OS NÚMEROS NÃO MENTEM. JÁ OS POLÍTICOS…

Nas últimas semanas, temos visto e ouvido uma série de sandices a respeito do tal de Refis. Atolada em problemas – alguns herdados, outros fabricados por ela mesma – a prefeita Nice tenta convencer o mundo de que o perdão de juros e multas aos devedores de impostos seria a panaceia para todos os nossos males, por conta da arrecadação que se conseguiria com tal anistia.

No rádio, a secretária de Administração disse que esperava arrecadar R$ 3,5 milhões. E o secretário de Educação, Roberto Timpurim, afirmou que, o último Refis – em 2012, ainda sob Parini – proporcionou uma arrecadação entre R$ 1,2 milhão e R$ 1,8 milhão.

Já a prefeita Nice preferiu ser mais exata: ela reafirmou, em entrevista radiofônica, que o Refis de Parini – que previa o pagamento dos atrasados em apenas uma parcela – rendeu exatamente R$ 1,2 milhão. Portanto, o dela, que poderia ser pago em 06 suaves parcelas, deveria render muito mais.

É curioso como os meus amigos da imprensa não questionam os números que são jogados no ar como verdades absolutas. Para constatarmos que os números da prefeita são fantasiosos, nem é preciso muito esforço. Basta ir ao próprio portal da Prefeitura, onde estão registradas as receitas com impostos.

O ex-prefeito Humberto Parini concedeu – com a aprovação da Câmara – três anistias aos contribuintes inadimplentes. Todas elas em seu segundo mandato. A primeira foi em 2009 e a segunda em 2011.

A terceira, que foi concedida em dezembro de 2012, através da lei 4.043, de 27 de novembro de 2012, é a tal que, segundo Nice, proporcionou um reforço de R$ 1,2 milhão aos combalidos cofres municipais, cujas chaves ficaram oito anos sob a guarda do czar das finanças, Rubens Chaparim.

Pois bem, uma olhadela nos números de dezembro de 2012, mostram que a Prefeitura arrecadou, naquele mês, R$ 854 mil com impostos – IPTU, ISS-QN, ITBI e outros. 

Esse valor inclui todos os impostos – atrasados ou não, com anistia ou não – recebidos naquele mês. Ele é menor do que tinha sido arrecadado em novembro do mesmo ano – R$ 933 mil – quando ainda não havia o Refis.

E é menor ainda que o arrecadado em outubro de 2012 – R$ 1,1 milhão – quando Parini ainda nem tinha remetido o projeto de lei da anistia à Câmara.

Como se vê, o último Refis de Parini não causou nenhum incremento à arrecadação de impostos. Muito menos chegou perto do R$ 1,2 milhão que a prefeita andou mencionando.

Pra encerrar: os números mostram que, em 2013, a arrecadação de impostos municipais cresceu 6,5%, em relação ao ano anterior, passando de R$ 6,6 milhões para R$ 7,1 milhões.

No entanto, para tristeza da prefeita, em 2014 o quadro se apresenta um pouco diferente: até maio, a arrecadação estava abaixo do que foi arrecadado em igual período do ano passado. Pouca coisa, mas abaixo.   

11 comentários

  • Anônimo

    O mais interessante de tudo isso é saber que só as portarias que ela revogou, são irregulares. As promoções que o Parini deu nos últimos dias do final do seu mandato, regularizou erradamente a situação de alguns servidores, e as que ela concedeu no início do seu mandato, não são irregulares. Na verdade são todas irregulares, todas deverão ser revogadas. Senhor promotor de justiça, pede a prefeitura as promoções de todos os servidores, estão todas irregulares, tem servidores que eram ASG, Eletricista, lavador, e outros cargos que foram para Diretor de Divisão, onde está o Plano de Cargo de Carreira. É revoltante, que nem sindicato, nem vereadores ( pois os mesmos que ajeitam juntos com os administradores os cargos desses servidores ). Mais uma, tem secretaria que todos são chefes de setores, ou todos são diretores de divisão, isso não existe, cade os escriturários, oficiais administrativos, os ASGs, é vergonhoso. Dentro da prefeitura, tem ASG assinando pela pasta, enquanto diretores ou chefes de setores, estão esquecidos.

  • mais uma

    num adianta os vereador erraram e ponto
    onde vou parcela o q devo

  • Felipão

    A prefeita foi eleita pela maioria, que não quis eleger o Fla.

    Agora, serão 4 anos + 4 anos, porque ela não tem adversário.

    Cada um tem………………………………..

    • anônimo

      Felipão , o nome já percebe k é um fracassado e defender essa prefeita é outro absurdo, vc deve ter cheirado alguma coisa ou vc é BURRO mesmo. Sua prefeita n se elege nem inspetor de quarteirão…

  • Paulo Sérgio

    Cardosinho, em relação aos colegas de mídia nota se que alguns não pesquisam e são alheios ao que se passa na política. Mas tem um pseudo locutor e repórter que de forma dissimulada, fica jogando os insucessos da senhora prefeita na conta dos vereadores, usando as redes sociais pra destilar seu ódio contra o legislativo de Jales. Quando alguém discorda dele no face, parte para a ofensa pessoal tentando intimidar quem debate as suas provocações. Se ele fosse um cara coerente e imparcial, mostraria esses números que você aqui coloca com clareza. É explícita a ignorância deste idiota, que no auge de sua arrogância tendenciosa, nao ajuda e não acrescenta nada para a cidade.

  • Pig

    Tem um que. Veio do rio ,tem um outro que e locutor e ex-vereador, tentam enganar os abwstados, são inocentes.

  • Eu pago em dia

    Cardosinho você esta cada vez melhor. Parabéns pelo seu trabalho, digno de ser exaltado. Grande abraço e parabéns!!

  • Maça

    Nice a grande prefeita.

  • banana

    esse FELIPÃO,e parente ou tem problemas mentais,vai ate o SAMU TEM MOTORISTA DIRETOR DE DIVISÃO QANHANDO 5.500 PARA FAZER NADA ISSO É HONESTO,INTEGRO,VAI COÇAR MACACO

  • anônimo

    NICE A PIOR PREFEITA DA HISTÓRIA DE JALES

  • P.T.M.B.

    Anistia ???
    Brasileiro é muito otário.
    Você paga corretamente e em dia.
    Daí vem uma proposta para anistiarem as pessoas que não pagaram ?
    Se essa anistia vir a ser aprovada algum dia, as pessoas que pagaram corretamente e em dia deverão entrar com ação contra a prefeitura, isso sim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *