O CORAJOSO DEPOIMENTO DO MÉDICO QUE ATENDEU O IRMÃO DE LULA

O ex-urubólogo Alexandre Garcia, agora um propagandista de Bolsonaro e seu governo, ajudou a espalhar a história de que Lula, quando na presidência, deixou de comparecer ao velório de dois irmãos.

Na verdade, eram meio-irmãos – filhos do pai de Lula – com quem ele nunca teve nenhum relacionamento. Os irmãos de Lula eram os filhos de dona Lindu, que vieram com ele em um pau-de-arara. Vavá, por ser mais velho, era para Lula uma figura quase paterna.

O texto é do jornalista Joaquim Carvalho, do DCM:

Viralizou na internet o depoimento do médico Jorge Abissanra, oncologista que atendeu a Genival Inácio da Silva, o Vavá, até sua morte, na última quarta-feira.

É um depoimento que deveria cobrir de vergonha as autoridades que se empenharam em pareceres e decisões que resultaram na negação a Lula de um direito que não se nega a ninguém há 2 000 anos: velar os seus mortos.

Jorge contou que esteve no velório, em respeito ao paciente e à família dele, com quem conviveu nos últimos meses, e ficou na expectativa de que Lula pudesse estar presente e chorar a morte de Vavá. Disse ele:

— Fui talvez uma das primeiras pessoas a saber de seu falecimento e na hora me veio uma pergunta. E agora? Será que vão deixar Lula vir vê-lo? Não sabia como funcionava a legislação brasileira sobre o tema. Pois bem, fui atrás e descobri que só em 2018, 185 mil presos saíram pra ir a enterro de parentes no Brasil. Isso mesmo, 185 mil. Como havia sido convidado pela família, fui ao velório em respeito a meu paciente e sua filha e lá vi tamanha consternação de seu famoso irmão não estar presente. Me fica uma dúvida. Independente de minha opinião política sobre Lula e independente da de qualquer um, fiz meu papel de médico com o maior carinho, profissionalismo e dedicação possível. Não será que deveria também ser esse o papel do judiciário? Se 185 mil custodiados no último ano puderam participar de homenagens aos seus entes falecidos por que não Lula? Me amedronta quando a justiça parece não fazer justiça e soa como se estivesse fazendo vingança. Como médico e defensor da vida não podia deixar de fazer esse relato. A lei é pra todos.

Doutor Jorginho, como é conhecido, viu de perto que Vavá não é nem de longe o que a velha imprensa descreveu em 2005, auge do mensalão, como um grande lobista dos negócios do governo. Afirmou:

— Nesses últimos dias tive um paciente ilustre, seu Genival Inácio da Silva, o Vavá, irmão de Lula. O atendia no SUS, senhor sempre simpático, com vestes simples, humilde e acompanhado sempre de sua adorável filha Andreia. Ele nunca me disse que era irmão do ex-presidente mas todos obviamente sabíamos. Já muito debilitado pela doença avançada, sem uma das pernas amputadas pela câncer, Vavá parecia dar de ombros pela situação que o acometia. Sempre tinha um sorriso no rosto e um olhar alegre pra transmitir.

Em 2005, quando Vavá foi apresentado pela Veja como lobista de grandes negócios no governo, eu trabalhava na equipe de Boris Casoy no Jornal da Record e fui escalado para a reportagem de repercussão da “denúncia” da revista.

Ao chegar na casa de Vavá, vi que não fazia sentido a notícia de que ele era um grande lobista. Era um imóvel simples, num bairro pobre de São Bernardo do Campo, e aquela notícia não fazia sentido.

Logo depois, a denúncia da revista caiu no esquecimento, como tantas outras feitas para desgastar Lula e o seu governo.

Jorge Abissanra é médico experiente e é de uma família de políticos, nenhum deles ligado ao PT.

Seu pai foi prefeito de Ferraz de Vasconcelos pelo PSB, e ele chegou a ser candidato a vice-prefeito de Suzano em 2016, também pelo PSB.

Num momento de desgaste do PT, com Lula preso, politicamente talvez fosse melhor para Jorge Abissanra silenciar, como tantas outras pessoas em posição de destaque fazem neste momento.

Mas, segundo ele, moralmente não seria possível:

— Como médico e defensor da vida não podia deixar de fazer esse relato. A lei é pra todos.

A Lei É para Todos… Muito mais que um título de filme, que uma peça de propaganda destinada a manipular o povo.

Com seu relato, Jorge Abissanra foi correto e não se acovardou, e isso não é pouca coisa no Brasil de hoje.

17 comentários

  • Pense bt

    É claro que garantir a segurança de Lula diante de diversos seguidores políticos que com certeza iriam tumultuar o ambiente. Era mais fácil a defesa pedir nesse caso, autorização judicial, claro, com a devida autorização dos familiares do irmão de Lula, que levaria o defunto até Curitiba (polícia federal) onde Lula está preso.

  • qua qua...

    ele se promoveu as custas disso né….

  • Sérgio

    Até que enfim um médico sensato… Pois a grande maioria é classista e corporativa. Sem dizer que são “bolsomédicos”, pois estavam inconformados com os médicos CUBANOS atuando no Brasil… sabiam que o bolsa iria cancelar o acordo com Cuba.

  • Lula e o velório

    Certamente Lula está preocupado com o seu ostracismo pois sabe que se for condenado no próximo julgamento. Não sairá mais da cadeia pois terá mais cinco processos a serem julgados.
    Seus caríssimos advogados não perderam tempo em pedir para Lula dar uma “voltinha” até o velório do seu desconhecido irmão que nem os petistas sabiam de sua existência. Vão esquecer logo!
    Estamos na época que Bolsonaro quer acabar com as “saidinhas” dos presos, nos feriados. Promessa de campanha! Logicamente, o juiz negou para dar exemplo de que todos os “presos são iguais”.
    Sempre teremos os fanáticos petistas que vão continuar idolatrando o preso Lula.
    Faz parte da história

  • Enfermeiro cubano

    Lula e o Velório ( 24 ) o ex-presidente Lula ( que tem em seu currículo: duas vezes presidente do Brasil, com 55 honrarias, lidera lista de homenagens a presidentes , com 11 títulos de doutor honoris causa recebidos em menos de um mês, petista chega a 24 e supera os antecessores, etc… ) esta diariamente em noticias nos Jornais, revista e televisão, no Brasil e no mundo e até o momento ( quase 365 dias ) em frente sua prisão nunca teve menos de 500 pessoas em vigília enfrente a sua prisão na cidade de Curitiba, é só seu estrume ler ou ligar a televisão e irá comprovar meus escritos, quanto ao se for condenado no próximo julgamento isso é outro caso, pois o mesmo não esta sendo julgado por corrupção mas sim por convicção e por politica ( esse é o caso que sua imbecilidade só saber falar no grande presidente do Brasil eu acho que o energúmeno esta apaixonado pelo mesmo e querendo levar sua mortadela é ou não é? Ou será : paixão, inveja, ódio e ciúmes?
    Se os advogados são caros ou baratos não é de sua conta seu libertino e cafajeste, pois ninguém vai precisar de seu salário minimo . Lula queria tão somente participar do velório e enterro de seu irmão Vava , que é mais conhecido politicamente do que tu seu canalha e, isso é permitido pela Constituição brasileira como esta a seguir:
    – Lei nº 7.210 de 11 de Julho de 1984
    Institui a Lei de Execução Penal .

    SUBSEÇÃO I

    Da Permissão de Saída

    Art. 120. Os condenados que cumprem pena em regime fechado ou semi-aberto e os presos provisórios poderão obter permissão para sair do estabelecimento, mediante escolta, quando ocorrer um dos seguintes fatos:

    I – falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão;

    II – necessidade de tratamento médico (parágrafo único do artigo 14).

    Parágrafo único. A permissão de saída será concedida pelo diretor do estabelecimento onde se encontra o preso.

    Entendeu seu palhaço, e realmente estamos na época do Bolsonaro Chefe da Milícia Carioca, juntamente com seu filho Flávio e o ex-juiz corrupto Moro. Veja agora seu pervertido alguns exemplos do governo do Miliciano:
    ***Um relatório produzido pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) dentro da Operação Lava Jato no Rio registra movimentação financeira atípica de um ex-assessor e ex-motorista do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL), que é filho de Jair Bolsonaro e senador eleito. A informação foi revelada pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta quinta-feira (6).
    O ex-assessor parlamentar e policial militar e ex-motorista de Flavio Bolsonaro, Fabrício José Carlos de Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, de acordo com o relatório do órgão.
    De acordo com o jornal, uma das operações que envolvem Queiroz e que aparecem no relatório do Coaf apresenta um cheque de R$ 24 mil destinada à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.
    ***Paulo Guedes, guru de Bolsonaro, é acusado de fraude milionária contra fundo do BNDES,
    Paulo Guedes é acusado de provocar perdas milionárias na Bolsa de Valores à Fapes, fundo de pensão dos funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
    ***Miliciano suspeito da morte de Marielle diz ao MPF que ‘jogo do bicho’ pagava a polícia para não esclarecer homicídios, a mílicia é a mesma comandada por Flávio Bolsomerda
    Jornal Nacional teve acesso, com exclusividade, a depoimento de Orlando de Curicica. Polícia Civil diz que criminoso tenta desmoralizar e desacreditar a instituição.
    Seu Boçal quando fores tentar escrever alguma coisa sobre Lula, limpe seu cérebro e mãos cheio de merda, pois é isso que tu és.

    • Lula e o velório (2)

      Enfermeiro Cubano
      Os loucos e fanáticos usam um computador para escrever neuropatias e xingamentos para se protegerem e por não aceitarem as ideias contrarias às suas. Um monologo inconclusivo!
      Tal comportamento neurotizado se compara a um animal denominado erradamente como burro.
      Você ofendeu um burro!
      Desculpe mas eu não tenho tempo para perder com você.
      Sem comentários!

  • Orlando Silva

    Orlando Silva.

    Antonio Ducarmo Santos

    Bolsonaro cairá. Não pelas ostensivas ligações de sua família com as milícias no Rio de Janeiro, mas cairá. Aos donos do poder pouco importa terem um miliciano como presidente, desde que faça as reformas que requerem. Mas Bolsonaro é o cara errado, é incapaz, um ser completamente imbecilizado, e já escrevi sobre isso. Ele foi e será o idiota útil até quando interessar ao sistema. O ministro Marco Aurélio rejeitou o foro privilegiado de Flávio Bolsonaro, e é óbvio que as conexões com as milícias brotarão ainda mais. Já há evidências de crime de peculato e outras surgirão.
    A semiótica é uma ciência fascinante, e basta percepção e análise simples, rasas, para se enxergar a construção da figura do presidente “ideal”: Hamilton Mourão. Desde Davos, as imagens que publicam de Bolsonaro o “desqualificam”: um homem com semblante assustado, medroso, um homem desalinhado, a ausência revelada na foto da entrevista que não aconteceu, um homem submisso e subserviente, a pessoa errada no lugar errado. Além disso, usam as falas equivocadas, os erros de português, as mentiras, que o transformam numa figura idiotizada. E ele o é. Basta uma réstia de senso crítico para enxergar isso.
    Em contrapartida, constrói-se uma imagem inversa de Mourão, o vice que aparece mais que o presidente. Desde a posse, Mourão aparece alinhado, em ternos de bom corte. Seu discurso em nada lembra o general autoritário e tresloucado da campanha eleitoral, que chamou indígenas de indolentes e negros de malandros, que preconizou o fim do 13˚ salário, que falou sobre refazer a Constituição Federal com um colegiado de especialistas. Agora, por algumas vezes, desautorizou ou contradisse o presidente, demonstrando bom senso. Rejeitou a intervenção brasileira na Venezuela, negou a mudança da embaixada brasileira em Israel para Jerusalém, colocou-se contra a privatização dos Correios, colocou-se favorável à descriminalização do aborto, entre outras posturas que, em princípio, poderiam soar como posições progressistas. Constroem a imagem de um presidente muito mais capaz e digno ao cargo.
    Mourão é o nome ideal da Rede Globo e de outras empresas e instituições que exercem o poder de fato no país. A idiotia de Bolsonaro não os serve. A ligação estreita com a bancada evangélica, e suas alucinações de poder, não interessam aos poderosos, e nem a nós, claro. Portanto, Bolsonaro cairá.
    No entanto, Mourão não é o gentleman que tem fingido bem ser. Ao contrário, é autoritário e sectário, como o tresloucado da campanha, mas é infinitamente mais inteligente que Bolsonaro, e encera muito bem e pacientemente o chão para puxar o tapete do presidente. E assim o fará.
    Os fãs-eleitores de Bolsonaro, que em sua maioria são os mesmos que eram fãs-eleitores de Aécio, estão assustados, perdidos, ainda não sabem como se posicionar. As posturas do vice são uma surpresa negativa. Já há os insanos que o chamam de comunista. São os que ainda defendem o presidente e suas posturas fascistas. Ao cair Bolsotão.naro, a quem chamaram de Mito, dirão que nunca tiveram político de estimação, e passarão a adorar Mourão. Talvez um ou outro alucinado ande sem rumo pelas ruas gritando “a nossa bandeira jamais será vermelha”…
    A nós, progressistas, não há motivos para comemoração. Quer dizer, a queda de Bolsonaro e sua matilha, será motivo de comemoração sempre. O clã miliciano precisa ser punido. Além do que a onda de idiotia que assola o país talvez se amenize um pouquinho. No entanto, em termos políticos, pouca coisa mudará. E haverá um presidente militar, autoritário e retrógrado, sustentado no poder pelos meios de comunicação hegemônicos. Infelizmente, a construção das narrativas continua a ser deles, ou dos que patrocinam posts no WhatsApp. De toda forma, está sob a égide do Capital. Enquanto isso o país continuará mergulhado na indigência intelectual profunda e no messianismo político. Mourão será o Mitão.
    Aliás, os que dizem não terem político de estimação, sempre os tiveram, de Maluf a Bolsonaro, pois a maior parte dos que votaram em um votavam no outro.
    * Atentem-se na semiótica. Lembrem-se da desconstrução da imagem da Dilma por parte da mídia. Muita coisa esta por acontecer.

  • Enfermeiro cubano

    LULA E O VELÓRIO ( 24 ):

    Receita vai fazer pente-fino em contas de Flávio Bolsonaro e da primeira-dama
    Investigação se baseou em apuração no Rio de Janeiro, que vai analisar as declarações fiscais de outros 26 deputados estaduais.
    A Receita Federal vai se debruçar nas próximas semanas sobre as declarações de bens de 27 deputados estaduais e 75 funcionários e ex-servidores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Entre os parlamentares investigado está o deputado Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e senador eleito. A abertura de apuração ocorreu depois que Flávio, em entrevistas, passou a justificar que a sua atípica movimentação financeira aconteceu porque ele comprou e vendeu um imóvel. O parlamentar recebeu 96.000 reais em depósitos fracionados de 2.000 reais, além do pagamento de um título bancário da Caixa no valor de 1 milhão de reais. Uma reportagem da Folha de S. Paulo detalhou a movimentação patrimonial dele envolvendo a compra e venda de outros 18 apartamentos e salas comerciais entre os anos de 2005 e 2018.
    Receita vai fazer pente-fino em contas de Flávio Bolsonaro e da primeira-dama Novos trechos de relatório do Coaf aumentam pressão sobre família Bolsonaro
    Segundo reportagem do jornal Valor Econômico, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também terá suas contas averiguadas. A razão é que ela recebeu 24.000 reais em depósitos feitos por Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio.
    A Receita quer saber se Flávio e os outros investigados teriam sonegado impostos – o que ele negou nas últimas manifestações públicas. As informações foram fornecidas ao EL PAÍS por três auditores fiscais que trabalham em Brasília e no Rio de Janeiro. Oficialmente, a Receita diz que não pode confirmar a apuração porque incorreria no delito de quebra de sigilo fiscal dos contribuintes. Quando a operação Furna da Onça — um braço da Lava Jato — estourou, em novembro do ano passado, a área de inteligência da Receita ajudou no fornecimento de dados que embasaram os investigadores.
    Em sua defesa, o deputado afirma que não cometeu nenhum ilícito, que suas movimentações financeiras também têm relação com sua profissão de empresário e que o objetivo das investigações e das divulgações por meio da imprensa é político, porque busca atingir o governo de seu pai.
    Flávio não era alvo na Furna da Onça — que acabou com a prisão de sete deputados estaduais suspeitos de receberem propina do então governador Sergio Cabral (MDB). Só passou a ser alvo de suspeitas depois que um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) registrou que Fabrício Queiroz, um policial aposentado e ex-assessor dele, teria movimentado 1,2 milhão de reais em um ano, valor incompatível com sua renda. Parte desses recursos teriam sido depositados por funcionários lotados no gabinete de Flávio na Assembleia. A suspeita é que ele recolhia parte dos salários dos colegas. Não está claro qual era o objetivo e a destinação desse recolhimento. Essa apuração do Ministério Público Estadual está paralisada por uma decisão liminar do ministro Luiz Fux., mas a partir de primeiro de fevereiro o STF autorizou que o processo voltasse a ser civil e para o Rio de Janeiro.
    Como envolve possíveis irregularidades tributárias, essa investigação da Receita não precisa de autorização judicial. Contudo, a expectativa entre os servidores do fisco é que essas apurações acabem ajudando a polícia a esclarecer as dúvidas que ainda existem com relação à movimentação de Fabrício Queiroz e, consecutivamente, eventual irregularidade cometida por Flávio Bolsonaro. Tanto Queiroz como Bolsonaro foram chamados a depor no Ministério Público, mas não compareceram às convocações, apesar de dizerem que eles gostariam de esclarecer o caso o quanto antes.

    • Lula e o velório (3)

      Enfermeiro cubano
      Desculpe mas comparar um presidiário chamado de Lula com Flavio Bolsonaro é de uma imbecilidade desnecessária de sua parte. Eu não entendi o porque? Poderia ser com Marcola do PCC. kkkkkk
      Não é porque Flavio é um santo! Lula já foi condenado e vai ser condenado em mais 6 processos.
      Antes de junho, já será condenado em seu segundo processo
      kkkkkkkk

  • esse safado seguidor do lullarapio, nos faz lembrar a anedota do gambazinho que nasceu cego, e seguia um peido, achando que seguia a mãe.

  • Enfermeiro cubano

    Lula e Velório 24- 2-3 ) Acho eu que seu primeiro texto não se refere a minha pessoa, mas sim sua prole, que (vive trancafiada num curral a base de feno e capim, pois vossos trabalhos são árduos ), pois não sou louco muito menos fanático, pois não tenho partido politico, mas tenho como líder o melhor presidente que o Brasil já teve, pois como pode um louco ter 3 diplomas universitários, sendo um com mestrado ( sem querer me aparecer, mas só para lhe informar ) e quanto ao burro eu já lhe disse anteriormente e isso sua imbecilidade esta usando como cópia e depois vem dizer que sou inclusivo, Burro é você pois nasceste do cruzamento de sua Mãe a
    (Mula) e, de seu Pai o ( Cavalo Manco ), por isso seu é Gênero Equus.
    E sua origem familiar é do Reino Animalia
    Classe Mammalia
    Ordem Perissodactyla
    Família Equidae
    Gênero Equus
    Espécie Equus asinus x Equus cabalus
    Não sei o motivo deste texto, mas acho que tu estava se descrevendo, em frente a um espelho. Mas em curral não tem espelho, ou tem ?
    Palhaço. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Lula e o velório (4)

      Você pode ter até ter 3 diplomas universitários, sendo um com mestrado. Ou comprou? Mas o meu conceito que eu tenho de você é que tem nível intelectual baixíssimo pois copia textos da internet contra Bolsonaro. Numa grande obsessão pelo presidente e seu filho.
      Gostar de xingar — na frente do computador (uma covardia!) — uma pessoa e sua família que você nem conhece para defender um presidiário em nome de seu fanatismo. deve ser um tipo de psicose!
      Tudo que eu escrevo, você discorda e xingando. É meu fã? Mas eu não leio nada do que você escreve.
      Enfim, voce é digno de pagar uma consulta num bom psiquiatra.
      Se já não foi……..
      kkkkk

  • Enfermeiro cubano

    Lula e o velório ( 24**2**3**) seu Burro filho de Mula e Cavalo, aqui vai um pouco de Bolsonaro:: foi expulso do exercito por insanidade mental.
    *****como militar teve vários inquéritos dos 11, ações penais, mandados de injunção e petições sobre o deputado federal Jair Bolsonaro que estão ou já passaram pelo Supremo Tribunal Federal (STF), nenhum foi mais explosivo e preocupante para suas pretensões políticas do que o julgamento no dia 16 de junho de 1988 no Superior Tribunal Militar (STM).
    *****Bolsonaro era acusado de transgressão grave ao Regulamento Disciplinar do Exército (RDE). Ele dera entrevista e publicou artigo na revista Veja, em 1986, com comentários nada amigáveis ao governo federal.
    Também planejou ações terroristas. Iria explodir bombas em quartéis do Exército e outros locais do Rio de Janeiro, como na principal adutora de água da capital fluminense, para demonstrar insatisfação sobre índice de reajuste salarial do Exército.
    Diz o relatório secreto do Centro de Inteligência do Exército (CIE), nº 394, de 1990, com 96 páginas, ao qual o DCM teve acesso, e que é publicado pela primeira vez (veja abaixo):
    “Punido por ter elaborado e feito publicar, em uma revista semanal, de tiragem nacional, sem conhecimento e autorização de seus superiores, artigo em que tece comentários sobre a política de remuneração do pessoal civil e militar da União: ter abordado aspectos da política econômica e financeira fora de sua esfera de atribuição e sem possuir um nível de conhecimento global que lhe facultasse a correta análise; por ter sido indiscreto na abordagem de assuntos de caráter oficial, comprometendo a disciplina; por ter censurado a política governamental; por ter ferido a ética, gerando clima de inquietação no âmbito da OM (Organização Militar) e da Força e por ter contribuído para prejudicar o excelente conceito da tropa paraquedista no âmbito do Exército e da Nação (NR 63, 65, 66, 68 e 106 do anexo I, com agravantes do NR 2 e letra “C” NR 6 do artigo 18, tudo do RDE, fica preso por 15 (quinze) dias”.
    *****Em 27 anos de Câmara, ( 1991 ). Bolsonaro prioriza militares e ignora saúde e educação e os milicianos.
    *****Em 27 anos como deputado, Bolsonaro teve dois projetos aprovados. apresentando 170 propostas, como a que pretende sustar o uso do nome social para travestis e transexuais.
    ***** discurso é agressivo e radical, incluindo ataques a gays e mulheres, defesa da ditadura militar, de um novo golpe de Estado, assassinato de criminosos, entre outros pontos, como ( racista homofóbico,misógino ).
    *****passou por 07 partidos políticos, por isso não tem uma ideologia politica formada.
    *****acabou com o Ministério do Trabalho.
    *****Com Salles no ministério do Meio Ambiente Bolsonaro abre ‘guerra’ contra meio ambiente pois o indicado para a pasta do Meio Ambiente não é de um quadro técnico. Sua indicação, de viés ideológico, é coerente com a fragilização da gestão ambiental sinalizada pelas manifestações anteriores do presidente eleito.
    *****O ex-motorista do deputado estadual Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, apesar de movimentar milhões na conta, é dono de dois imóveis simples na Zona Oeste do Rio.
    Pesquisa feita pela GloboNews em cartórios da cidade mostrou que nos últimos 20 anos Fabrício — que movimentou R$ 1,2 milhão entre 2016 e 2017, segundo um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) —
    *****Fabricio Queiroz, que teve ‘movimentação atípica’ de R$ 1,2 milhão detectada pelo Coaf, recebeu dinheiro de servidores que atuaram no gabinete do deputado Flávio Bolsonaro
    Sete servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que passaram pelo gabinete do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) fizeram transferências bancárias para uma conta mantida pelo ex-policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz, que depois repassou para Flávio Bolsonaro.

    O levantamento foi feito por VEJA com base em um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão ligado ao Ministério da Fazenda, mas que irá para a pasta da Justiça no governo de Jair Bolsonaro, pai de Flávio. Segundo o relatório, esses servidores transferiram no total 116.556 reais para a conta de Queiroz entre 1º de janeiro de 2016 e 31 de janeiro de 2017. O conteúdo do documento foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta quinta-feira, 6.
    O ex-PM trabalhou durante cerca de dez anos com Flávio e foi motorista dele na Alerj. Além desses sete servidores, o próprio Fabrício Queiroz depositou outros 94.812 reais nesta conta, mantida em uma agência do banco Itaú no bairro da Freguesia, zona oeste da capital fluminense.
    O Coaf alertou ao Ministério Público Federal (MPF) que havia uma movimentação suspeita de 1.236.838 reais na conta de Queiroz entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. No documento, foram listadas as transferências dos servidores que passaram em diferentes momentos pelo gabinete de Flávio.
    O Coaf não informa as datas exatas dos repasses, apenas que eles foram feitos no período investigado, entre 2016 e 2017. O órgão chama atenção para a “recorrência de transferências envolvendo servidores da Alerj”, in inclusive Flávio Bolsonaro.
    *****O pedido do senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL) para que a investigação sobre seu ex-assessor Fabrício Queiroz fosse suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e a decisão do ministro Luiz Fux tomada na quarta-feira 16, determinando a interrupção das investigações, geraram críticas entre apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PSL).
    Esse é um pouco do governo miliciano de Bolsonaro.
    Deu para entender a diferença seu bastardo filho de uma Mula.
    Falta mais, inclusive o caso Marielle, as condecorações de Flávio para os milicianos inclusive os presos etc….
    QUER COMPARAR BOIOLA. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Lula e o velório

    Enfermeiro cubano
    Vc tem 3 diplomas e escreve isso?
    Copia e cola

  • Enfermeiro cubano

    Lula e o velório ( 24 ) ( 4 ) só vou escrever o que penso e com toda sinceridade, pois este é meu lema ser: sincero, honesto, educado etc… quando a pessoa humana merece ( não é seu caso ) .
    Continuando não comprei nada e meus diplomas foram pagos por mim através do meu trabalho e o mestrado pago pelo Estado. Quanto teu conceito sobre a minha pessoa não me leva a nada se é bom ou ruim , pois vem de um animal irracional e meu caro quadrupede, vou citar pela ultima vez sua Mula, eu copio texto e quando faço, indico sua procedência como: Folha de São Paulo, o Estadão, O Globo, Revista Veja, Jornal Econômico, G1 etc……, além disso pratico muito a ” Intertextualidade que é o nome dado à relação que se estabelece entre dois textos, quando um texto já criado exerce influência na criação de um novo texto.
    Gosto de xingar não só pelo computador, pois se for preciso o faço em sua frente é, só eu saber quem é o Burro que escreve tanta besteira com tanta inveja e tanto ódio de um outro ser humano ( então tu és pior que eu . pois o outro esta preso por convicção e não por provas cabais e não pode se defender, já eu sem fanatismo posso responder com a verdade dita pela mídia escrita e fala quem foi Lula, alguns exemplos: *****deputado federal,*****fundou a CUT e o PT,*****recebeu durante seu tempo na presidência e depois, 55 honrarias, no Brasil e na Europa,*****foi um maiores lideres do fim da ditadura,*****veio do sertão nordestino e se tornou 2 vezes presidente da república,***** conseguiu com seu prestigio politico eleger Dilma duas vezes presidente da república, mesmo preso conseguiu eleger 5 governadores estaduais, 06 senadores, 57 deputados federais, a maior bancada da câmara, faz a Direita Fascista tremer de medo de sua liberdade, *****com mais de 300 dias preso em Curitiba não teve 01 dia sem mais de 500 pessoas , fazendo vigília em frente a policia federal etc… e depois o equino, quer falar ou comparar Bolsomerda ( o maior líder da milicia carioca ), com Lula.
    Deixa um pouco de ser um Asno , fanático és tu seu equino , que a unica coisa que escreve é contra Lula e o PT
    ( PT esse partido não me interessa ), pois sou sim da esquerda de centro e tenho como principal politico do Brasil Lula e é só, preso ou livre, mas o judiciário corrupto e politico tem medo de mandar solta-lo, por isso se vendeu para a Direita Ordinária e Golpista.
    Queridinho do papai discordo de você e xingando pois és muito ignorante inculto,, incompetente, insipiente, iletrado, apedeuta, ínscio, ignaro,desinformado, inexperiente, desconhecedor e leigo politicamente.
    Meu você acha que eu sou fã de um jegue ? Tenho certeza que tu lês o que escrevo, por dois motivos: ***para apreender e para responder.
    Será que ao invés de ir eu não sou um psiquiatra, por te aguentar? Meus filhos dizem que eu sou. kkkkkkkkkkkkkkkk ahahahahahahahahahahah

  • Enfermeiro cubano

    Lula e o velório ( 24 ) meu caro amigo e senhor das letras, da verdade, da inteligência, da pureza, da retidão, da correção, da honestidade,da integridade, da decência, da honradez, da seriedade venho eu humildemente pela talvez centésima vez colocar no Blog do ilustríssimo Cardosinho, alguns dos principais feitos do excelentíssimo ex-presidente da república Lula, para que o prezado colega possa relembrar tais feitos ( alguns, não todos ) e talvez chegar a conclusão que o mesmo foi um dos melhores presidentes da república do Brasil, copiado da História do Brasil–Info-Escola, que se encontra no Google, em alguns Blogs e em diversos jornais da época:
    Realizações essas registradas em cartório de toda sua gestão em um livro de 310 páginas, conforme publicações da mídia escrita e falada do dia 15..12..2010::

    1) Reduziu a inflação de 12,5% (2002) para 4,3% (2009) ao ano; a taxa média anual de inflação no governo Lula (6% ao ano) é menos da metade da que tivemos no governo FHC (12,5% ao ano);
    2) Aumentou o salário mínimo para o seu maior patamar em 40 anos, com um aumento real de 74% entre 2003/2010;
    3) Reduziu a relação dívida/PIB de 51,3% (2002) para 36% do PIB(2008); 
    4) Acumulou um superávit comercial de US$ 252 Bilhões (2003/2010);
    5) Pagou toda a dívida com o FMI e com o Clube de Paris e o Brasil se tornou credor do FMI, algo inédito na história do país, para quem emprestou US$ 10 Bilhões; Hoje, a dívida externa líquida é negativa em US$ 65 bilhões; 
    6) Reduziu o déficit público nominal de 4% do PIB (2002) para 1,9% do PIB (2008); 
    7) Ampliou a capacidade de investimento do Estado; Os investimentos do governo federal e das estatais para 2009 estão previstos em R$ 90 Bilhões; Em 2010 eles estão programados para chegar a R$ 119 bilhões;
    8) Aumentou as exportações de US$ 60 Bilhões/ano (2002) para US$ 198 bilhões/ano (2008) acumulando um crescimento de 230% em 6 anos; Em 2010, as exportações deverão superar os US$ 200 bilhões, o que acontecerá pela primeira vez na história do Brasil. 
    9) Aumentou as reservas internacionais líquidas de US$ 16 Bilhões (2002) para US$ 285 Bilhões (Novembro de 2010); 
    10) Ampliou o Pronaf de R$ 2,5 Bilhões/ano (2002) para R$ 16 Bilhões/ano (2010); 
    11) A concentração de renda e as desigualdades sociais diminuíram sensivelmente; o índice de Gini atingiu o menor patamar da História;
    12) Gerou 15 milhões de empregos formais entre 2003/2010; 
    13) Reduziu o percentual da população brasileira que vive abaixo da linha de pobreza de 28% (2002) para 19% (2006), segundo o IPEA;
    14) Elevou os gastos sociais públicos para 21% do PIB;
    15) O BNDES emprestou R$ 137 Bilhões em 2009 para o setor produtivo, contra cerca de R$ 22 Bilhões em 2002;
    16) Fez o Brasil se tornar credor externo, com um saldo positivo de US$ 65 Bilhões, algo inédito na História do país;
    17) Criou programas sociais inclusivos, como o Bolsa-Família, ProUni, Brasil Sorridente, Farmácia Popular, Luz Para Todos, entre outros, que beneficiaram aos pobres e miseráveis e contribuíram para melhorar a distribuição de renda;
    18) Iniciou novas grandes obras de infra-estrutura (rodovias, ferrovias, usinas hidrelétricas, etc) financiadas tanto com recursos públicos como privados. Exemplos: Usinas do Rio Madeira, Transnordestina, Ferrovia Norte-Sul, recuperação das rodovias federais, duplicação de milhares de quilômetros de rodovias;
    19) Anulou portaria do governo FHC que proibia a construção de escolas técnicas federais e iniciou a construção de dezenas de novas unidades e que foram transformadas em Institutos Superiores de Educação Tecnológica (são 214 novas escolas técnicas federais construídas entre 2003/2010);
    20) Criou o Reuni, que iniciou um novo processo de expansão das universidades públicas, aumentando consideravelmente o número de universidades, de campus e de vagas nas mesmas;
    21) Os lucros do setor produtivo cresceram quase 200% no primeiro mandato em relação ao governo FHC;
    22) Fez o Estado voltar a atuar como importante investidor da economia. Exemplos disso: a criação da BrOI, que têm 49% do seu capital nas mãos do Estado; a compra e incorporação de bancos estaduais pelo Banco do Brasil (da Nossa Caixa, do Piauí, Santa Catarina e Espírito Santo) evitando que fossem privatizados; a participação da Petrobras em 2 grandes petroquímicas nacionais (a Braskem, com 30% do capital nas mãos da Petrobras; a Ultra, com 40% do capital nas mãos da Petrobras); o aumento da participação dos bancos públicos (BNDES, CEF, BB, BNB) no fornecimento de crédito para a economia do país;
    23) Elevou o volume de crédito na economia brasileira de cerca de 23% do PIB, em 2002, para 46% do PIB, em 2010;
    24) Criação do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) que prevê investimentos públicos e privados de R$ 646 Bilhões entre 2007/2010; até 2013 os investimentos previstos chegam a R$ 1,14 Trilhão;
    25) Reduziu a taxa de desemprego de 10,5% (Dezembro de 2002) para 6,8% (Dezembro de 2008);
    26) Reduziu os gastos públicos com pagamento de juros da dívida pública para 5,9% do PIB (em 2008), representando uma queda de cerca de 36% quando comparado com o segundo mandato de FHC.

    ******Isso meu grande amigo ninguém poderá apagar da história republicana do brasil, nem mesmo a Direita Fascista .
    Muito Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *