NOVO SECRETÁRIO DO AUDIOVISUAL DE BOLSONARO CAI ANTES DE ASSUMIR

Deu no Brasil 247:

A nomeação do ex-colunista social Edilásio Barra, mais conhecido como Tutuca, para a Secretaria de Audiovisual do governo Bolsonaro foi cancelada antes de ser efetivada.

A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo. “Seu vistoso currículo chocou até alguns bolsonaristas de raiz — até Alexandre Frota criticou a indicação. E quais eram as credenciais de Tutuca para o cargo? Não se sabe ao certo, mas ele já atuou como figurante de novela, foi colunista social de TV (era uma espécie de Amaury Jr. carioca) e até pastor (fundou uma certa Igreja Continental do Amor de Jesus, no Rio, lá se vão quase dez anos)”, diz Jardim.

Pitaco do blogueiro: A notícia diz que Alexandre Frota criticou a indicação. Faltou explicar que o secretário anterior foi indicado por Frota. Trata-se do jornalista Pedro Peixoto, autor de uma biografia do ex-ator pornô. Ele não foi demitido, apenas deslocado para outro cargo.

Já o ex-futuro secretário Tutuca – que foi figurante da novela “Roque Santeiro” – é aparentado do deputado Éder Mauro, um deputado do Pará acusado de tortura (uma “qualidade” que o Bozo aprecia nas pessoas). Mauro é do Centrão, que Bolsonaro está tentando agradar em busca de votos.

Episódios como esse mostram como funciona a “nova política” do Bozo.

2 comentários

  • Puxaram o tapete do Tutuca

    Sempre tivemos gente incompetente no governo. Indicados por alguém. Sempre mamando, no governo. O que mudou?
    Parece que todos tem o direito de publicar, nas redes sociais, o seu descontentamento. Os deputados do governo criticam o próprio governo.
    Brigas de deputados para indicarem seu puxa sacos, no governo. Para mandarem nas estatais. Alem disso, partidos vendendo seu apoio para colocarem seus deputados nos cargo do governo. Sempre houveram.
    Antigamente ninguém ficava sabendo

  • Sérgio

    Se continuar governando do jeito que está logo logo quem cai é o BOZO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *