O PT E A CRISE DO MINISTRO PALOCCI

Segundo homem na hierarquia do Partido dos Trabalhadores, o secretário geral Elói Pietá pendurou, na página oficial do PT, um artigo onde explica porque os petistas deixaram de apoiar a permanência do ministro Antonio Palocci no governo Dilma. Eis um trecho:

“Os petistas não contestam o direito que Palocci tinha de exercer uma atividade privada quando saiu do governo em 2006 e de ter sucesso nela. O que causou espanto e levou os petistas a não apoiarem sua permanência no governo, foi a origem de seus ganhos privados (orientar os negócios de grandes empresas), a magnitude dos resultados (dezenas de milhões de reais), e o alto padrão de vida que ele se concedeu (representado pelo investimento em moradia fora de sua própria origem de classe média).”

Alguns petistas locais vivem dizendo que não frequentam o blog, mas eu sei que, nas horas vagas, eles fazem umas visitinhas a este espaço. Então, vou recomendar que eles leiam o artigo do Pietá, por inteiro, aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *