MILITAR FLAGRADO COM 39 QUILOS DE COCAÍNA EM AVIÃO DA FAB É “CIDADÃO DE BEM, COM MUITO ORGULHO”

Manoel Silva Rodrigues, participava de manifestações pró-Bolsonaro, pedia prisão para os corruptos e até fazia arminha com as mãos. Seu lema: “Cidadão de bem das Forças Armadas do Brasil, com muito orgulho, com muito amor”.

25 comentários

  • Rapizodia

    Pois é! Estamos rodeados desses tipos! Os antigos diriam: compra quem não te conhece! Militares são idiotas úteis (expressão cunhada Presidente), acham que o sujeito só por pertencer ao clã, são acima de qualquer suspeita e esquecem até dos protocolos de segurança. E se fosse uma bomba!? Tá fácil a coisa! Este país é uma piada de mau gosto! E para a indignação geral, o filho Eduardo, um zé ruela saí com uma comparação esdrúxula e idiota com o PT e a Venezuela, o que é que tem uma coisa com a outra!? O Presidente, sabemos que é uma ameba e parece que os filhos também são ou gostam de se comportar como uma. Ainda bem que este show de horrores tem prazo! Só Jesus na causa!

  • Geroma.

    Gente! Não esperava outra coisa!

    Alguém duvidava que seria da turma que faz arminha com a mão?

  • Mas era militar que viajava com lula, Dilma né seu cardosinho, senhor esqueceu isso, já estava acostumado fazer malandragens tinha o pt que apoiava, achou que ia continuar livre.

  • se eu cozinho vc lava

    TE CHEIO DE CIDADÃO DE BEM COM CAMISA AMARELA E PANELA ENFIADA NO C…U AQUI EM JALES TAMBEM

  • Policarpo Quaresma

    TODOS BOLSOMINIONS SÃO CIDADÃOS DE BEM!

  • Sérgio

    E o QUEIRÓZ, voou para onde??? Alguém sabe???

  • Sérgio

    Cardosinho, perde a calma com esses idiótas funcionais não, já estão caindo na real. Isso que demonstram no momento ainda é um restinho de vergonha na cara por ter eleito um IDIÓTA igual a eles. Já já vão sumir do cenário igual aos eleitores fiscais do COLLOR.

  • CAMARADA MARTINI

    Imagina que um militar com sua gorda aposentadoria garantida tendo que de se arriscar

    traficar 39 quilos de cocaína em um avião da FAB pra poder garantir seu futuro.

    Agora eu pergunto!!!!

    Como que o pobre vai ter que fazer se a reforma passar???????

  • BOLSONARO ARREPENDIDO

    NYT: ‘Pó branco, rostos vermelhos: a carga de cocaína a bordo do avião presidencial’
    Maior jornal do planeta registra com espanto e ironia o escândalo do Aerococa.

  • Qua

    Cadeia nele e pronto…

  • Cidadão do bem ou do mal?

    Este traficante militar é uma “mula de gabarito” que ganhou muito dinheiro. Traficando cocaína desde 2011, nas viagens dos presidentes. Com tanto dinheiro, eu me sentiria um cidadão de bem.
    Falando em “cidadão de bem”, um juiz federal da Operação Lava Jato determinou o sequestro de até R$ 77,9 milhões do Lula relacionado ao processo a que Lula responde por supostamente ter recebido 12,4 milhões de reais em propina da Odebrecht por meio de dois imóveis. Sendo que 75,4 milhões de reais foram pagos em propina pela empreiteira ao PT, a partir dos oito contratos da Petrobras.
    Será que o traficante militar ganhou mais dinheiro, no trafico, do que o Lula com propinas? Curiosamente, os petistas crucificam o traficante e querem vê-lo preso. Já Lula, os petistas querem soltá-lo. Ele é honestíssimo!
    Precisamos rever o conceito de “cidadão de bem”, neste país

  • Se preocupem MAIS com a nossa cidade...

    Acho que nós, os verdadeiros moradores da nossa cidade deveríamos nos preocupar com os vários problemas que a nossa cidade enfrenta:
    ***** Porque uma carroça de tração animal calmamente trafega pela avenida alí do Arapuã e uma viatura da PMR ia atrás e nada fez, já que aquela via é RODOVIA, esse humildade senhor teria que ser orientado que ali ele não poderia estar transitando, estou errado ?????.

    E quanto tempo temos esse problema ?, e o que foi feito até agora ?, NADA…

    ***** Porque podemos receber multa dentro do posto que tem uma conveniência ali na mesma avenida ?????

    Se é RODOVIA não pode ter estabelecimentos que comercializam bebidas alcoólicas, estou errado ?????.

    Porque um ônibus fica estacionado na rua Professor Rubião Meira por dias e mais dias, atrapalhando o fluxo de veículos daquela importante via de nossa cidade, estou errado ?????.

    Sabem o que falta em nossa cidade ?
    VONTADE, BRIO em nossos comandantes.
    SENHOR prefeito municipal, SENHORES vereadores, e OUTROS vários comandos.

    Enquanto se preocupam com quantos quilos de drogas o sargento levava, aqui, a nossa cidade esta a deriva, infelizmente.
    É o que penso, e sinto pena daqueles que virão depois da nossa partida para o mundo espiritual.

    • SEU KUMYAMA

      vc clamou pelo prefeito municipal mesmo? de qual cidade? porque em Jales não tem. falando nisso, poderiam os prefeitos de São Francisco, Palmeira D Óeste, Marinópolis e Aparecida do Oeste, fazerem uma vaquinha e arrumar a rua das palmeiras? aquilo é um inferno e creio que ninguem da prefeitura de Jalespassa por la.

    • Rapizodia

      Concordo contigo em relação a rua Prof Rubião Meira. Passou da hora de proibir estacionamento naquela via. Jales só tem 4 saídas para a SP320, a Rubião é uma delas e está sufocada. Além do busão constantemente estacionado estrangulando o trânsito, também há desrespeito dos demais motoristas que estacionam na via sem observar a alternância de lado. A polícia! Ah, a polícia!
      Completando! Na passagem do trem, o trânsito fica congestionado e a concessionária não tem a sensibilidade de passar uma composição e aguardar que o trânsito volte a normalidade para depois soltar a segunda. Não! Eles soltam uma logo após a outra e o trânsito de veículos e pedestres que [email protected]#@*.

  • Cidadão de bem

    Quero saber se o decreto das armas vai valer, quero comprar minha metranca AK 47 junto com meu gato da Sky gato, minha camiseta do Santos falsa e quero que os radares se esplodam junto com a tomada de três pinos e a cadeirinha para criança!

  • O cidadão fez isso várias vezes! Na primeira com o Bolsonaro, a casa caiu…
    Bolsonaro é o cara!!!

  • Enfermeiro cubano

    Outra bomba dentro do governo fascista:::

    Parceira de Greenwald, Veja traz testemunhas que Moro sugeriu a Dallagnol.
    Depois de selar parceria com o jornalista Glenn Greenwald, do Intercept, a revista Veja revela duas testemunhas que foram sugeridas por Sergio Moro ao procurador Deltan Dallagnol para atacar o ex-presidente Lula – o que compromete sua imparcialidade e configura o crime de fraude processual. No entanto, em sua capa, Veja trata da possível reeleição de Jair Bolsonaro, numa imagem que parece propaganda política

    28 de junho de 2019, 10:06 h

    Depois de selar parceria com o jornalista Glenn Greenwald, do Intercept, a revista Veja revela duas testemunhas que foram sugeridas por Sergio Moro ao procurador Deltan Dallagnol para atacar o ex-presidente Lula – o que compromete sua imparcialidade e configura o crime de fraude processual. Leia, abaixo, um trecho:
    Das muitas mensagens trocadas entre o então juiz e o procurador , o chefe da força-tarefa da Lava-Jato, a mais comprometedora até o momento é a que mostra Moro passando ao procurador a dica de duas testemunhas que teriam informações relevantes sobre negócios envolvendo a família do ex-presidente Lula.
    Seguindo a orientação do juiz, Dallagnol procurou as pessoas citadas, mas elas teriam se recusado a colaborar. Em resposta a Moro, o procurador chegou a sugerir que se forjasse uma denúncia anônima para justificar a expedição de uma intimação que obrigasse as testemunhas a depor no Ministério Público.
    O diálogo entre Moro e Dallagnol foi publicado pelo site The Intercept Brasil há três semanas, mas o nome das testemunhas não havia sido divulgado. VEJA localizou os dois personagens ocultos da história: o técnico em contabilidade Nilton Aparecido Alves, de 57 anos, e o empresário Mário César Neves, dono de um posto de gasolina também em Campo Grande. Clique para ler a reportagem completa, publicada na edição desta semana.
    Notícia Politica? Ou mentira?

  • Eurico

    https://images.immedia.com.br//19/19910_2_EL.jpg?c=201608230739

    VAZAMENTO DE DELAÇÃO QUE CITA TOFFOLI DEFLAGRA CRISE ENTRE STF E MPF.
    O ministro do STF Gilmar Mendes afirmou que os magistrados podem estar diante de “algo mórbido que merece a mais veemente resposta”, ressalta a colunista Mônica Bergamo, da Folha.
    Ontem, foi divulgado que a Procuradoria Geral da República determinou a suspensão das negociações do acordo de delação premiada do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, e de outros executivos da empreiteira. A motivação foi o vazamento de um dos assuntos tratados na fase pré-acordo.
    Na edição da última semana da Veja, foi revelado que o nome do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, foi citado nas negociações de delação premiada do empreiteiro José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, da OAS. Pinheiro relatou que engenheiros da OAS fizeram uma vistoria na residência de Toffoli, em área nobre de Brasília, após o ministro se queixar de problemas de infiltração na casa.
    Após o episódio, Toffoli teria contratado uma empresa indicada por Léo Pinheiro para fazer a reforma necessária. O empresário disse que a obra de impermeabilização foi custeada pelo próprio ministro do STF. A defesa de Léo Pinheiro propõe na negociação do acordo, diz a Veja, um capítulo apenas sobre o ministro do Supremo. No caso da citação a Toffoli, os investigadores ainda não verificaram a indicação de crime. O ministro do STF alega não ter qualquer tipo de relação de intimidade com Léo Pinheiro e argumenta que custeou, ele próprio, a obra realizada em sua casa.
    E, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o vazamento de informações que envolvem Toffoli abriu uma crise entre o STF e o Ministério Público Federal. O ministro do STF Gilmar Mendes afirmou que os magistrados podem estar diante de “algo mórbido que merece a mais veemente resposta”.
    Ele diz que é possível que os próprios procuradores tenham vazado as informações e fez críticas a algumas das dez propostas de combate à corrupção elaboradas pelo MPF. “Eles estão defendendo até a validação de provas obtidas de forma ilícita, desde que de boa-fé. O que isso significa? Que pode haver tortura feita de boa-fé para obter confissão? E que ela deve ser validada?”
    Ao falar sobre a citação a Toffoli, ele afirma que “não é de se excluir que isso esteja num contexto em que os próprios investigadores tentam induzir os delatores a darem a resposta desejada ou almejada contra pessoas que, no entendimento deles, estejam contrariando seus interesses”. Isso porque, segundo Mendes, decisões de Toffoli que davam liberdade a réus da Lava Jato e que fatiavam as investigações contrariaram o MPF a tal ponto que alguns procuradores chegaram a escrever um artigo para o jornal Folha de S. Paulo em 3 de julho em que criticavam o ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *