PARTIDO VERDE DE JALES SE PREPARA PARA DISPUTAR ELEIÇÕES

Da assessoria do Partido Verde de Jales:

Com a executiva municipal formada, o Partido Verde de Jales, dá o primeiro passo para concorrer às eleições deste ano.

Presidido pela advogada Dra. Sara Castardo Dácia (foto), o Partido Verde de Jales é composto por empresários, advogados, médico, digital influencer, engenheiro e outros profissionais liberais, todos reunidos com o propósito de encontrar pessoas boas e com desejo de acrescentar valor ao partido e à sociedade, gerando capital humano.

Assim, de forma simples mas motivada, este novo grupo pretende inovar e renovar a política jalesense, trazendo novas perspectivas para a população que busca e espera por melhoras. 

Os pré-candidatos terão cursos de capacitação e aprimoramento em politica, bem como de formação de líderes, debates de ideias, projetos e avaliações dos mesmos, entre outros.

A Executiva municipal acredita que a verdadeira mudança só é possível através de uma educação com participação ativa do cidadão.

9 comentários

  • Augusto

    Nossa legal uma terceira via para nos dar mais opção para a eleição. Gostei, tomara que seja lançado novos candidatos que tragam melhores opções para o povo de jales.

  • Onde está o Partido Verde no Brasil?

    O Partido Verde tornou-se uma força política expressiva na Alemanha e França e a tendência é em boa parte da Europa.A pergunta que não quer calar é: por que PV nunca decolou no Brasil?
    Por que mais de 20 anos após sua fundação – por uma turma promissora que se tornou política profissional – o partido permanece nanico e nunca apresentou condições de ser mais do que é?
    Por que hoje não é uma força unificadora dos ambientalistas, quando a área vem sendo duramente atacada pelos atuais governantes?
    Será porque lideranças que se eternizam na direção do partido, militância e dispersa?
    No bastidor se diz que os líderes do PV – os mais conhecidos eram maiores que a sigla. Sirkis, Gabeira, Juca Ferreira (que foi ministro da Cultura de Lula e Dilma), Gilberto Gil.
    José Sarney Filho, que é sabido e ressabido foi ministro do Meio Ambiente duas vezes, graças ao prestígio do velho Sarney e ao clã político que domina o Maranhão. Lembram dele?
    Talvez caiba uma pergunta final: o que vão fazer os verdes – lideranças e militância – diante deste momento tão crucial? Lançar candidato a prefeito?

  • Rapizodia

    Na política brasileira, o partido é apenas a via obrigatória para quem quer participar da vida política. Gostei de ter mais uma opção com gente com engajamento em ideias que acreditam e defendem e não um ajuntamento de aproveitadores como temos ou acostumamos ver. Parabéns ao partido verde de Jales.

  • Eu

    Precisamos fazer uma faxina do executivo ao legislativo.

  • Sr Conjuntura

    Legal ver mais um partido,

    mas sinceramente, pensando em política local, pensando no quadro de candidatos que já temos, eu prefiro votar no Especiato do que Flá (Decepção) ou o Luiz Henrique (não sabemos o futuro). Pelo menos o especiato sempre foi um cara honesto e de trabalho.

    Quanto aos vereadores existentes em Jales, a população tem que retirar todos e escolher novos, lógico que tem que saber votar também, porque ultimamente nos últimos anos, só estão escolhendo as dragas.

  • Izaias Campos

    Acho que o Riva, acabou de achar a sua vice.

  • Antônio do oiti

    Grande mulher, conheço a anos desde a época do jardim oiti, e lembro que naquela época, lutou para passar lixeiro no bairro, asfaltar a parte de cima (jardim primavera/das palmeiras),onde era terra. Seu marido que trabalhava no banco Itaú ajudava nas quermesses da igreja do oiti. Lembro do acidente que Ela perdeu o marido e a filha e mesmo assim foi forte, é vencedora. Tem o apoio do pessoal do oiti, tenho certeza.

  • Tapume de Zinco

    O que tem de oportunistas sem viabilidade eleitoral querendo uma beirada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *