PALOCCI INVENTOU DELAÇÃO CONTRA LULA COM BASE EM NOTÍCIAS DE JORNAIS E INTERNET, CONCLUI POLÍCIA FEDERAL

A notícia é da Fórum:

A delação de Antonio Palocci, vazada por Sérgio Moro às vésperas das eleições de 2018, foram inventadas com base “em pesquisas de internet”, sem “acréscimo de elementos de corroboração, a não ser notícias de jornais”. Essa é a conclusão do delegado Marcelo Daher, da Polícia Federal, em documento enviado ao Ministério Público Federal (MPF).

Em diálogos divulgados pela Vaza Jato em julho de 2019, o próprio Moro teria dito a procuradores da Lava Jato que achava fraca a delação do ex-ministro contra Lula. Mesmo assim, Moro resolver levantar sigilo da delação a seis dias do primeiro turno das eleições presidenciais.

Segundo informações divulgadas neste domingo (16) por Monica Bergamo, na Folha de S.Paulo, e pelo site Consultor Jurídico, Palocci não apresentou nenhuma prova que corroborasse as informações delatadas.

O episódio investigado pela PF refere-se à suposta tentativa de petistas e banqueiros de “operar o Banco Central”. A PF concluiu que esse episódio, narrado por Palocci, não aconteceu.

Segundo o relatório final da Polícia Federal sobre o caso, os fatos narrados por Palocci foram desmentidos por todas as testemunhas e declarantes, inclusive por outros colaboradores da Justiça, que, segundo a própria PF, não teriam prejuízo algum em confirmar a narrativa de Palocci, caso a entendessem como verdadeira.

1 comentário

  • Palocci, Lula e as noticias de jornal

    O esquema, segundo Palocci, teria sido bolado em 2009, o banqueiro Andre Esteves teria depositado para Lula, num primeiro momento, R$ 10 milhões em propina.
    Em troca, receberia informações privilegiadas de decisões do Banco Central sobre taxas de juros. E depois dividiria parte dos lucros bilionários em operações com Lula, depositando os recursos em contas de terceiros.
    Esquema bolado por Lula, o Mantega e o pecuarista José Carlos Bumlai. Todos negaram ! Logico. Lula teria comunicado que demitiria Henrique Meirelles do Banco Central. Em 2011, o esquema teria sido colocado em prática. O Mantega teria avisado Esteves de que o Copom baixaria abruptamente a taxa de juros Selic . Até então, ela seguia tendência de alta.
    De posse da informação, Esteves teria atuado para que o Fundo Bintang tivesse lucros astronômicos, de 400% no ano. Parte dos ganhos teria sido destinada a Lula.
    Palocci afirmou também que André Esteves queria administrar, em seu banco, R$ 300 milhões de propinas que seriam dados ao PT pela Odebrecht.
    Não houve provas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *