PARA ESTANCAR “SANGRIA”, TEMER ACABA COM FORÇA-TAREFA DA LAVA JATO

Parabéns aos coxinhas paneleiros. Pelo visto, Temer quer que a Polícia Federal volte aos tempos de FHC. Segundo estatísticas do site Viomundo, a PF realizou apenas 48 operações nos oito anos de FCH. Com Lula e Dilma, o número de operações subiu para mais de 2.200.

Reportagem publicada no site da revista Época informa que a Polícia Federal acabou com o grupo de trabalho da Operação Lava Jato em Curitiba. A decisão já foi comunicada aos quatro delegados restantes no GT da operação. Em Curitiba, atribui-se à decisão ao diretor-geral da PF, Leandro Daiello. 

Os delegados e agentes voltarão a ser lotados na Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros, a Delecor e dividirão o tempo entre a Lava Jato e outras investigações. Com a escassez de recursos e pessoal, a produção de provas nos processos atuais e a deflagração de novas etapas de investigação fica severamente comprometida. Para um dos investigadores, é uma “asfixia”.

O desmanche da Lava Jato não é uma surpresa dentro da PF. No governo Temer, o número de delegados caiu de nove para quatro. Com a saída desses delegados, a velocidade da investigação foi caindo e agora vai cair ainda mais. 

A justificativa para a retirada de pessoal era uma suposta “falta de demanda”, ideia refutada pela PF e também pelo Ministério Público Federal. De acordo com o MPF, os funcionários estão atolados em trabalho ordinário e centenas de provas obtidas em fases anteriores estão sem análise.

Pela redes sociais, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, um dos principais nomes da força-tarefa, acusou Michel Temer de matar a operação por asfixia. “A Polícia Federal não tem mais dinheiro para passaporte. A Força-tarefa da Polícia Federal na operação Lava Jato deixou de existir. Não há verbas para trazer delegados. Mas para salvar o seu mandato, Temer libera verbas à vontade”, escreveu o procurador.

3 comentários

  • Temer, Lula e Dilma unidos contra a Lava Jato

    Não é só Temer e alguns de seus ministros. querem o esvaziar a Lava Jato pois Lula, Dilma, Aécio, Serra, Alckmin, e outros bem 80% dos politicos de Brasilia.
    Depois que Lula junto com os petistas, xingou os delegados, procuradores e o juiz Moro da operação sendo que já no governo de Dilma, os petistas queriam acabar com a operação. Agora, todos os politicos denunciados estão unidos contra ela.
    Após 3 anos com 38 fases, a operação prendeu 200 politicos ladrões e já recuperou mais de 10 bilhões pois 5 politicos já se tornaram reus no STF.
    Diante disso, tecnicamente, os crimes (a serem investigados) diminuiram assim como a Lava Jato deve diminuir e não vai acabar toralmente

  • Cidadão

    Deixa eles condenarem, depois o Gilmar Mendes libera todo mundo !!!!

  • Trocando 6 por meia duzia, seus burros!

    Temer deu um “golpe” no PT de Dilma e Lula, com a ajuda do atual presidente da camara de deputados, Rodrigo Maia/DEM.
    Agora o PT trabalha para tirar Temer que será substituido por Maia do DEM, que está traindo Temer pois está conversando com o PT.
    Na realidade, não existe diferença entre Temer e Maia pois são farinha do mesmo saco pois Maia tambem está sendo investigado na operação Lava Jato.
    Lembrando que o DEM é o antigo PFL que os petistas odiavam, no passado e estão ressuscitando o esquecido DEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *