MOÇÃO DE APOIO À OAB FICA PARA PRÓXIMA SESSÃO. VEREADORES QUEREM INCLUIR TEMER E CUNHA EM PEDIDO DE CASSAÇÃO

Ficou para a próxima sessão da Câmara a votação da “Moção de Apoio” ao pedido de impeachment da presidenta Dilma, apresentado pela OAB. A Moção chegou a ser discutida pelos vereadores, mas a votação foi adiada justamente porque as discussões em torno do assunto fizeram com que o horário do “expediente” – onde é discutido e votado esse tipo de propositura – se esgotasse.

O vereador Gilbertão(DEM) não gostou do adiamento. Ele alegou que os vereadores contrários à Moção teriam feito uma manobra para adiar a votação. Em sendo verdadeira a hipótese levantada por Gilbertão, ele próprio teria contribuído para a manobra, já que foi um dos que mais falou durante a discussão da Moção.

Por sinal, Gilbertão foi o primeiro a discursar em favor da iniciativa da OAB. Júnior Rodrigues(PSB) e Jesus Batista(DEM) e Tiago Abra(PP) também se manifestaram favoráveis à Moção de Apoio. O petista Rosalino disse não estar contente com a política econômica da presidenta Dilma, mas argumentou que ela não cometeu nenhum crime que justificasse o impeachment.

Os vereadores Sérgio Nishimoto(PTB), Claudir Aranda(PDT) e Nenê do Pet Shop(PRB) fizeram discursos em que, aparentemente, seriam contrários ao pedido da OAB. Ou melhor, eles poderão até ser favoráveis, desde que a OAB inclua em seu pedido a cassação do vice Michel Temer e do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, ambos do PMDB.

Apesar do adiamento e de alguns posicionamentos contrários, a Moção deverá ser aprovada pelos vereadores. Sempre é bom esclarecer, no entanto, que o pedido de impeachment para o qual a OAB está pedindo apoio não é o mesmo que está tramitando na Câmara Federal, assinado por Hélio Bicudo e outros dois.

O pedido de impeachment da OAB foi protocolado na semana passada e foi para o fim de uma fila que já tem outros 12 pedidos parecidos. Na ocasião, o suspeitíssimo  presidente da Câmara, Eduardo Cunha, desdenhou do pedido da OAB, assinalando que a entidade estava “atrasada” e afirmando que o pedido não representava nada para a Câmara.

4 comentários

  • Vamos trocar todo mundo

    Realmente, alem de Dilma, a OAB poderia pedir o impeachment de Temer, Cunha, e Renan Calheiros bem como a prisao de Lula (o MP/SP ja’ pediu).
    Como todos ja’ tem processo em andamento, a vontade do povo demorara’ para ser atendida.
    No caso do Lula, voltou o crime do assassinato do prefeito de Santo Andre’, Celso Daniel e se o empresario, — que recebeu a propina de R$ 6 milhoes para calar o bico — contar o que sabe, Moro vai prender Lula, Ze’ Dirceu (ja’ esta’ preso) e Gilberto Carvalho.
    O Brasil precisa passar a limpo

  • Anônimo

    Chuuuuupa goupistas kkkkkkkklklklkkkkkk

  • Caldoçinho

    A OAB poderia abrir as contas dela para todos os advogados interessados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *