MAIS TRINTA DIAS DE ESPERA

Deu no Jornal Bom Dia, edição desta quinta-feira:

O secretário estadual de Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho, prometeu nesta quarta-feira (09) em reunião em São Paulo com políticos da região de Fernandópolis e Votuporanga que vai dar início das obras de duplicação da rodovia Euclides da Cunha em 30 dias.

O encontro, intermediado pelo deputado federal licenciado e secretário de Gestão Pública de São Paulo, Julio Semeghini (PSDB), conseguiu abrandar, em parte, a revolta com o atraso no início das obras. Bloqueio da  rodovia previsto para o dia 1º de março foi adiado. Já carreata de protesto nesta quinta-feira (10) está mantida.

Segundo a assessoria de Saulo, o atraso nas obras, que tiveram ordem de serviço assinada em outubro, ocorre por falta de licenças ambientais da Cetesb. “Nossa expectativa é de que essas questões burocráticas sejam resolvidas em 30 dias”, disse Saulo de Castro. A duplicação será de Mirassol a Rubinéia, um total de 191 quilômetros.

Cerca de 500 áreas às margens da rodovia precisam ser declaradas de utilidade pública pelo estado. As desapropriações devem custar  R$ 25 milhões. A duplicação está dividida em 08 lotes. R$ 773,7 milhões é o valor previsto da obra, segundo dados do governo do estado.

Prefeituras de nove cidades, como Votuporanga e Jales, ainda terão de aprovar projetos para doar áreas que passarão por obras. “A duplicação vai sair. Metade do valor da obra está previsto no orçamento deste ano”, disse Semeghini.  Os deputados Vaz de Lima (PSBD), Rodrigo Garcia (DEM) e o senador Aloysio Nunes (PSDB) mandaram representantes à reunião.

Em protesto, carros vão andar a 40 km/h

A nova promessa de duplicação da rodovia Euclides da Cunha não foi suficiente para impedir protestos nesta quinta-feira (10). Cerca de 100 carros vão sair de Votuporanga pela Euclides, a 40 km por hora. O grupo, organizado pelos quatro clubes do Rotary da cidade, protesta contra a redução da velocidade máxima de 100km/h para 80 km/h.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *