NUVENS CONSTRANGEDORAS

Depois de discorrer sobre a famosa frase do ex-governador de Minas Gerais, Magalhães Pinto –  também atribuída ao falecido deputado Ulysses Guimarães – segundo a qual “política é como as nuvens: a gente olha, está de um jeito; olha depois e está diferente”, o jornalista Deonel Rosa Júnior mencionou, em sua lidíssima coluna Fique Sabendo, dois casos recentes da política local:

NUVENS(3) – Em Jales, o PSDB, que, em 2004, rifou a então candidata do partido, Eunice Mistilides, a Nice, hoje no PTB, agora, docemente constrangido correu para o colo dela, apoiando-a tanto na eleição majoritária quanto na proporcional.

NUVENS(4) – O vice-prefeito Clóvis Viola(PPS), satanizado no âmbito do Partido dos Trabalhadores depois de afastar petistas do primeiro escalão durante a cassação temporária do prefeito Humberto Parini determinada, ao final do ano passado, pela justiça, foi recebido de maneira triunfal na convenção do PT, dia 29, tornando-se o candidato do partido à Prefeitura de Jales. 

Pessoalmente, acho que a atuação mais constrangedora foi da dupla PT-Viola. Há pouco tempo, em entrevista ao Antena Ligada, o prefeito Humberto Parini excluiu o PPS das possíveis negociações do PT, mas, quando viu a viola em cacos, teve que apelar ao Clóvis Viola.

De seu lado, Clóvis dizia, até alguns dias atrás, que, “juntar-se ao PT, nem na outra encarnação”, mas, assim que viu a chance de chegar ao poder, via PT, esqueceu-se de tudo o que Parini e outros petistas periféricos fizeram com ele. Creio que faltou, por assim dizer, “brios” a ambos. 

8 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *