POLÍCIA MILITAR INVADE SEDE DA GAVIÕES DA FIEL EM SÃO PAULO

images_cms-image-000489727

A notícia é do Brasil 247:

A torcida organizada do Corinthians é alvo de uma operação da Polícia Civil e do Batalhão de Choque em sua sede nesta sexta-feira 1º. Ainda não se sabe o motivo da ação.

Ontem, a Gaviões protestou em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo para pedir uma CPI da Merenda, a fim de que se apure a fraude na compra de merenda na rede estadual, que ocorre no governo Geraldo Alckmin (PSDB), e envolve o presidente da Assembleia, Fernando Capez.

Ex-promotor, Capez é conselheiro vitalício do Corinthians e protagonista no combate às brigas de torcidas de futebol em estádios. O deputado tucano também tem sido alvo dos corintianos dentro do Itaquerão, com faixas que questionam, por exemplo: “cadê minha merenda?”.

Recentemente, a Gaviões também se destacou em protestos contra a TV Globo, com faixas estendidas durante jogos de futebol. “Retaliação: depois de denunciar roubo da merenda e criticar Globo, Gaviões da tem sede invadida pela PM de Alckmin“, publicou no Twitter o jornalista Rodrigo Vianna.

12 comentários

  • Corintiano

    Criticou o governo ladrão de merenda a repressão policial vem com tudo.

  • Barba de Molho

    A gavião da fiel cutucou o Alckmin e a Rede Globo. Vai levar bala de borracha e cacetete no lombo.

  • Gavioes a serviço de Andres Sanchez/PT

    Quando o vice presidente do Corintians, Andre’ Negao, foi preso pela policia federal, por estar envolvido com pagamento de propina com a construçao do estadio Itaquerao, pela Odebrecht — a Gavioes nao se manifestou.
    O deputado petista Andres Sanchez disse, na epoca da construçao deste estadio, que quem controlou o caixa da construçao foi ele, Lula e a Odebrecht.
    Na epoca, a sede dos jogos em SP, da copa, seria no Morumbi porem Lula e Ricardo Teixeira (bandido da CBF) mudaram para construir o estadio Itaquerao pelo amigo de Lula, o dono da Odebrechet (esta’ preso) com dinheiro subisidiado e doaçao do terreno da prefeitura petista.
    A operaçao lava jato investiga Lula e Andres Sanchez porem para o PT dar uma resposta, a Gavioes protesta contra Capez (que queria acabar com a organizada), Globo (que deve falar mal da Gavioes), e Alckimin.
    A roubalheira da merenda escolar nao e’ assunto de torcida de futebol

  • Timão sempre!

    Parabéns aos membros da organizada corinthiana.
    Os quase 30 milhões e eu apoio.

  • Anti Coxinha

    O coxinha aí de cima diz que “roubalheira da merenda escolar não é assunto de torcida de futebol.” Esse cara só pode estar com zica virus mental para falar uma bobagem assim. E falar da roubalheira bilionária da CBF sócia da Rede Globo pode né?

  • Rolando Caio da Rocha

    Acho justo corintiano tomar borrachada…

  • eu

    Parabéns a Gaviões. Quem dera as torcidas organizadas percebessem o papel importante que podem desenvolver na luta pela melhoria das condições sociais!

  • Rogério

    Esta é a atitude de governo intolerante, assim que mexem na ferida do PSDB, começa a retaliação.

  • Anônimo

    vixe, se puxar os antecedentes desses que estão na foto vai faltar papel pra imprimir tamanha a capivara kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Língua Portuguesa

    Gavioes ( Gaviões ) a serviço de Andres (Andrés ) Sanches/PT

    Quando o vice presidente do Corintians ( Corinthians ) , André Negao ( Negão ) foi preso pela policia federal, por estar envolvido com pagamento ( pagamentos ), de propina com a construçao ( construção ) do estadio Itaquerao ( Itaquerão ), pela Odebrecht —a Gavioes nao se manifestou ( a Gavião não se manifestou ).
    O deputado petista Andres ( Andrés Sanches disse, na epoca ( época ) da construçao ( construção ) deste estadio ( do estadio em questão ), que quem controlou ( controlava ) o caixa da construçao ( construção ), foi ele, Lula e a Odebrecht.
    Chega não aguento tanta Burrice numa só pessoa, deveria ter vergonha de escrever texto de tão alta qualidade.
    Volta para o Mobral se é que já não acabou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *