NO DISCURSO DA VITÓRIA, PRESIDENTE ELEITO DA ARGENTINA PEDE “LULA LIBRE”

O presidente eleito na Argentina, Alberto Fernández, fez questão de expressar seu apoio ao ex-presidente Lula, no discurso da vitória, feito na noite de ontem em Buenos Aires. O vídeo também demonstra a gigantesca admiração do povo argentino pelo ex-presidente Lula.

O companheiro Martini, que está na Argentina desde a quinta-feira, acompanhando in loco as eleições argentinas, me enviou alguns áudios sobre o que ele estava vendo por lá. Num deles, o Martini relatou que sentiu, nas ruas, o imenso carinho que os argentinos têm pelo Lula.

Ele disse, também, que os xingamentos do Bolsonaro contra o candidato Alberto Fernández acabaram ajudando a elegê-lo, uma vez que o Bozo não é bem visto na Argentina, como de resto em quase toda a América Latina.

Por sinal, o Bozo declarou, lá dos Emirados Árabes, onde está, que não pretende parabenizar Fernández pela vitória, revelando, mais uma vez, o seu despreparo para o cargo que ocupa. A Argentina é a terceira maior parceira comercial do Brasil e compra boa parte do que é produzido pela nossa indústria, principalmente a automobilística.

Abaixo, o vídeo em que Fernández pede “Lula Libre”:

5 comentários

  • mimimi

    Pega ele prócê Excelência

  • Leandro

    Já q eles amam tanto o molusco assim, poderiam levar ele para a Argentina, logo q ele sair da cadeia….

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.

    CHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUPA BOZO

  • Sérgio

    Chooooo bolsominion, Vai para o Chile. Analfabeto funcional.

  • Rapizodia

    Para quem lê as entrelinhas, estes embates entre Bolsonaro e Fernández são só alfinetadas, nenhum dos dois tomará qualquer decisão perigosa. Fernández eu não conheço, mas Bolsonaro é notório, é leigo total em tudo de administração. Nós brasileiros temos que virar esta página Lula/Bolsonaro urgentemente da história ou corremos o risco de regressão em todos os aspectos. Vivemos o pior momento da política brasileira com este governo, e quem tem lucidez e votou nesta administração já entendeu que afundou demais o pé. Já sabemos que tanto o liberalismo ou neoliberalismo como também a progressismo exagerado só pioram as coisas, vejam a Venezuela de um e o Chile do outro e, se misturar neles fascismo e o fundamentalismo, daí não temos mais ordem e ninguém mais entende nada. Um presidente ir atrás de um superintendente lotado nos confins da Bahia para enquadrá-lo mostra bem do que estamos falando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *