“MANIFESTO DE UM PARTIDO ESQUECIDO” – POR CARLA AYRES

A amiga Carlinha Ayres, que foi presidente da “Juventude Petista”, aqui de Jales, escreveu um belo texto sobre o partido, que começa assim:

Diz a lenda familiar, que sou petista “desde criancinha”. Lá nos idos dos meus 3 anos dizem que eu ficava extasiada pela figura da então candidata Esmarlei. Eu não compreendia nada, mas talvez o fato de ter uma mulher em meio a tantos homens carregando uma estrela de cor vibrante no peito já chamava a atenção daquela pequena criança.

Os anos se passaram e inevitavelmente fui me simpatizando cada vez mais com tudo o que se referia ao PT. De fato, eu só pude compreender mesmo o que era o partido quando já estava na adolescência. A simpatia que a princípio era motivada pelo simbolismo foi ganhando corpo quando vi que pessoas que sempre foram referência em minha formação, agora estavam defendendo “algo” relacionado àquela legenda.
 

O texto da Carlinha, completo, pode ser visto aqui. Vale a pena ler!

13 comentários

  • Analfabeto

    Isso é impressionate, queria dizer que o PT falou muito quando era oposição, e não faz nada no governo.
    O fato de ganharmos R$ 545 de salario minimo significa que o partido dos trabalhados não se importa com aqueles pelo qual diz que levantam sua bandeira, OS TRABALHADORES.
    O fato de o Sr. Prefeito municipal de Jales, Humberto Parini, ainda continuar no cargo, não é segredo pra ninguem, ele É menbro do Partido Dos Trabalhadores, que é o partido de situação e é como todos sabem o motivo se sua volta ao poder.
    Então graças ao PT, uma pessoa que ja foi condenada, transitada em julgada sua sentença, continua em seu cargo, comandando o dinheiro do povo, depois de 14 anos, ele ainda desfruta dos privilegios do poder.
    Isso é PT, impunidade para seus aliados, e que o trabalhador, que repito ganha R$ 545,00, continue ganhando pouco e sustentando o privilegios de quem não merece.
    Se o PT não fizer nada para mudar esse bagunça, continuaremos a acreditar que o PT é um lixo.

  • Sr. Analfabeto:
    Seja qual for o parâmetro comparativo que voce escolha, fácilmente a verdade vem à tona quanto a politica de valorização do salário mínimo implementada no Brasil pelos governos do Partido dos Trabalhadores. Ainda estamos longe de chegarmos ao patamar salarial do DIEESE, mas ano à ano temos nos aproximado mais e mais.
    Vivemos um regime democrático e o PT chegou à Chefia do Poder Executivo pela via eleitoral, não ao Poder absoluto. A independência entre os Poderes da República implica em que o Poder Executivo não manda no Poder Judiciário. Quanto à Polícia Federal e aos demais orgãos de investigação, tem tambem ganho cada vez mais autonomia e as estatísticas mostram isto facilmente.
    O Prefeito Humberto Parini não está impune. está sendo julgado e exercendo seu direito de defesa. A lentidão do Poder Judiciário não é uma inovação nem responsabilidade do PT.
    O PT e tambem outros partidos têm atuado para a evolução. Um dos exemplos é a Lei da Ficha limpa, que passa à valer plenamente, já nestas proximas eleições.
    Quanto a voce ser simpatizante ou não do PT, a escolha é sua assim como tenho do direito de não concordar com voce ao com os rumos do Governo Parini, que ainda é do meu partido, o Partido dos Trabalahdores – PT.

  • Quanto ao texto da Carlinha, tambem já o republiquei e concordo plenamente com ele. Muito bom, escreva mais Carla!!!

  • Petistas querem ampliar fiscalização de verbas públicas >>>>>>>>>>http://wp.me/pYQM6-1rl

    • Cardosinho

      Camarada Murilo, muito louvável a disposição dos “companheiros” de ampliar a fiscalização de verbas públicas, conforme diz a notícia. Só não entendi por que você negritou o trecho “Enquanto, no poder judiciário, os advogados dos criminosos de colarinho branco puderem protelar um processo por 10 a 20 anos, o clima de impunidade continuará…”.

  • Para facilita a demonstração de que não é verdadeira a afirmativa feita pelo “Analfabeto”.

    “graças ao PT, uma pessoa que ja foi condenada, transitada em julgada sua sentença, continua em seu cargo, comandando o dinheiro do povo, depois de 14 anos, ele ainda desfruta dos privilegios do poder.”

  • big

    O PT não é dono do Judiciário e nem tem a mínima influência sobre ele, caso contrário seria uma ditadura.
    A impunidade no Brasil é obra de um legislativo que só olha para si.
    Deveriam legilar com mais seriedade tirando privilégios dos próprios políticos e membros do judiciario, pois vemos cada absurdo: Bandidos que têm dinheiro solto e pobres na cadeia.

  • Enquanto os pobres abarrotam as prisões,
    os rico abarrotam os Tribunais… (Marcelo Semer)

    Exato.

    Fora da essência interfere a questão do Poder.
    Na medida das fraquesas humanas nesta disputa,
    Princípios são relativisados pelas conveniências.

    A Democracia Participativa, com a participação direta do cidadão controlando o que é público (de todos)
    Mediando e relativisanto o Poder Governamental (transitório)
    Na definição, fiscalização e controle da Políticas de Estado (permanente).

    O salvador da Pátria é o Povo.

  • PS – Marcelo Semer é Juiz de Direito, membro e fundador da AJD – Associação de Juizes para a Democracia.

  • Nesse mundo turbulento
    Escravo do capital
    Eu quase que não agüento
    Carregar meu ideal.

    Luto, luto a cada dia…
    Porque lutar não faz mal.
    Meu maior sonho seria
    Ver o mundo mais igual.

    É a pobreza aumentando
    Numa proporção veloz
    Quando ficamos calados
    Alguém decide por nós
    É por isso que eu digo
    Temos que ter vez e voz.

    Valentim Martins em Viola Sertaneja

  • Me alivia ler algo bom, saber que existem pessoas com ideal,o texto da Carla, retrata um historico de formação ideologica, a postura dela mesmo com toda esta parafernália desta politica suja..mesmo assim ela mantem seu posicionamento com relação á sua ideologia….Parabéns menina…personalidade são para poucos.
    Ahhhhhh…e á vc meu amigo querido que faz deste blog um ponto de grito de alerta…admiro vc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *