se ridicularizem mais, é oque peço.

  • Sérgio

    Já me manifestei aqui anteriomente, sou Advogado e a opinião da OAB, NÃo é a mesma que a minha.

  • Pimenta no dos outros

    Fala para esses alemães idiotas levarem o Lula e a Dilma para administrar o país deles e aí sim fica bom demais.
    Vão pagar suas dívidas com a humanidade bando de idiotas cretinos.

  • Lenha na fogueira

    Montesquieu dizia que a injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos. O mundo inteiro já percebeu o golpe, mas por aqui, continuamos a aplaudir ilegalidades, alguns até pedem intervenção militar. Felizmente parece que alguns homens de bom senso estão recobrando a consciência e reacendendo a chama da justiça, do respeito às normas legais vigentes e tentando frear as ilegalidades e perseguições do cangaceiro do Mato Grosso e do super juiz. O que se espera é que a justiça seja aplicada, de forma justa.

  • Blog Global

    E esse blog aqui, é um instrumento da imprensa tambem correto? Ou nao, faz parte de outro setor…industrial, marinho rsrsrsrs

    Enfim, é instrumento de informação, e como se comporta perante as noticias…com imparcialidade? Não pende para nenhum lado em suas noticias? kkkkkkkkkkkkkkkkk haaaaa kkkkkkkkkk
    Como diria meu avô, criticar e cobrar todo mundo é bom fazer….rsrsrsrs

    Impechmant é golpe, transformar um investigado federal em ministro, mesmo que ele a meses vinha negando apoio e criticando varias atitudes do governo…ha isso não é golpe, isso é ser muleque esperto falae Cardosinho…kkkk

    Meu ainda tem alguns cegos assim como vc que defende uma quadrilha, cegos coxinhas, cegos militantes, cegos malufistas, mais chega né, ja ta ridiculo esse blog aqui rsrsrrss

    Que o Moro arquivou as investigaçoes do Banestado eu sei, que ele ta indo pra cima devido outros interesses tbm sei, mais que vá!! e que qdo as investigações encerrarem mais juizes e sei la mais quem tirem suas bundas das cadeiras e continuem fazendo o mesmo, mais em ambito estadual..E se Deus quiser 2016 sera conhecido na historia como o ano que a CASA CAIU!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *