MPF PEDE QUE SECRETÁRIO DE BOLSONARO SEJA INVESTIGADO POR SUSPEITA DE CORRUPÇÃO

É bom lembrar que o Bozo sempre foge das entrevistas quando é perguntado sobre o chefe da SECOM. Deu no Blog da Cidadania:

Segundo a Folha de S. Paulo, o Ministério Público Federal em Brasília pediu à Polícia Federal a abertura de inquérito criminal para investigar Fabio Wajngarten, chefe da Secom (Secretaria de Comunicação).

O intuito é investigar supostas práticas de corrupção passiva, peculato (desvio de verbas públicas para proveito pessoal ou alheio) e advocacia administrativa (patrocínio de interesses privados na administração pública, valendo-se da condição de servidor).

O despacho pedindo a investigação de Wajngarten foi assinado nesta segunda-feira (27) pelo procurador Frederick Lustosa, da Procuradoria da República no Distrito Federal, após o órgão receber diversas representações de cidadãos. O caso correrá em sigilo.

2 comentários

  • Novos tempos

    Wajngarten é sócio majoritário de uma empresa que recebe dinheiro de emissoras de TV (entre elas Record e Band) e de agências de publicidade contratadas pela própria Secom, ministérios e estatais do governo Jair Bolsonaro.
    Na gestão de Wajngarten, essas empresas passaram a receber fatias maiores da verba publicitária da Secom. Agora, o bandido e chefe da Secom é suspeito por conflito de interesses.
    Certamente vai usar o cargo para se defender da MPF/PF. Porem as “coisas” mudaram. Aprendemos com o PT! Estamos colocando a prova o funcionamento de nossas instituições.
    Desde que iniciou o novo governo, estamos vendo um desmonte do Estado. Temos que apontar corrupção que mais tem laranjas e corruptos indicados. Não importa mais o partido ou governo.
    Transparência e liberdade de imprensa são fundamentais neste momento.

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.

    mintira da opozissão. nois num roba nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *