“OS EUA COLOCARAM UM CHEFE DE QUADRILHA NO COMANDO DO BRASIL”, DIZ ESCRITOR JESSÉ SOUZA

É provável que a Advocacia Geral da União (AGU) já esteja preparando alguma coisa contra o escritor e sociólogo Jessé Souza, assim como está fazendo com aquele promotor de Goiás que classificou Bolsonaro como cafajeste.

Autor do livro “A guerra contra o Brasil”, sobre como os Estados Unidos passaram a controlar o Brasil a partir da Lava Jato, ele afirmou, em um tuíte, que Washington colocou um chefe de quadrilha no comando do Brasil.

Ressalte-se que, neste sábado, Bolsonaro irá se encontrar com o seu chefe para receber ordens pessoalmente. Confiram a tuitada do escritor:

3 comentários

  • Petista e o livro que plagia Lula

    Certamente, aquele promotor de Goiás que classificou Bolsonaro como cafajeste — vai ser processado pelo Bolsonaro. Ele merece! Ele sabia do risco. São 5 minutos de fama.
    A teoria do autor petista do livro, sobre como os Estados Unidos passaram a controlar o Brasil a partir da Lava Jato. Segue as declarações de Lula que quer desmoralizar a Lava Jato. A operação colocou o próprio Lula na cadeia. Em cinco anos, de Lava Jato tivemos 285 condenações, 600 réus e 3.000 anos de penas. A maioria petista! Total recuperado pela Lava Jato chega a R$ 4 bilhões.
    Lula já disse que quadrilha da Lava Jato tornou Brasil refém dos Estados Unidos. O autor do livro copiou as falas de Lula de que Washington colocou um chefe de quadrilha no comando do Brasil. Só que eles nunca disseram como? Na realidade, quem elegeu Bolsonaro foi Lula, em eleição.
    Para chamar Bolsonaro de monstro, o petista cita o corte do programa Bolsa família. Nenhum presidente quer corta-lo mas quando falta dinheiro…..É mais fácil criticar o atual presidente do que lembrar dos ex presidentes que quebraram o país.

  • Sérgio

    Com uma notícia dessa os bolsominions ficam acelerados… Cambada de trouxas.

  • rapizodia

    O Presidente e sua orda de asseclas saíram do pior que a política poderia produzir. Por acaso eles abraçaram a causa liberal ou de direita, mas poderia ser republicana, ou se preferirem, de esquerda, mas certamente haveria esse embate ideológico que estamos assistindo, pois em geral os liberais pregam o estado mínimo, sem assistencialismo e que a oportunidade está para todos e aqueles que não souberem aproveitar, doa a quem doer, infelizmente serão deixados pelo caminho e devem ser excluídos, ou seja, é capitalismo irmão. Os EUA pregam este modelo como sendo toda a maravilha do mundo, vendem a ‘oportunidade capitalista’ como solução final, mas vemos que não é bem assim, eles têm a maior população carcerária do mundo, como se bandidagem não fosse também fruto social da desigualdade. Os EUA não sabem o que fazer, sua decadência como modelo social é visível, a tal ponto que expandiram seu modelo de exploração capitalista para fora de seus limites para se sustentarem, causando destruição econômica e social por onde passam, pois sua fórmula é: poucos explorando muitos, e isso só é possível até quando ‘os muitos’ permitirem. É este o caminho que queremos para o Brasil? Essa orda de destemperados e despreparados do governo, não têm um modelo diferente para apresentar para o Brasil e então aderem a estupidez americana sem questionar, colocando o nosso país de joelhos e a mercê dessa exploração, como se isso fosse bom para nós. É patético para dizer o mínimo, por isso entendo a indignação dessas pessoas que perdem a linha e falam e escrevem palavras duras, pois é difícil tratar com seriedade quem é pura dissimulação e desinteresse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *